10 dicas fáceis para fazer com que seu filho se interesse mais por leitura

Da ambientação da casa à escolha certeira dos títulos, saiba quais ações práticas tomar para potencializar o gosto do pequeno pela literatura infantil.

Por Ketlyn Araujo Atualizado em 26 nov 2021, 15h41 - Publicado em 28 nov 2021, 10h00

Ler com e para crianças é um hábito capaz de transformar positivamente diversos aspectos relacionados ao desenvolvimento infantil. Afinal, livros são ótimas ferramentas para instigar a criatividade, aguçar os cinco sentidos, despertar sentimentos como empatia e autoamor além de, é claro, contribuir para as habilidades de fala e comunicação de uma maneira geral.

Apesar de todos esses benefícios, para algumas crianças o interesse pela leitura pode ser mais lento ou difícil de surgir, ainda mais se dentro de casa ou na escola ela não encontra estímulos suficientes para mergulhar nos livros. A boa notícia é que você, como pai, mãe, tutor ou professor/a pode, aos poucos, promover pequenas mudanças para fazer com que a criança enxergue a leitura como atividade prazerosa. Selecionamos dez delas:

1- Prepare um cantinho de leitura

Para quem tem condições, transformar o espaço do quarto ou um dos demais cômodos da casa em um cantinho dedicado à leitura pode ser o estímulo ideal para despertar a vontade de ler nos pequenos.

Para isso, use técnicas de decoração e organização para tornar o ambiente confortável e atrativo aos olhos da criança, sem se esquecer de investir em iluminação adequada e uma minibiblioteca organizada.

Canto de leitura
@sincerelyunnati/Instagram

2. Escolha os temas dos livros com base em assuntos pelos quais a criança já se interessa

Procure conhecer bem sobre os interesses do seu filho – quais os programas de TV que ele mais assiste, quais suas cores favoritas, quais assuntos são capazes de fazer brilhar seus olhos? – e tenha isso em mente na hora de escolher um novo título para ler com ele.

Com o tempo e o hábito da leitura mais desenvolvido, então, vá introduzindo novas temáticas, para que a criança expanda os próprios horizontes e conquiste uma biblioteca mais diversa.

3. Invista em livros baseados em filmes e vice-versa

Comprar o livro que deu origem a um filme queridinhos dos pequenos ou a versão escrita de determinado filme que não sai da sua TV pode ser igualmente eficaz.

Além de encontrar uma infinidade de opções de leitura que correspondem a essa categoria, você pode aproveitar o momento para reviver histórias clássicas da sua infância na companhia das crianças.

4. Transforme a hora da leitura em mais tempo de qualidade com os pequenos

Mãe E Bebê Lendo Um Livro
William Fortunato/Pexels

Uma maneira de fazer da leitura uma atividade imperdível para as crianças é transformar o momento em tempo de qualidade para a família.

Aqui, vale tanto a clássica técnica de ler histórias antes de dormir quanto reservar um dia da semana dedicado especialmente à leitura, no qual vocês podem explorar bibliotecas e livrarias.

5. Comece pelos audiolivros

Para algumas crianças, livros físicos não são tão interessantes quanto ouvir a voz de alguém contando uma história, mas isso também pode ser mudado pouco a pouco.

Continua após a publicidade

Para introduzi-las à literatura, comece colocando para tocar em casa audiolivros ou podcasts especializados em contação de histórias. Caso você encontre, invista no livro que o pequeno ouviu recentemente, e passe a ler junto dele. 

6. Converse com as crianças sobre os seus livros favoritos

Muitos dos hábitos adquiridos na infância e adolescência estão relacionados ao ambiente no qual a criança cresce. Por isso, não há maneira mais eficaz de fazer com que o pequeno queira ler do que manter a sua própria rotina de leitura, como pai ou mãe, mostrando que este também é um momento importante e prazeroso do seu dia. 

Aproveite ocasiões nas quais você está lendo perto dos filhos para conversar com eles sobre os temas encontrados em seus volumes favoritos e, assim, passe a instigar a curiosidade do pequeno sobre a literatura.

7. Prefira livros interativos, coloridos e ilustrados

Pai e filha lendo livro
Cottonbro/Pexels

Muito do interesse das crianças pela leitura, ainda mais nos primeiros anos de alfabetização, tem a ver com as cores, texturas e interatividade presentes nas páginas.

Portanto, priorize sempre livros bem coloridos, com ilustrações atrativas de acordo com a faixa etária, além de volumes que estimulem o toque, o olfato e possuam atividades práticas.

8. Espalhe os livros pelos cômodos aos quais a criança tem acesso

Faça uma pequena seleção de livros infantis que vão ficar de fora das prateleiras, e espalhe-os despretensiosamente pela casa, de modo que a criança possa facilmente encontrá-los.

Livros de plástico e impermeáveis feitos para a hora do banho podem “morar” na banheira ou no chuveiro, já volumes sobre receitas infantis e nomes de alimentos podem ficar na mesa da cozinha. Deixe, também, alguns livrinhos variados no quarto ou perto dos brinquedos – e fale sobre eles com a criança.

9. Use os livros como recurso para momentos difíceis

Seja após a morte de um parente ou bichinho de estimação, durante uma mudança de cidade ou escola e, inclusive, para acompanhá-la na chegada do irmãozinho ou irmãzinha, livros podem ajudá-las a lidar melhor com os mais diferentes tipos de emoções e conflitos internos.

Outra ideia que traz conforto é presentear a criança com um livro, acompanhado de um bilhetinho ou abraço bem apertado. 

10. Considere assinar um clube do livro infantil

Se você não tem muito tempo para pesquisar sobre quais livros comprar para o seu pequeno, mas ainda assim quer fazer da leitura um hábito na vida dele, uma alternativa pode ser a de assinar um serviço de clube do livro infantil – e conferir nossas seleções mensais de títulos também!

Geralmente os planos funcionam mediante um pagamento mensal, e de tempos em tempos a criança recebe um novo volume em casa – em alguns casos, as leituras até rendem encontros presenciais com outros pequenos leitores, e estão relacionadas a temas específicos.

Continua após a publicidade

Publicidade