Veja como cadastrar as crianças de 5 a 11 anos na ‘xepa da vacina’ em SP

Os menores sem comorbidades ou deficiências permanentes devem ser inscritos no posto de saúde mais próximo de sua casa ou escola.

Por Alice Arnoldi Atualizado em 17 jan 2022, 18h09 - Publicado em 17 jan 2022, 14h58

Com o objetivo de que não sobre doses pediátricas da vacina contra Covid-19 no fim do dia, a cidade de São Paulo iniciou a “xepa da vacina” para crianças de cinco a 11 anos sem comorbidades e/ou deficiências permanentes. O cadastro dos pequenos segue as mesmas orientações de quando foi a vez dos adultos entrarem na fila.

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, os pais que tiverem filhos dentro da faixa etária devem ir até o posto de saúde mais próximo da sua casa ou do local onde a criança estuda para informar um número de telefone e apresentar o comprovante de residência para o cadastro. Caso haja alguma dose infantil disponível no fim do dia, os profissionais da saúde entrarão em contato por ligação.

Vale lembrar que UBSs e AMAs da cidade de São Paulo estão funcionando das 08h às 19h, vacinando crianças entre cinco e 11 anos que tenham comorbidades, deficiências permanentes ou sejam indígenas e quilombolas. Já a xepa para o público infantil geral acontece no fim do dia, para que as dez doses pediátricas de cada frasco sejam utilizadas dentro das 12 horas em que podem ser aplicadas.

Início da vacinação das crianças sem comorbidades

Os pequenos que não são parte do grupo prioritário da imunização e não forem chamados para xepa precisarão aguardar até a segunda semana de fevereiro para serem vacinados contra Covid-19 na cidade de São Paulo.

De acordo com o anúncio feito pelo governo do Estado, no dia 14 de janeiro, o calendário paulista de imunização infantil contra o coronavírus seguirá as orientações do Ministério da Saúde, começando dos mais velhos para os mais novos.

Assim, a partir do dia 7 de fevereiro, as doses pediátricas serão destinadas ao público de 11, dez e nove anos. Ainda não houve a liberação das datas para a imunização das outras faixas etárias.

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade