Governo de São Paulo anuncia vacinação de professores contra covid-19

A vacinação começará no dia 12 de abril para profissionais da educação das redes estadual, municipal e particular desde creches até Ensino Médio.

Por Alice Arnoldi 24 mar 2021, 16h45

Em meio ao cenário desafiador de escolas paulistas fechadas devido a fase emergencial do estado, São Paulo recebe uma boa notícia na quarta-feira (24). Em uma coletiva de imprensa, o governador João Dória anunciou que profissionais da educação começarão a ser vacinados contra a covid-19 a partir do dia 12 de abril.

A primeira etapa da imunização será destinada a trabalhadores desde creches até o Ensino Médio, das redes municipal, estadual e particular. Serão eles: professores, diretores, inspetores de alunos e outros profissionais da educação que tenham mais de 47 anos e estejam atuando diretamente nas escolas presencialmente.

  • E os professores das escolas particulares?

    Em relação às instituições de ensino privado, Rossieli Soares, Secretário da Educação de São Paulo, informou que será exigido um contracheque de dois meses anteriores a abril. Esta medida será adotada como uma forma de evitar que pessoas ingressem no trabalho de escolas particulares apenas para receberem a vacina, tirando dos profissionais da educação que precisam.

    Ainda de acordo com o Secretário, a importância da vacinação dos trabalhadores da educação se dá pelas taxas preocupantes observadas de 2020 para 2021. Segundo Rossieli, antes da pandemia, 56% das crianças eram alfabetizadas no final do primeiro ano. Atualmente, esta taxa não chega a 21%. “Este número traz em si ainda mais desigualdade, porque aqueles que precisam mais estão aprendendo ainda menos”, enfatizou o representante governamental.

    Continua após a publicidade
    Publicidade