12 nomes inspirados em atletas que prometem brilhar nas Olimpíadas

Enquanto torce pelo Brasil, que tal conferir essas inspirações de nome para o bebê que está por vir? Com certeza será um pequeno cheio de garra!

Por Flávia Antunes Atualizado em 26 jul 2021, 17h25 - Publicado em 26 jul 2021, 17h23

Mesmo quem não é tão fã de esporte, não nega sentir um friozinho na barriga ao torcer pelo Brasil nas disputas dos Jogos Olímpicos! O evento tão aguardado, que em 2021 acontece em Tóquio, no Japão, estava previsto para o ano anterior, mas teve que ser adiado por conta da pandemia da covid-19 – o que nos deixou com a ansiedade maior ainda!

Tendo que se preparar durante um momento tão delicado do mundo, os atletas provaram ter jogo de cintura, resiliência e muita garra. E tem qualidades melhores que essas para desejar aos nossos filhos? Por isso, se os pais estão à espera de um bebê e ainda não decidiram como chamá-lo, uma boa ideia é buscar inspiração nos esportistas brasileiros que estão participando da competição.

Na nossa lista, temos participantes de diversas modalidades – alguns que inclusive já levaram medalhas para a casa –, exemplos de diversidade e muito talento para fazer história nos jogos. Confere só:

1. Alison

View this post on Instagram

A post shared by Alison Dos Santos (@alisonsantos01_)

Apontado pelo site “World Athletics” como um dos destaques da delegação brasileira de atletismo, Alison dos Santos (também conhecido como “Piu”) foi campeão Pan-Americano em 2019 no salto com varas e torcemos para que ele leve a medalha de ouro para solos brasileiros novamente.

Seu nome de pronúncia internacional é um daqueles que funciona bem tanto para meninas quanto para meninos e carrega um significado bem emblemático, referindo-se a alguém “de qualidade nobre” ou “que vem da nobreza”.

2. Rayssa 

View this post on Instagram

A post shared by Rayssa Leal (@rayssalealsk8)

Apenas 13 anos? Sim, Rayssa Leal é a atleta olímpica mais jovem a defender o Brasil em Tóquio! Apesar da pouca idade, a skatista já fez história ao conquistar no dia 25 de julho a medalha de prata nas Olimpíadas, fruto de uma trajetória cheia de manobras técnicas e bem executadas, mas sem perder o carisma e o brilho no olhar por estar fazendo o que gosta.

Sobre o seu nome, existe uma série de possibilidades de origem. Ele pode ser a forma francesa de Raisa, que em sua raiz corresponderia à deusa grega Hera, símbolo de fertilidade, ou também derivar da palavra rhaion, que quer dizer “relaxada”.

3. Rebeca 

View this post on Instagram

A post shared by Rebeca Andrade🤍🦋 (@rebecarandrade)

Junto com Flávia Saraiva, Rebeca Andrade é uma das candidatas a subir ao pódio nestes Jogos. A atleta teve grandes performances nas classificatórias – inclusive com uma apresentação emocionante e ao som do funk “Baile de Favela” – e irá disputar as finais de solo, salto e individual geral.

E já que estamos falando em sucesso, o nome da ginasta é um deles que – como outros inspirados na Bíblia – entraram para as tendências do último ano. De origem hebraica, seu significado é “a que provoca união” ou “a que liga e conecta todo mundo”.

  • 4. Pedro Henrique

    View this post on Instagram

    A post shared by PEPE GONÇALVES (@pepehgoncalves)

    Natural de Piraju, no interior de São Paulo, Pepe Gonçalves vive perto das corredeiras do Rio Paranapanema, que tem condições parecidas ao cenário onde a canoagem slalom será disputada, e deixou no ar que o Brasil vem forte neste esporte. 

    Seu nome verdadeiro é Pedro Henrique, o oitavo mais escolhido pelos brasileiros na última década, e o composto é formado primeiro pela palavra grega que significa “pedra” ou “rochedo”, podendo representar características de firmeza e determinação, e pelo segundo elemento vindo do germânico, com a definição de “o senhor da casa”. Embora a combinação fique linda, nada impede que os pais registrem o pequeno só como Pepe, seguindo a moda das nomenclaturas que parecem apelido.

    5. Douglas

    View this post on Instagram

    A post shared by Douglas Souza (@douglasouza)

    Douglas Souza dispensa apresentações, né? O ponteiro da seleção brasileira de voleibol vem conquistando o público não só pelo desempenho surpreendente nos jogos, como pelo bom humor – mostrando em suas redes sociais bastidores da competição – e pelo papel representativo que ocupa, ao integrar a comunidade LGBTQIA+.

