10 hábitos para adotar em família em 2018

Virada de ano é época de estabelecer metas! Que tal colocar todos de casa toda para se esforçarem juntos e, assim, garantir um 2018 mais feliz e saudável?

Não importa se é comer melhor, praticar mais atividades físicas ou economizar, uma coisa é certa: fazer mudanças em família é bem melhor! Pode dar um pouco de trabalho colocar todos na linha, mas manter a rotina saudável é mais fácil quando todos estão empenhados.

Para as crianças, isso é ainda mais importante, pois elas se espelham nos adultos e os hábitos adquiridos na infância se estabelecerão para toda a vida. Veja a seleção de metas que sugerimos para a família em 2018:

1. Ficar de olho nos níveis de estresse

A agenda cheia de compromissos pode pesar no psicológico do filho e até mesmo afetar seu desenvolvimento cerebral. Para os adultos, a tensão constante eleva o risco de infarto, hipertensão e outras doenças. Motivos não faltam para buscar equilíbrio e paz de espírito.

2. Comer prestando atenção na comida

É raro nos dias de hoje, mas o ato de fazer as refeições em família – e sem distrações como televisão e celular – ajuda a criança a estabelecer uma relação mais saudável com a comida, sem contar que é uma oportunidade e tanto de convívio. Tente reunir todos sentados à mesa ao menos uma vez ao dia.

3. Dormir bem

Para isso, crie um ritual do sono, que envolva dormir no mesmo horário e realizar atividades relaxantes nas horas antes de deitar: ouvir música calma, contar histórias e por aí vai. Você ficará mais disposto e as crianças manterão um ritmo melhor durante o dia e à noite.

4. Reformular o cardápio de lanchinhos

As crianças brasileiras consomem mais de 70% da quantidade diária de açúcar só no lanche. Elimine da dispensa as bebidas adoçadas artificialmente, como os néctares de fruta e os refrigerantes, e invista num cardápio colorido e balanceado, com mais frutas, fontes de carboidratos integrais e outros nutrientes.

5. Experimentar coisas novas

O cérebro infantil e o adulto se beneficiam de experiências desafiadoras e novidades que estimulem os sentidos. E isso não quer dizer gastar dinheiro ou viajar para longe. Vale andar pelo bairro, buscar passeios perto da sua cidade e gratuitos ou até mesmo dentro de casa testar uma receita nova a quatro mãos, por exemplo.

6. Comprar menos coisas

O consumismo faz mal não só ao bolso, mas ao meio ambiente e ao desenvolvimento infantil, pois se a criança tem tudo o que quer, provavelmente terá dificuldades de se conter durante a vida adulta. Considere dar experiências como presente ao invés de novos brinquedos, diga mais “não” e incentive trocas entre os amiguinhos.

7. Ficar menos tempo em frente às telas

Troque as longas horas em frente à televisão ou celular por livros e por pelo menos alguns minutos diários de brincadeira em família. De quebra, isso ajuda a diminuir os índices do sedentarismo, que pode afetar a saúde de todos da casa. Lembrando que crianças que já sabem andar sozinhas devem ficar ativas por no mínimo 180 minutos ao dia.

8. Conviver mais e melhor com as diferenças

Nem todo mundo é igual, ainda bem! E em um mundo polarizado como o nosso, essa é uma mensagem importante de reforçar aos filhos e adultos. A dica é conviver com pessoas diferentes e conversar sobre respeito e tolerância com os pequenos desde o berço.

9. Repensar o sistema de recompensas

É normal querer compensar para o filho o tempo fora de casa ou mesmo premiá-lo por um bom comportamento. Mas há limites e isso nem sempre significa comprar presentes. As recompensas devem ser pontuais e mais simbólicas que materiais.

10. Ter mais contato com a natureza

Toda a família se beneficia disso. Não só o verde ajuda a acalmar e lidar com o estresse cotidiano, como ainda colabora para desenvolver os sentidos e a criatividade dos pequenos. Sem contar que é mais fácil falar de preservação do meio ambiente se a criança já estiver familiarizada com o mundo lá fora.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s