Continua após publicidade

Mulher faz tanta força no parto que os olhos chegam a sangrar. Entenda!

Com o aumento da pressão ao empurrar o bebê, os vasos sanguíneos se romperam. Veja as imagens

Por Carla Leonardi
Atualizado em 23 out 2023, 14h11 - Publicado em 23 out 2023, 14h11

No começo de outubro, Maira deu à luz um garotinho de aproximadamente 4,59 quilos por parto vaginal, e precisou fazer tanta força que estourou vasos sanguíneos até dos olhos. A mexicana de Hidalgo relatou a experiência em seu perfil no TikTok. “Eu tive o maior bebê daquele dia – explodindo todos os vasos de sangue do meu rosto”, compartilhou.

O vídeo que ela postou na rede começa antes do nascimento, na cama do hospital, com o marido, Raul, passando chapinha em seu cabelo. Depois, uma cena mostra brevemente a feição de dor decorrente das contrações e, em seguida, os olhos de Maira já completamente vermelhos de sangue.

Na foto, há duas imagens. À esquerda, um recém-nascido grande, sem roupinha, de cabelo bem preto, olhos puxadinhos castanhos e pele clara/morena. À direita, o rosto de uma mulher, a mãe, com os olhos muito vermelhos de sangue. Ela está olhando para o lado, para mostrar o sangue. Tem a pele clara/morena, cabelos castanhos presos.
O recém-nascido, que veio ao mundo com 4,59 kg, e Maira, mostrando os vasos sanguíneos dos olhos já rompidos (TikTok @reynaybella/Reprodução)

“Eu prendi a respiração e empurrei com força, sem me importar com nada”, escreveu nos comentários. “Só queria que ele saísse, porque estava doendo muito”, acrescentou. No trabalho de parto, a força para empurrar o bebê pode aumentar a pressão sanguínea, levando à ruptura de vasos capilares dos olhos – o que, em geral, é inofensivo.

Continua após a publicidade

Suas seguidoras ficaram impressionadas com as imagens e parabenizaram Maira pela força. “Sinto por isso, você é corajosa, mamãe!”, comentou uma internauta.

Assista, a seguir, ao vídeo completo:

@reynaybella

#fyp #foryou #laboranddeliverystruggles #foryoupage #noepidural

♬ The Good Part – AJR

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade
Publicidade