    Bastante comum no Brasil, seu nome começou a ser usado na Inglaterra e surgiu a partir do sobrenome escocês Doubghlas, que pode ser traduzido literalmente como “rio escuro” ou “águas negras”.

    6. Beatriz

    View this post on Instagram

    A post shared by Beatriz Ferreira (@beatrizferreira60kg)

    Campeã mundial de boxe na categoria até 60kg, Beatriz Ferreira é uma das favoritas a conquistar o ouro na modalidade e uma das três representantes da Bahia na seleção titular brasileira.

    Continua após a publicidade

    Por curiosidade, seu nome significa “aquela que traz muitas alegrias”, representando tudo o que a torcida mais deseja nestas Olimpíadas! Além disso, o clássico tem forte presença religiosa na figura de Santa Beatriz, festejada em 12 de agosto.

  • 7. Eduarda

    View this post on Instagram

    A post shared by Eduarda Amorim (@duda18amorim)

    Pense em uma atleta com o currículo extenso. Esta é Eduarda (ou Duda) Amorim, campeã mundial de handebol em 2013, considerada a melhor jogadora do mundo na modalidade em 2014 e chega para a sua quarta participação nas Olimpíadas.

    E não é que seu nome faz jus à carreira brilhante? Ele vem de uma palavra germânica e se refere a uma pessoa “guardiã das riquezas”. E para os pais que quiserem registrar o filho livre de pressões de gênero, Duda é um unissex delicado e que funciona como boa opção!

    8. Gabriel

    View this post on Instagram

    A post shared by G. Medina (@gabrielmedina)

    O primeiro brasileiro a vencer um mundial de surfe não poderia ficar de fora da lista! Gabriel Medina é um símbolo importante do esporte no Brasil e, até então, avançou às quartas de finais nos Jogos Olímpicos.

    Seja pela pronúncia bonita ou pela associação religiosa, o nome foi o quarto mais usado para meninos na última década. Para os católicos, é assim que se chama um dos sete arcanjos de Deus, portador de boas notícias – e, por conta do simbolismo especial, sua tradução é algo como “aquele que tem a força divina”.

    9. Débora

    View this post on Instagram

    A post shared by DebinhA (@debinhaa7)

    Mais conhecida como Debinha, a artilheira da seleção feminina de futebol está no auge da carreira e é a única atleta a entrar em campo em todos os jogos nos dois anos de preparação com a treinadora sueca, Pia Sundhage.

    O nome da esportista tem origem hebraica e quer dizer “abelha”, inseto que carrega a simbologia do trabalho e do esforço. Além das qualidades positivas, Débora é mencionada no Antigo Testamento como uma pessoa importante, juíza, profetisa de Israel e responsável por conduzir o povo hebreu a importantes vitórias.

    10. Daniel

    View this post on Instagram

    A post shared by Dani Alves (@danialves)

    Sem Neymar e outras estrelas do futebol masculino, Daniel Alves é uma das promessas a conduzir o Brasil ao ouro. O jogador experiente ganhou o cargo de capitão do time e, apesar de já ter participado das principais competições mundiais, nunca disputou uma Olimpíada.

    Mais uma opção ideal para os pais religiosos, o nome quer dizer “Deus é o meu juiz” e, na Bíblia, é um dos quatro Profetas Maiores, favorecido por Deus com os dons da sabedoria e da interpretação de sonhos.

    11. Ágatha

    View this post on Instagram

    A post shared by Ágatha Bednarczuk Rippel (@agatha_rippel)

    Dupla de Duda no vôlei de praia, Ágatha Rippel foi vice-campeã dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, além de ter sido Campeã Mundial na Holanda, em 2015 e de colecionar várias outras conquistas significativas. 

    Seu nome autêntico é compartilhado também com outra mulher forte, Agatha Christie, uma das autoras mais notáveis de histórias policiais, e carrega uma tradução especial: “aquela que é sempre muito gentil”.

    12. Arthur

    View this post on Instagram

    A post shared by Arthur Zanetti (@arthurzanetti)

    Representando (bem) a ginástica artística masculina, temos Arthur Zanetti. O atleta tem como especialidade a performance nas argolas e luta para ser o primeiro ginasta deste aparelho a conseguir uma medalha por três Jogos Olímpicos consecutivos.

    Assim como é queridinho dentro do tablado, seu nome também faz sucesso entre as famílias, tendo sido o segundo mais escolhido para crianças do sexo masculino em 2020. E não para por aí! A grandiosidade da nomenclatura aparece até mesmo em seu significado, que remete a “urso grande” e também está ligado ao atributo da coragem por conta das histórias do Rei Arthur.

    (E se você não curtiu nenhuma destas sugestões, confira nossa ferramenta de nomes de bebês. O do seu filho ou filha vai estar lá! )

    Continua após a publicidade
    Publicidade