Filmes cheios de significado para ver com seu filho quando ele está triste

Selecionamos 8 longas infantis inspiradores e que abordam, de maneira sutil, temas como recomeço, amizade verdadeira, autoconfiança e reconexão familiar.

Por Ketlyn Araujo Atualizado em 2 set 2021, 18h58 - Publicado em 20 ago 2021, 16h00

Geralmente mais abertas e conectadas aos sentimentos do que adultos tendem a ser, crianças sentem e demonstram suas emoções de maneira mais genuína e intensa, sejam elas sensações positivas, como alegria e prazer, sejam as negativas, como medo, frustração e tristeza.

É mais do que natural, portanto, que o seu filho ou filha também enfrente dias ruins e se sinta desmotivado às vezes, seja pelo motivo que for. Quando você perceber seu pequeno tristinho, vale lançar mão de alguns recursos na intenção de transformar ou amenizar o turbilhão de emoções dentro dele ou dela: preparar uma comidinha aconchegante, conversar abertamente e sem julgamentos, fazer planos possíveis e não economizar nos gestos de carinho são alguns deles.

Outra ideia é a de recorrer à ficção, por meio de filmes e séries de TV cheios de significado e lições de vida. Ao entrar em contato com essas histórias, a criança se sente representada, compreendida e, muitas vezes, passa a enxergar seu próprio momento de maneira mais gentil e consegue ressignificar sua dor.

A seguir, reunimos 8 longas-metragens infantis valiosos e que fazem parte dos principais serviços de streaming disponíveis no Brasil. Entre histórias de reconciliação familiar, autoconfiança e amizade verdadeira, estes filmes têm o poder de levantar o astral de qualquer criança (ou adulto). Boa maratona!

Viva – A Vida é uma Festa (2017)

Musical lançado pela Disney Pixar e ambientado no México, o filme conta a história do garotinho Miguel Rivera que, assim como seu ídolo Ernesto de La Cruz, tem o sonho de se tornar músico, mas sofre por não contar com o apoio dos pais para tal.

Um belo dia e de maneira não planejada, Miguel é transportado para a Terra dos Mortos, onde conhece o personagem Hector e, ao longo da narrativa, descobre um importante segredo sobre sua família.

Mais do que uma animação inspirada no feriado mexicano do Dia dos Mortos, ‘Viva – a Vida é uma Festa’ aborda temas como aceitação, valorização da família apesar das diferenças e a importância de não desistir dos próprios desejos. Spoiler: lágrimas vão rolar.

Onde assistir: Disney+

  • Up – Altas Aventuras (2009)

    Outro sucesso absoluto da Pixar, ‘Up – Altas aventuras’ é um dos filmes mais bonitos e sensíveis presentes na história recente dos estúdios.

    O longa tem como protagonista o personagem Carl, um ex-vendedor de balões aposentado que, após enfrentar a morte da esposa Ellie, sua parceira de vida, decide seguir em frente com o maior desejo compartilhado por ambos: o de viver no chamado Paraíso das Cachoeiras, na América do Sul.

    A partir daí, Carl passa a traçar maneiras de fazer a viagem acontecer, a principal delas por meio de um voo de balão. No meio do caminho, porém, ele acaba contando com a companhia (a princípio, indesejada) do escoteiro Russel, um garotinho que, no fundo, só estava à procura de um verdadeiro amigo.

    A importância de mantermos os nossos sonhos vivos mesmo durante a velhice é uma das premissas do filme, que também ensina sobre amor, perdas, luto, valorização das amizades e o verdadeiro significado de família.

    Onde assistir: Disney+

  • Divertida Mente (2015)

    Quem assiste ‘Divertida Mente’ é transportado imediatamente para o universo da personagem Riley, desde o nascimento até os seus 11 anos de idade, fase na qual a história se passa.

    Mais do que conhecer sobre a garotinha do lado de fora, porém, o filme mostra como as emoções – aqui representadas pelos personagens Raiva, Medo, Alegria, Tristeza e Nojinho – atuam dentro de sua mente, e como todas elas “trabalham” e influenciam na rotina e comportamento da criança.

