Barriga no pós-parto: 18 dicas para recuperar sua forma

Conheça dicas infalíveis para ter seu abdômen de volta depois de dar à luz e ficar de bem com o seu corpo.

A barriga, com certeza, é a parte do corpo que passa por mais transformações durante os noves meses de gravidez. O útero, originalmente do tamanho de uma pera, cresce até alcançar a dimensão de uma melancia – o que faz todos os outros órgãos do local se deslocarem para cima. Os músculos abdominais se afastam e vão para os lados. Para acompanhar esses movimentos, a pele estica o máximo que consegue, fica mais frágil e ressecada.

Apesar de todas essas assustadoras alterações, nosso corpo está preparado para retornar ao que era antes. Mas é preciso ajudá-lo. E o primeiro passo é começar com os cuidados ainda durante a gravidez. Confira abaixo as 18 dicas mais importantes dadas pelos especialistas para ter seu abdômen de volta.

Durante a gravidez

(grinvalds/Thinkstock/Getty Images)

1. A melhor garantia de sucesso no projeto “quero meu abdômen de volta” é controlar o ganho de peso durante a gravidez. Quanto mais engordar, mais difícil será perder os extras e lidar com uma possível flacidez. No Brasil, os médicos aconselham a ganhar de 11 a 15 quilos nos nove meses. Lembre-se: estar grávida não significa comer por dois. Especialistas apontam que 300 calorias a mais por dia é o ideal – algo equivalente a um sanduíche natural com pão integral e patê ou uma fatia de bolo acompanhada por suco de frutas. Controle-se!

2. Outra atitude que ajuda a monitorar o peso e a estética do abdômen são os exercícios físicos. Converse com o seu médico pois o seu histórico de saúde e de atividades físicas, além do andamento de sua gravidez, é que vão determinar quando e por onde começar. Alguns obstetras só liberam exercícios depois do primeiro trimestre enquanto outros aconselham a começar antes.

3. Quem já faz algum tipo de atividade pode continuar com as devidas adaptações para a nova fase. Já as mulheres sedentárias devem escolher as modalidades de baixo impacto como a caminhada, a natação, a hidroginástica e o pilates. A yoga é uma ótima opção já que pode ser feita desde o começo da gravidez até o final, com aulas adaptadas e irá ajudar muito na respiração e postura da futura mãe.

4. Outra mudança que preocupa as mulheres são as estrias que podem aparecer na barriga durante a gravidez. Elas são causadas pelo estiramento do abdômen e o ganho de peso muito rápido. O aparecimento desse problema está associado a questões genéticas, mas hidratar muito bem o local pode evitar seu surgimento.

Veja também

5. Aplique o hidratante pelo menos duas vezes ao dia no abdômen. Prefira produtos específicos para grávidas, que possuem ingredientes mais potentes e nenhuma substância química prejudicial. A hidratação vai ajudar não só no combate às estrias, mas também a diminuir a sensação de coceira, causada pelo estiramento e ressecamento da pele.

6. No banho, use óleos com amêndoas e semente de uva para ajudar na hidratação. Depois de passar sobre a barriga, faça um enxágue rápido e seque levemente com a toalha.

7. Não se preocupe se surgir uma linha levemente marrom em sua barriga. A linha nigra, como é conhecida, nasce por conta dos hormônios da gravidez e desaparece alguns meses depois do parto. Evite tomar sol para não escurecê-la ainda mais.

8. Durante a gravidez, não use produtos para descolorir os pelos do abdômen. Além do risco de causar alergias, eles possuem amônia, substância que pode afetar o desenvolvimento do bebê.

No pós- parto

(dimid_86/Thinkstock/Getty Images)

9. A melhor maneira de perder os quilos extras – e consequentemente a barriga extra – é amamentar. O ato, além de ajudar no vínculo da mãe com o filho e proteger o bebê, também faz a mulher gastar cerca de 750 calorias diariamente. O mesmo que uma aula aeróbica, com a vantagem que você não precisa sair de casa!

10. As mudanças hormonais do pós-parto somada à rotina corrida e noites maldormidas podem te dar fome. Em nome da futura barriga, controle-se e descubra outras maneiras de aplacar a ansiedade, como conversar com as amigas, meditar ou ver televisão.

11. Investir em uma alimentação saudável continua a ser o melhor para não acabar com seus planos. Ao invés de comprar tentações, encha a geladeira com verduras, legumes e frutas – de preferência já preparados para quando bater a fome.

12. Beba muita água, cerca de 3 litros por dia, principalmente se estiver amamentando. Além do corpo precisar da substância para produzir o leite, a água estimula o funcionamento dos rins, acelerando a eliminação dos líquidos que estão retidos pelo corpo. E melhora a aparência da barriga.

13. Volte a fazer atividades físicas. Geralmente os obstetras liberam os exercícios duas ou três semanas depois de um parto normal e de quatro a seis semanas para quem fez cesárea. Essas últimas devem evitar esforço abdominal nos três primeiros meses. Você pode começar empurrando o carrinho do bebê no parque, por exemplo. E quando estiver mais disposta, aumente a quantidade e potência do exercício em uma esteira ou bicicleta ergométrica.

14. Uma boa dica é fazer aulas de yoga, que fortalece a musculatura da barriga, tonificando e ajudando os órgãos a retornarem ao local de origem. Existe uma série de àsanas (posturas físicas) que auxiliam no fortalecimento do abdômen, fazendo com que a pele e a musculatura voltem a seu tônus natural.

15. Usar uma cinta após o parto ajuda os músculos do abdome a voltar a sua posição normal e os órgãos internos ficam mais bem posicionados. Prefira modelos de tecidos mais naturais e sem arames. É aconselhável usar durante cinco meses.

16. Continue a usar um bom hidratante. Você pode voltar a usar o seu preferido, continuar com o escolhido na gravidez ou investir em uma nova marca desde que seja confiável.

17. A drenagem linfática pode ajudar bastante. Os movimentos suaves e lentos estimulam a circulação reduzindo a retenção de líquidos no corpo e diminuindo o inchaço, inclusive do abdômen.

18. Alguns tratamentos estéticos podem ser bons aliados para sua barriga, especialmente se surgiram estrias ao longo dos nove meses. Eles irão ajudar a deixar uma aparência melhor, embora não haja nada que elimine completamente as marcas das estrias.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s