Continua após publicidade

Com doença incurável, bebê é abandonada aos 11 meses em hospital

Atualmente, aos dois anos, ela continua na instituição e é considerada parte da família dos funcionários. Entenda essa história!

Por Carla Leonardi
Atualizado em 27 out 2023, 18h50 - Publicado em 27 out 2023, 16h55

Na Espanha, uma menina foi deixada pelos pais no Hospital Universitário de Salamanca após receber o diagnóstico de uma doença incurável. Na época, ela tinha apenas 11 meses de vida. Hoje, aos dois anos, segue na mesma unidade, recebendo cuidados 24 horas por dia em razão de seu problema de saúde.

Publicidade

“A relação que estabeleceram [os funcionários] com ela é especial e cheia de carinho”, relatou Eduardo Consuegra, chefe de pediatria, ao jornal espanhol La Razón. A doença da pequena não foi informada, mas o médico contou que o Serviço Social está trabalhando para viabilizar a adoção, embora o caso seja mais complexo que o usual, já que ela demanda cuidados muito específicos. Por enquanto, a criança segue sob a tutela da Junta de Castilla y Leon.

Publicidade

De acordo com o profissional, a menina tem a mobilidade reduzida e apresenta maiores chances de desenvolver problemas respiratórios. Apesar disso, os funcionários do hospital se esforçam para proporcionar alguns momentos especiais para a garotinha, como a cauda de sereia que ganhou em seu aniversário.

Continua após a publicidade

Ao El Mundo, Eduardo relatou o desejo de que ela seja realmente acolhida por uma família. “Um dia, amanhã, ela vai querer saber de onde veio”, disse, relatando que os funcionários do hospital fazem uma coleção de fotos da menina ao longo de sua permanência na instituição.  Ainda assim, o médico alerta que, embora muitas pessoas tenham se interessado em adotá-la desde que a história veio a público, é preciso lembrar que a adoção deve ser séria e responsável.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade
Publicidade