Passo a passo: como cortar a unha do bebê sem machucá-lo

A hora da amamentação ou o sono profundo do bebê serão os seus melhores amigos nesse momento.

A chegada de um bebê traz um misto de sentimentos para os pais. Junto com a felicidade de tê-lo nos braços depois de meses de espera, há também as inseguranças. E para os pais de primeira viagem, a situação é ainda mais delicada, pois é a primeira vez de muitas situações, como a de precisar cortar a unha do bebê.

Como explica a pediatra Thais Bustamante, membro da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), é importante que as unhas do bebê sejam aparadas frequentemente por dois motivos.

“Primeiro para a proteção contra arranhões, já que elas são afiadas e os bebês colocam bastante a mão no rosto. E segundo porque uma unha grande pode acomodar agentes bacterianos e virais embaixo dela. E, ao colocá-la na boca ou em qualquer outra região do rosto, pode vir a ser uma fonte de contaminação”.

 

Só que na hora de mantê-las aparadas, outras dúvidas surgem no meio do caminho: existe um corte ideal para as unhas? Como colocá-lo em prática? E se machucar o bebê? Pensando nisso tudo, conversamos com especialistas que detalharam quais cuidados são necessários ter para que o momento não seja um pesadelo para os pais.

1. Não há momento certo

Sabe o lema de que “cada caso é um caso”? Ele encaixa perfeitamente quando o assunto é cortar a unha do bebê. Isso porque não há um momento exato para os pais começarem a apará-la. É preciso estar atento às demandas de cada criança.

Como lembra a pediatra Caroline Peev, do Sabará Hospital Infantil, alguns bebês podem até mesmo nascer com a unha maior e acabar se arranhando ainda na maternidade. Isso faz com que o primeiro corte seja feito ali mesmo. Já para outros bebês, o momento pode demorar um pouco mais para chegar.

 

Portanto, a regra principal entre os especialistas é: as unhas devem ser cortadas a partir do momento que começarem a causar arranhões.

2. Ele precisa estar calmo

Para facilitar o momento que pode trazer muita tensão aos pais por medo de machucar os filhos, as pediatras aconselham a cortar as unhas dos bebês quando eles estiverem calmos, sem fazer movimentos bruscos.

Os melhores momentos acabam sendo quando o pequeno está dormindo, já no estágio de sono profundo, ou quando ele está sendo mamando – seja no peito materno ou na mamadeira.

3. Qual utensílio usar?

Para as unhas mais finas, em que os pais precisam apenas aparar lasquinhas que se soltaram sozinhas, as médicas indicam o uso de lixas. Entretanto, é importante que elas sejam específicas para bebês e sejam esterilizadas com álcool 70.

Já para o corte das unhas em si, os pais podem escolher entre os cortadores infantis específicos ou a tesoura para bebês, que tem a ponta arredondada. Ambos devem ser higienizados antes do uso.

Entre as especialistas, a escolha de qual opção é melhor varia. Para Thais, o mais importante é que os pais optem pelo utensílio que trazem mais confiança na hora de usá-lo. Já para Caroline, a faixa etária das crianças acaba sendo um fator decisivo na escolha.

“O cortador com lupa recomendamos para bebês maiores, a partir dos seis meses, em que a unha é mais endurecida. Já para o recém-nascido e bebês mais novos, recomendamos a tesoura de borda redonda”, detalha a pediatra.

4. O corte

Para os pais com medo de machucarem o bebê nesse momento, saiba que existem alguns macetes que podem ajudá-los.

Para ficar mais fácil de entender a partir de onde a unha deve ser cortada, Caroline explica que os pais devem pressionar suavemente a raiz da unha do bebê. Isso fará com que a parte branca, que será tirada, fique mais nítida em contraste com o tom avermelhado que surge por toda a unha ao apertá-la.

 (FotoDuets/Getty Images)

Ainda com a pressão para que a unha fique grudada com a pele abaixo dela, Thais explica que o corte deve acompanhar o formato do dedo do bebê, sem arredondar as pontas.

5. As unhas da mão são diferentes das dos pés

Já para os pés, as especialistas explicam que os pais devem fazer com que o corte das unhas seja reto, e não tão rente quanto o das mãos.

“Por ser uma unha muito fina, é importante deixá-la sobrar um pouco para que os cantos, quando crescerem, não encravem”, explica Thais.

Isso significa que também não é recomendado ficar abaulando as laterais com lixas depois de cortar a unha reta. Vale tirar uma sobra ou outra da frente caso o corte tenha saído torto, mas evite ao máximo mexer nos cantos.

6. Se machucar, nada de desespero

Mesmo com todos os cuidados, pequenos acidentes podem acontecer nesse momento – como a tesoura escapar da mão dos pais, ou achar que está cortando em um lugar e ir um pouco além.

Caso isso aconteça, saiba que está tudo bem ficar nervoso. Mas é preciso respirar fundo e retomar a calma, pois a situação é mais comum do que se imagina.

Com os ânimos mais tranquilos, foque em lavar o machucado do bebê com água e sabão. Se ele ainda sangrar depois disso, as especialistas indicam pressionar o corte com um algodão ou uma fraldinha do próprio bebê. Não é preciso fazer nenhum curativo no local ou passar alguma medicação. Ele tende a cicatrizar rápido.

7. A unha encravou. E agora?

Caso o corte tenha saído errado e a unha do bebê comece a mostrar sinais de que está encravando, é preciso de atenção.

Caroline explica que a região inflamada tende a ficar avermelhada e dolorida. Nesse momento, os pais podem recorrer à compressas de água no local. Não é recomendado o uso de nenhuma medicação sem prescrição médica.

Se em 24 horas o quadro não apresentar melhoras significativas, é preciso que o bebê seja levado ao pediatra para que o caso seja analisado corretamente.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s