Cidade de SP começa vacinar jovens entre 12 e 15 anos com comorbidades

Nesta fase da vacinação contra covid-19, serão imunizados adolescentes que tenham deficiências permanentes ou sejam gestantes ou puérperas.

Por Alice Arnoldi 23 ago 2021, 11h56

Com o avanço do calendário vacinal contra a covid-19, no dia 23 de agosto, a cidade de São Paulo inicia a imunização de adolescentes entre 12 e 15 anos com comorbidades, que tenham algum tipo de deficiência permanente (física, sensorial ou intelectual) ou sejam gestantes ou puérperas. Dentro desta faixa etária, espera-se que 92.868 brasileiros sejam vacinados.

Conforme orientações da Secretaria Municipal de Saúde, o público menor de 18 anos precisa estar acompanhado pelos pais. Caso contrário, outro adulto deve mostrar uma autorização assinada pelo responsável do adolescente. Além disso, ele deve ter em mãos também o seu CPF, um documento de identificação, como o RG, comprovante de residência e o cartão do SUS.

E assim como foi pedido em outras idades da população tanto com deficiência quanto com comorbidades ou que eram gestantes ou puérperas, é preciso que os adolescentes também levem um documento comprovando que pertencem a uma das categorias elegíveis para vacinação neste momento.

  • Caso não haja um documento comprobatório será possível a vacinação a partir da autodeclaração, a pessoa deverá ser informada quanto ao crime de falsidade ideológica (art. 299 do Código Penal). O modelo de autodeclaração pode ser encontrado no link: www.prefeitura.sp.gov.br/vacinasampa”, informa o governo municipal sobre o assunto. 

    Vale também ficar atento ao fato de que, até agora, a Pfizer/BioNTech é o único imunizante aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso em adolescentes a partir de 12 anos, no Brasil. Recentemente, a Agência negou o pedido do Instituto Butantan para a liberação da CoronaVac para crianças a partir de três anos, alegando que os estudos apresentados ainda não comprovam a eficácia e segurança da vacina à faixa etária indicada.

    Continua após a publicidade
    Publicidade