Continua após publicidade

Como ensinar a criança a ter mais paciência?

Ser tolerante e resiliente é uma habilidade que se desenvolve com o autocontrole. Saiba como estimulá-lo no seu filho

Por Isabelle Aradzenka
5 fev 2023, 10h00

A paciência deve ser praticada em todas as fases da vida, começando pela primeira infância. “Ela é uma virtude que se desenvolve através de como a pessoa vive a frustração e a espera”, explica Danielle Barriquelo, psicóloga e diretora do Colégio Marista Anjo da Guarda. Por isso, podemos dizer que é a capacidade de equilibrar e persistir, ou melhor, ter tolerância e sustentar situações com resiliência e calma.

O desenvolvimento da habilidade na criança está ligado à capacidade que ela tem de ter suas expectativas atendidas ou não durante a vida, junto à convivência com seus pares.

Como estimular a paciência na criança?

A principal forma de criar crianças pacientes é com o espelhamento de atitudes dos adultos. “Pequenos aprendem muito por meio da observação. Se você perde o controle em situações difíceis, pode apostar que seu filho vai perceber esse comportamento”, pontua a especialista. Parta da reflexão sobre como os mais velhos vivem e se comportam na casa. Eles se relacionam em comunidade de forma paciente e resiliente?

Aprendizagens que estimulam o autocontrole são igualmente significativas. Aproveite as esperas do dia a dia pela alimentação, por um brinquedo ou desejo para introduzir o tema com o pequeno. “É preciso estabelecer combinados que delimitam o que e quando as coisas vão acontecer. E, claro, que eles sejam de fato realizados para que o seu filho sinta segurança”, diz Danielle.

Converse e explique qual é o tempo das coisas, das pessoas e como os mais novos estão inseridos nisso. Diálogos que envolvam a espera, o bem querer, o que se gosta ou não fortalecem a compreensão das crianças pequenas sobre o que é ter e viver a paciência.

Continua após a publicidade
mãe e filha desenhando
(d3sign/Getty Images)

Evite o imediatismo

A velocidade do viver é um impeditivo para o desenvolvimento da paciência. Imediatismo, recompensas instantâneas e gratificações sem reflexão acostumam as crianças com retornos rápidos, sem que elas necessitem passar pela espera. “Você não precisa atender seu filho imediatamente em tudo. Quando ele pedir para jogar bola, por exemplo, diga que antes deve terminar algo que está fazendo. Depois, honre o pedido”, orienta a especialista.

Os menores terão mais dificuldade para lidar com a demora no início. Mas irão aprender a praticar a paciência – desde que os pais cumpram os combinados. “Agradeça à criança por esperar, valorizando essa habilidade”, ressalta Danielle. À medida que crescem, os seus filhos apresentarão maior autorregulação.

Continua após a publicidade

Aposte em frases como…

Os combinados estabelecidos com as crianças precisam ser preservados, tanto nos cenários positivos quanto nos negativos. Use palavras positivas para ensinar a paciência, e não a punição. “Valorize quando seu filho espera por algo, isso demonstra confiança”, diz Danielle. Invista em frases como:

  • “Entendo que você queira isso agora, mas não é possível. No momento ‘X’, podemos realizar isso”
  • “Vamos pensar juntos no que a gente combinou?”
  • “Vamos pensar no que a outra pessoa está sentindo?”
  • “Estou junto com você e quero saber como está se sentindo”
  • “Não estou conseguindo entender o que você quer, vamos respirar fundo e conversar com calma?”

Jogos de revezamento e esportes são ótimos para praticar a paciência! Aproveite os momentos divertidos em família e, enquanto estiverem jogando, diga coisas como: “Você não pode mexer nessa peça agora, mas terá uma chance se esperar” ou “você percebe como todos precisam aguardar sua vez também?”.

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade
Publicidade