    Inteligente, gostoso de assistir e muito mais complexo do que pode parecer, ‘Divertida Mente’ ensina, de forma leve, como os sentimentos podem influenciar quem a gente é, seja de forma positiva ou negativa, e o quanto é importante valorizarmos nossas emoções, todas complementares e igualmente relevantes.

    Onde assistir: Disney+

  • A Caminho da Lua (2020)

    Com importantes lições sobre luto e recomeço, ‘A Caminho da Lua’ traz como protagonista a personagem Fei Fei, que passou toda a infância ouvindo de sua mãe a lenda da chamada Chang’e, a deusa da Lua.

    Continua após a publicidade

    Após sofrer com a morte da mãe, porém, Fei Fei decide valorizar o laço existente entre as duas, e provar para o restante da família que a história de Chang’e existe. É quando ela resolve construir sua própria nave espacial e embarcar em direção à lua.

    As frustrações presentes tanto na infância quanto na adolescência também são abordadas no filme, bem como a importância de seguir em frente, seja qual forem as circunstâncias.

    Onde assistir: Netflix

  • A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas (2021)

    Bastante atual, cheio de memes e referências sobre tecnologia e modernidade, ‘A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas’ é tão divertido quanto relevante quando falamos sobre filmes para ver em família.

    Na história, a adolescente Katie Mitchell, que vive em conflito com o próprio pai, não vê a hora de sair de casa e finalmente estudar cinema em uma faculdade longe da família. Na intenção de aumentar a conexão familiar, porém, o pai de Katie decide levá-la até a universidade, junto da esposa, do filho mais novo e do cachorro – mas os planos vão por água abaixo quando todos são forçados a sobreviver a um apocalipse causado pela tecnologia.

    Além de ótimos momentos de aventura e de arrancar boas risadas, através da família Mitchell o filme proporciona importantes reflexões sobre confiança, aceitação e sobre valorizarmos quem a gente ama, apesar das diferenças.

    Onde assistir: Netflix

  • O Parque dos Sonhos (2019)

    ‘O Parque dos Sonhos’ conta a história de June, uma jovem imaginativa, que vê suas ideias mirabolantes ganharem força e apoio através de sua mãe, sempre presente. Só que tudo muda, quando a simpática matriarca adoece e June se vê perdida.

    Muito frustrada e sem se dar conta de que está deprimida, a garota foge de uma excursão e se depara com um parque escondido na floresta, igualzinho ao que ela e sua mãe tinham idealizado. Por ali, por meio de metáforas potentes, ela vai se deparando com suas sombras e reorganizando seus sentimentos – e o próprio parque, completamente destroçado.

    O filme é relevante ao abordar a depressão infantil de forma indireta e sutil – e como ela pode ser trabalhada resgatando a força interna do indivíduo.

    Onde assistir: Netflix

  • Operação Big Hero (2014)

    A valorização das amizades, a importância dos recomeços e as diferentes formas de lidar com o luto são alguns dos aspectos de destaque encontrados em “Operação Big Hero”, animação da Disney ambientada na cidade fictícia de San Fransokyo, uma mistura de São Francisco e Tóquio.

    Na história, o inteligente garoto Hiro Hamada passa por uma tragédia familiar que faz com que seu caminho se cruze com o de Baymax, um robô simpático que, além de tudo, também é médico. Ao longo da narrativa, Baymax e Hiro se tornam bons amigos, criando uma relação de proteção e cumplicidade mútuas.

    Onde assistir: Disney+

  • Luca (2021)

    Lançamento mais recente da Disney com a Pixar, ‘Luca’ chama atenção por uma série de elementos visuais, metáforas e lições valiosas. Ambientado na Itália, o filme conta a história de amizade entre os meninos Luca e Alberto, que além de garotos em busca da própria identidade são também monstros marinhos não aceitos pela sociedade local.

    Mais do que um filme sobre um menino que deseja conhecer o mundo além das expectativas e medos dos próprios pais, ‘Luca’ representa uma ode às diferenças e à individualidade, mostra que o processo de autoaceitação não é imediato, mas possível, e o quanto nossos amigos são capazes de contribuir para a realização dos nossos sonhos e objetivos. Sensível e com paisagens de tirar o fôlego, o longa diverte na mesma medida em que emociona.

    Onde assistir: Disney+

    Ainda não assina Disney+? Clique aqui para se inscrever!

    Continua após a publicidade
    Publicidade