Coronavírus: mãe que deu à luz em coma induzido segura filha pela 1ª vez

Recuperada do Covid-19, Angela Primachenko finalmente conheceu sua bebezinha Ava, que testou negativo pra doença.

Entre as tantas histórias emocionantes que circulam na pandemia, uma chamou atenção e, felizmente, teve desfecho feliz. Uma grávida norte-americana de 27 anos, diagnosticada com Covid-19, deu à luz enquanto estava em coma induzido.

Angela Primachenko estava de 33 semanas quando apareceram os primeiros sintomas do coronavírus. A tosse evoluiu e dois dias depois, com febre muito alta, ela foi testada positiva no final de março. Internada na UTI do centro Médico Legacy Salmon Creek, em Washington, ela viu a doença evoluir rápido e aceitou quando os médicos propuseram colocá-la em coma induzido.

A bebezinha Ava acabou nascendo neste período e testou negativo para a doença. Após o parto, o quadro da mãe começou a dar sinais de melhora.

Veja também

Cinco dias depois, Angela conseguiu respirar sem os aparehos, mas a bebê, por ser prematura, continuou internada na UTI neonatal. No dia 10 de abril, a americana foi transferida pro quarto e recebeu aplausos da equipe médica. Olha que emocionante!

Neste dia, ela contou que ainda não tinha conhecido Ava (cujo o significado é “sopro de vida”), mas que as enfermeiras costumavam tirar fotos da bebê para ela.

Felizmente, o tempo passou e o tão esperado abraço aconteceu! “Chorando muito agora!”, postou. “Eu estou livre do corona! E segurando minha menininha em minhas mãos!”, legendou ela, que passou 17 dias no hospital, sendo 10 entubada.

Ela explicou a razão de ainda estar de máscara, mesmo estando curada. “Todo mundo tem que usar quando visita a UTI neonatal”, disse e continuou em outra postagem: “Ava está se saindo muito bem e ganhando peso todos os dias como um campeã! Em mais ou menos uma semana, nós poderemos levá-la pra casa”.

E eis que o dia chegou! “As últimas semanas foram repletas de tantas mudanças inesperadas na minha vida. Eu sinto que poderia escrever um romance. Mas por hoje, eu só vou escrever que a vida é boa e que devemos sempre procurar o bem em todos os dias”, disse em sua conta no Instagram.

Angela também é mãe de uma menininha, Emily, de 1 ano, que finalmente pode conhecer a irmãzinha.

View this post on Instagram

My girls meeting each other yesterday 😍

A post shared by Angela Primachenko (@angela_primo) on

 (Juliana Pereira/Bebê.com.br)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s