Carro, natureza e economia: 7 tendências de viagem para famílias em 2021

A pandemia limitou as viagens, mas a vontade de sair permanece. Saiba o que será sucesso quando pudermos, enfim, colocar o pé na estrada.

Por Fernanda Tsuji Atualizado em 6 Maio 2021, 17h13 - Publicado em 8 Maio 2021, 10h00

Estamos divididos em dois grupos: os que puderam seguir as restrições sociais impostas pelo isolamento e os que precisaram sair de casa para trabalhar. O primeiro time está enjoado do “trajeto” quarto-sala-banheiro-cozinha. O segundo está preso no caminho casa-trabalho-casa na tensão sem fim das máscaras e do álcool gel, sem nem uma paradinha para jantar com os amigos.

A pandemia de covid-19 limitou nossas andanças pela cidade e nossa casa virou nosso escritório, a escola das crianças, nosso lazer no fim de semana. Não importa em qual grupo você se encaixe, chega um momento em que a situação fica sufocante.

E você não está sozinha nessa. Olhar o horizonte da estrada, conhecer lugares diferentes, fugir um pouco da rotina são desejos comuns – e necessários – neste momento que vivemos. Quando falamos de famílias com crianças, isto fica ainda mais patente, já que os pequenos estão sofrendo com esta restrição de espaço.

Mas em meio ao desejo, mora também o medo. A vacinação ainda está em andamento, os aeroportos e rodoviárias continuam sendo zona de risco e sabemos bem que excursões em grupos grandes estão fora de cogitação.

Os resorts e hotéis estão com preços convidativos, mas ainda há receio de muitas famílias com o transporte até lá, as medidas de higienização, os restaurantes… Todas estas ponderações fizeram os hábitos dos turistas mudarem no Brasil e no mundo. A vontade de viajar, no entanto, permanece.

De acordo com um levantamento do Booking – realizado com mais de 20.000 viajantes de 28 países em 2020 – 98% dos entrevistados passaram um tempo da quarentena pesquisando possíveis destinos. E o desejo de correr atrás do tempo perdido é grande: mais da metade dos brasileiros quer viajar para compensar alguma data importante que passou batida na pandemia.

No entanto, o setor do turismo – um dos mais afetados – precisará lidar com grandes mudanças de comportamento e novas expectativas do consumidor, que estará em busca de mais segurança, opções econômicas, contato com a natureza, locais mais perto de casa, além de mesclar trabalho com lazer – sim, precisa ter wifi!

Tudo isso aponta para uma tendência que vem forte entre as famílias: as viagens de carro para a natureza. É o que sugere também o relatório 2021 de previsões do Pinterest, onde as buscas por ideias de viagens de automóveis estão em alta, e por dados recentes do Airbnb, onde as opções de acomodações verdes e sustentáveis estão bombando.

A seguir, listamos as principais tendências para famílias com filhos para te ajudar a decidir o próximo destino. E ei, sabemos que vontade de sair não falta, mas é preciso colocar na bagagem o bom senso e a noção social de que não basta proteger só a sua família, mas a de todos ao se redor. Leve isso em consideração na hora de escolher o local, transporte e estadia, ok? Malas no carro e boa viagem!

    1) Vamos de carro!

    View this post on Instagram

    A post shared by 𝙴𝚗𝚜𝚞𝚖𝚒 𝙾𝚛𝚐𝚊𝚗𝚒𝚌 𝙵𝚊𝚖𝚒𝚕𝚢 (@ensumiorganicfamily)

    Sim, a hora é de viajar com riscos mínimos e controlar os perrengues, por isso, os destinos locais são os mais procurados – 1 em cada 5 pessoas deseja estar perto de casa, de acordo com o Airbnb. 55% dos entrevistados pelo Booking endossam este dado e pretendem explorar mais sua região, enquanto 63% planejam visitar um lugar que já conhecem e gostam. E tudo de carro (particular ou alugado), uma vez que 53% dos brasileiros estão com receio de contrair o coronavírus em transportes públicos.

