Receba newsletters grátis!

Faça o cadastro e receba por e-mail informações sobre sua gravidez e filhos

  • Gravidez
  • 1º ano
  • 2º ano
  • 3º ano
  • 4º ano
  • 5º ano
  • 6º ano

Navegue pela linha do tempo do seu filho

Família

Métodos para saber quando ocorre a ovulação

Rachel Campello Atualizado em 27.11.2013
sexo-com-compromisso

Getty Images

Conheça algumas estratégias para saber quando ocorre a ovulação, pois é nesse período que aumentam as chances de um casal engravidar

Quando um casal resolve ter um bebê, fazer sexo ganha status de compromisso, com dia e hora marcados. Se a gravidez não acontece rapidamente, o estresse toma conta. Então, antes de entrar nessa tensão, saiba exatamente quando você está ovulando, pois é nesse período que aumentam suas chances de engravidar. Durante o resto do ciclo tente relaxar. Em outras palavras, preocupe-se com a concepção apenas no período da ovulação. No restante, aproveite a vida sexual sem cobranças ou expectativas. "Ao contrário do que as pessoas pensam, não é possível controlar todo o processo até conseguir engravidar", esclarece o ginecologista Marco Antônio Lenci, do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Essa tensão, ao invés de ajudar, pode atrapalhar, alerta. Para facilitar sua vida, veja como calcular os dias da ovulação:

 

Temperatura basal: o método, indicado para mulheres que têm o ciclo regular consiste em medir a temperatura diariamente pela manhã, quando ela está mais baixa. No dia da ovulação, devido à ação da progesterona, ela tende a subir cerca de 1 grau. A questão é que a temperatura pode subir alguns dias antes e se manter elevada alguns dias depois da ovulação. Ou seja, fica impossível ter certeza do dia exato por esse método. O ideal é manter as temperaturas anotadas por vários meses para que você observe em que período do ciclo ela sobe. Com essa informação, tenha relações alguns dias antes e alguns dias depois.

 

Tabelinha: o método também é indicado para mulheres que têm ciclos regulares. Você considera o primeiro dia da menstruação e conta até o primeiro dia da menstruação seguinte. Subtraia 18 dias do número total e tenha relações em dias alternados, por uma semana. Exemplo: para um ciclo de 30 dias, diminua 18. A partir do dia 12, faça sexo dia sim, dia não.

 

Cólica: cerca de 20% das mulheres sentem cólica leve ou pressão no abdômen durante o período ovulatório. O desconforto pode durar alguns minutos ou até mesmo algumas horas.

 

Mudança no muco cervical: devido às flutuações hormonais do organismo durante o ciclo menstrual, o muco cervical também muda de cor e textura. Antes da ovulação, a quantidade é pequena ou inexistente e a vagina fica mais seca. No período ovulatório (que inclui alguns dias antes e outros depois da ovulação), a secreção é abundante e transparente. Para algumas mulheres, lembra a clara do ovo. Além da proximidade com a ovulação, a chance de engravidar também aumenta porque os espermatozoides têm vida mais longa nesse ambiente. Após esse período, ele fica como no início do ciclo.

 

Teste de ovulação: comprado em farmácia, ele funciona como um exame de gravidez. A mulher coloca três gotas de urina no estojo e aguarda alguns minutos. O resultado indica se ela está ovulando. Para ter mais precisão, é necessário começar usá-lo logo que a menstruação terminar.


Rede MdeMulher
Publicidade