10 nomes dignos de reis e rainhas para enaltecer o seu bebê

Imponentes, marcantes e com belos significados: estes são os nomes escolhidos por realezas ao redor do mundo e que podem servir de inspiração para você!

Por Alice Arnoldi 26 abr 2021, 19h05

Quando pensamos em um mundo que ainda têm reis e rainhas no poder, imediatamente somos transportados para séries que conquistam o coração de muitos ou, quem sabe, pensamos automaticamente na Inglaterra e em figuras marcantes da Família Real, como a Rainha Elizabeth II ou até mesmo Meghan Markle – que voltou aos holofotes após dar uma entrevista para a Oprah, em que relatava o racismo enfrentado pelo filho em ambiente real.

Só que, para além do que acontece em terras britânicas, outras monarquias também marcam presença ao redor do mundo com seus reis, rainhas, príncipes e duquesas. Só de falar já pensamos nos looks requintados, nas tradições, nos castelos e, claro, nas coroas!  

Brincadeiras à parte, se você ficou curioso para saber quais são outros países que ainda possuem estes representantes no poder e é apaixonado por nomes carregados de história e simbologia, prepare o print do celular para anotar estas dez opções. Acredite: será uma viagem no tempo explicar ao pequeno ou pequena o que inspirou seu nome!

Confira: 

  • 1. Elizabeth

    Para iniciar esta lista, é impossível não começarmos com a matriarca da Família Real, Rainha Elizabeth II, coroada em 1953 e atualmente com 95 anos. O nome da icônica figura britânica tem origem hebraica e raízes religiosas, significando “prometida a Deus” ou ainda “Deus é abundância”. Historicamente, meninas passaram a ser registradas desta maneira a partir do século 14, mas a expressão ganhou popularidade só no final do século seguinte.

    2. Philippe

    Quando falamos de monarquias ainda existentes, lembre-se que a discussão não se estende apenas para o Reino Unido. Para quem não sabe, o regime vigente na Bélgica é uma monarquia constitucional, isto é, em que o representante hereditário governa a região com o auxílio de um parlamento eleito pela população. No caso do país europeu, o atual rei é Philippe – primogênito do rei Albert II, quem abdicou do trono aos 78 anos.

    O seu nome é uma variação charmosa e diferente de Phelipe e também da tradicional nomenclatura iniciada com “F”, Felipe. Só que independente da maneira que é escrita, a opção é definida como “aquele que é amigo dos cavalos” ou o “homem que ama a guerra”. Pelo segundo significado, passou a ser um termo amplamente usado na Inglaterra, durante a Idade Média.

    E curiosidade: Felipe é também nome do príncipe da história da “A Bela Adormecida”. Veja outras inspirações dos contos de fadas aqui! 

    3. Harald

    Com 83 anos e sem previsão de abdicar do trono, Harald V governa a monarquia constitucional estabelecida na Noruega. O nome do representante, conhecido pelo apoio à minorias sociais como LGBTs e imigrantes no país, tem equivalência a Harold e remete a “governante do exército”, “líder” e entre outras expressões de poder. Grandes referências para a chegada do pequeno, hein?

    Continua após a publicidade
  • 4. Charlotte

    Ao acompanhar os nascimentos que se tornam verdadeiros episódios marcantes da história britânica, provavelmente você assistiu a chegada da princesa Charlotte ao mundo, filha do meio do príncipe William e de Kate Middleton, duquesa de Cambridge. O nome da pequena, atualmente com cinco anos, é a versão francesa de Carlota e remete a apenas “mulher” ou, já que estamos falando sobre governança, “mulher do povo”. Popularidade entre familiares e amigos queridos não irá faltar!

    5. Aiko 

    De origem japonesa, este foi o nome escolhido pelo príncipe Naruhito e a princesa Masako para nomear a única filha do casal. A expressão significa “filha amada” ou “criança amada”.

    A título de curiosidade, desde 2005, luta-se para que a princesa Aiko possa exercer o poder quando for necessário, como substituta do seu pai. Entretanto, no Japão, ainda vigora a Lei da Sucessão Imperial, de 1947, em que apenas representantes do sexo masculino podem assumir o cargo dentro da monarquia constitucional parlamentar japonesa.

    6. Isabel

    Foi desta maneira que o rei Philippe da Bélgica, junto a sua esposa Matilde Maria Cristiana Gislaine d’Udekem d’Acoz, decidiu chamar sua filha mais velha. Ainda que a nomeação seja a versão popular de Elizabeth, em países como Espanha e Portugal, a sua definição é bem diferente. Isabel significa “pura”, “casta” ou “aquela que cumpre as suas promessas”.

    7. Kiko

    Com terminação em “a” ou em “o”, as duas versões na língua japonesa são possibilidades para meninas que estão a caminho. Este foi o caso da princesa Kiko, tia de Aiko e esposa do príncipe Akishino, irmão do atual governante do país, o príncipe Naruhito. Na onda dos curtinhos com apenas duas sílabas, a sua definição também é pequena, mas bastante significativa: “livre”.

  • 8. Mohammed

    Para além de países como Inglaterra e Japão, os Emirados Árabes Unidos são um compilado de diferentes territórios comandados por sete famílias monárquicas, tendo o bilionário Mohammed bin Rashid Al Maktoum como primeiro-ministro e vice-presidente. O seu nome é bastante popular entre os povos árabes, especialmente por ser o correspondente de Maomé e significar “louvado”.

    9. Kate

    Ainda na linha dos nomes curtos, mas com belos significados, Kate faz referência a duquesa de Cambridge, casada com o príncipe William, da Família Real britânica. Normalmente, a expressão de duas sílabas é usada como apelido de Katherine ou Catarina, mas por que não transformá-lo em nome próprio, não é? Até mesmo porque ela traz o mesmo significado: “pura”.

    10. William

    Com o spoiler do nome acima, esta foi a opção escolhida pela famosa princesa Diana para nomear um de seus filhos. Além da pronúncia que facilita o seu uso em diferentes lugares do mundo, a sua definição também é bastante potente. William remete a “protetor”, “corajoso” ou, ainda os dois significados juntos, “o que deseja proteger”. E por mais estranho que possa parecer, o nome inglês tem origem germânica e o seu significado é idêntico ao de Guilherme. Curioso, né?

    (E se você não curtiu nenhuma destas sugestões, confira nossa ferramenta de nomes de bebês. O do seu filho vai estar lá! 😉)

    Continua após a publicidade
    Publicidade