    Com o dólar alto também, a ideia é economizar! O interesse por viagens de avião caiu 16 pontos e as viagens internacionais despencaram: 56% preferem uma localidade doméstica que possam ir pela estrada, segundo o Airbnb.

    Passagens aéreas e reembolsos, aliás, serão itens cruciais na hora de decidir um destino. 84% dos turistas brasileiros consultados pelo Booking alegam que prestarão ainda mais atenção ao preço na hora de planejar suas viagens e 78% estarão mais empenhados em procurar promoções e descontos. Além disso, acomodações reembolsáveis e flexibilidade de datas (muito importante em tempos de instabilidade como a pandemia) chamam a atenção de 36% dos viajantes. 

    E claro que a viagem de carro precisa ser gostosa, né? Segundo o Pinterest, uma tendência são os itens que transformam o veículo em um lugar de conforto, com um bom som, aromatizadores, massageadores, comidas que podem ser consumidas na estrada e um kit higenizador sempre em mãos.

    2) A família toda e… Até os pets!

    View this post on Instagram

    A post shared by Airbnb (@airbnb)

    A pandemia reduziu muito o número de viagens realizadas pelas famílias em 2020. Segundo o levantamento do Booking, 79% os brasileiros fizeram, em média, apenas uma viagem de lazer junto com parentes e/ou filhos. É pouco, mas o desejo de viajar permanece e metade dos entrevistados pretende pegar a estrada pelo menos uma vez neste ano também, sendo que a principal motivação apontada por 88% dos brasileiros foi “tirar um tempo para descansar mentalmente”.

    E para 78%, a companhia já está escolhida: “estar junto da família” aparece como uma das prioridades, segundo o estudo. Tanto é que um dos principais critérios para escolher o destino é que ele seja agradável para crianças e adultos, fator apontado por 71% dos viajantes brasileiros.

    O valor de estar conectado com os familiares e círculos de amigos próximos também cresceu em importância nos dados obtidos pelo Airbnb. 41% das pessoas dizem que este tipo de passeio se tornou muito mais importante para elas. É quase o dobro do percentual dos que mencionaram viagens para alcançar metas pessoais. Surpreendente, né?

    E quer saber uma curiosidade? Até os pets entraram nesta onda. A busca por como transportar os bichinhos em segurança em cadeirinhas específicas subiu 100% no Pinterest e o Booking registrou o dobro de aumento nas pesquisas por acomodações que aceitam animais.

  • 3) Tem wifi?

    Aquele sonho antigo de ser um nômade digital, não ficar preso ao escritório agora pode ser realidade de quem está em teletrabalho ou home office. Isso porque tendo internet, muitas pessoas conseguem trabalhar remotamente de outros endereços além de sua casa. O levantamento do booking aponta que 53% dos viajantes brasileiros já consideram reservar um lugar onde possam trabalhar e se divertir. 

    Continua após a publicidade

    Outro ponto em que a tecnologia vai ser fundamental na vida dos hóspedes é na hora de fazer reservas e check-in. 58% dos turistas brasileiros querem poder contar com máquinas de autoatendimento, o que diminuiria ainda mais o contato humano, enquanto 69% dos entrevistados também indica que as acomodações vão precisar ter tecnologias de ponta para fazerem as pessoas se sentirem seguras. 

    “Ainda vai demorar um tempo até que as viagens voltem ao patamar de antes da pandemia. No entanto, tudo aponta para o papel fundamental e permanente das viagens em nossas vidas. As viagens continuam a trazer alegria e inspiração para pessoas de todo mundo nos momentos de incerteza”, aponta Arjan Dijk, vice-presidente sênior e chefe de marketing da Booking.com. 

    4) Para a natureza já! 

    Depois de tanto tempo de confinamento, grande parte das famílias não vê a hora de correr livremente por aí. E os destinos naturais e áreas rurais são os pedidos da vez, já que também garantem um isolamento maior do que nos grandes centros urbanos.

    O Pinterest adiantou em seu relatório anual que a vida ao ar livre e os campos de flores tendem a ser um grande atrativo por conta das virtudes terapêuticas, indicando que cabanas na floresta, parques nacionais e lugares de caminhadas ao ar livre farão a cabeça do viajante em 2021.

    E de fato: “fazer trilhas” (94%), “descansar” (33%), “aproveitar a natureza” (44%) e “respirar ar puro” (50%) são recomendações que aumentaram na plataforma do Booking. 

    View this post on Instagram

    A post shared by ViajaTu✈️Family Travel (@viaja_tu)

    Os destinos mais pesquisados no Booking para o Natal em dezembro de 2020 foram:

    • Ubatuba
    • Florianópolis
    • Rio de Janeiro
    • Gramado
    • Bombinhas
    • Guarujá
    • Campos do Jordão
    • Ilhabela
    • Porto de Galinhas
    • Balneário Camboriú

    5) Viagens curtinhas, por favor! 

    O fim de semana será o bastante para dar aquela fugidinha! Três em cada quatro turistas acham que está tudo bem fazer mais viagens curtas do que faziam em 2019, como mostra a pesquisa do Booking, que também evidencia outra tendência que tem tudo a ver com as incertezas econômicas do momento: mais viagens a curto prazo, pagando à vista em detrimento daquelas viagens dos sonhos, parceladas e que economizávamos para poder realizar.

    Faz sentido, já que fazer planos a longo prazo não parece ser muito prudente diante de tanta instabilidade.

    View this post on Instagram

    A post shared by Viagem e Turismo (@viagemeturismo)

    6) Hotel ou aluguel?

    No quesito acomodações, inclusive, 43% dos viajantes brasileiros questionados pelo Booking em julho de 2020, disseram preferir as casas de temporada ao invés dos hotéis e resorts. E isso é uma mudança de comportamento considerável, uma vez que em 2019, 60% dos entrevistados preferiam hotéis.

    E um outro dado ajuda a entender esta preferência: segurança e limpeza. Na mesma pesquisa, 81% das pessoas alegaram que só irão reservar uma acomodação se tiverem clareza sobre as medidas de saúde e higiene que foram adotadas. Isso indica que as empresas do turismo terão que se esforçar ainda mais para reconquistar a confiança do consumidor, que está atento também para medidas de distanciamento físico em atrações turísticas (71%).

    Locais com menos fluxo de pessoas, como casas de campo inteiras, pousadas com menos rotatividade e praias menos frequentadas, também serão uma forte tendência para 2021, segundo aponta o Airbnb. A plataforma, aliás, possui um guia padronizado de higienização enviado para os anfitriões desenvolvido com orientações de autoridades sanitárias e do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), dos EUA.

  • 7) Escola da vida

    View this post on Instagram

    A post shared by 𝙴𝚗𝚜𝚞𝚖𝚒 𝙾𝚛𝚐𝚊𝚗𝚒𝚌 𝙵𝚊𝚖𝚒𝚕𝚢 (@ensumiorganicfamily)

    Momentos de crise nos transformam. Prova disso é um aumento de interesse por formas mais sustentáveis de viver no futuro e procura por refúgios perto da natureza. Sete em cada 10 viajantes brasileiros pretendem viajar priorizando iniciativas e hospedagens que tenham consciência ambiental, como redução do consumo de água e reciclagem.

    Fica aí a dica para que as cidades se adaptem para regular o fluxo de transeuntes e reforce suas ações ecológicas, já que metade dos entrevistados da pesquisa do Booking declarou que irão evitar altas temporadas e atrações turísticas superlotadas.

    O hype agora é levar a família para se conectar com o natural, por meio de motorhomes ou resorts na floresta. Segundo o Pinterest, os pais estão buscando maneiras divertidas de estimular o aprendizado dos filhos na prática, como por exemplo, visitar lugares em que é possível se deparar com os reflexos das mudanças climáticas. “O teorema de Pitágoras é importante, mas não equilibra a mente”, diz o relatório, ressaltando a importância da busca pela saúde mental familiar também. 

    E por fim, anote esta: houve um aumento de 165% por destinos em que é possível observar as estrelas. Sonhar ainda pode, né?

        Continua após a publicidade
        Publicidade