10 aplicativos gratuitos que podem ajudar (e muito) na rotina da gestante

Os apps permitem acompanhar o desenvolvimento do bebê, dão dicas valiosas para as gestantes e podem até ajudar a movimentar o corpo.

Redes sociais, plataformas de streaming, jogos e ferramentas de organização… O que não faltam são opções de aplicativos para deixarmos os aparelhos celulares bem funcionais para nossa rotina, né? Mas independente de gostos e preferências, uma nova categoria destes apps pode despertar o interesse (e ser bastante útil) quando recebemos a notícia de um bebê a caminho: os de gestação.

Divididos em tipos diferentes, alguns deles são mais focados nas questões práticas da chegada do pequeno – permitindo que a mãe acompanhe o crescimento do seu filho, crie sua própria agenda com as datas de exames médicos e até cronometre as contrações quando o trabalho de parto se aproximar. Outros envolvem o cuidado com a saúde física e mental da gestante e há ainda os que a conectem com mulheres que estão passando pelo mesmo para dividir experiências.

Se a ideia é incluir alguns deles no seu dispositivo sem ter que entrar em um por um para decidir o que melhor funciona para você, fizemos aqui uma seleção de 10 aplicativos interessantes e que podem facilitar a rotina da grávida. Todos eles são gratuitos e estão disponíveis na Apple Store e no Google Play, mas os nomes podem variar um pouquinho de uma loja para outra, tá?

1. Gravidez +

Quem disse que não é possível acompanhar o pequeno bem de pertinho mesmo dentro da barriga? Com este aplicativo, as mães se cadastram informando a data estimada para o nascimento do filho e têm acesso a várias funcionalidades. Na aba “bebê”, é possível verificar com qual tamanho ele está, comparando sua dimensão com a de frutinhas e até descolar uma inspiração para o nome da criança, consultando a lista dos mais escolhidos por nacionalidade.

Já na parte específica para as mães, há um espaço para registrar o peso e as datas das consultas médicas, além de adicionar fotos da própria barriga para que possa ir verificando mês a mêss o seu crescimento. E vejam que bacana: na seção “plano de parto”, os pais já podem ir pensando em como desejam que seja o ambiente, a equipe médica e até as formas de anestesia durante o nascimento do pequeno.

Veja também

2. Gravidez – Sprout

Baseado nos guias da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), o aplicativo segue a mesma linha do anterior. Com imagens super realistas em 3D, ele permite às mães visualizarem o crescimento do filho, administrarem as tarefas relacionadas à gestação e, com o parto se aproximando, realizar um checklist da bolsa da maternidade.

Outro diferencial bacana é a seção “O Médico Diz”, que reúne informações interessantes sobre o que acontece dentro do útero da mulher em cada semana da gravidez e dicas sobre algumas mudanças no corpo para que a mãe não seja pega de surpresa – na 36ª semana, por exemplo, o aplicativo avisa que a primeira substância da amamentação, chamada de colostro, pode começar a ser excretada pelos seios.

3. Contrações na Gravidez 9m

As contrações sentidas na reta final da gestação sinalizam que o nascimento do pequeno se aproxima. Mas como saber se é hora de juntar as malas e partir para o hospital? Para verificar a frequência e duração das contrações, este aplicativo pode servir como uma boa ferramenta.

Simples de usar, ele monitora o progresso do trabalho de parto e caso a mãe opte pelo parto domiciliar, o dispositivo avisa em qual estágio a mulher se encontra a todo momento. Mas lembre-se: apesar do app ser baseado em indicadores padrão, nada substitui a orientação do seu médico, que saberá dizer com precisão a quais sintomas você deve ficar atenta.

4. Meu Pré-natal

Desenvolvido pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais, o aplicativo conta com algumas das funcionalidades básicas já listadas, como os dados do bebê e um contador de contrações. Ele ainda fornece o chamado “gestograma”, uma calculadora da gravidez que informa o momento atual da gestação e prevê a data de parto.

As mães de primeira viagem podem curtir bastante a aba “Seção de dúvidas”, que reúne alguns dos principais questionamentos relacionados à gravidez, ao nascimento do bebê e outras perguntas gerais (que, novamente, só serão solucionadas com maior garantia depois de se consultar com um especialista).

5. Baby Pics – Editor de fotos

Até as mães que não são muito adeptas às fotos acabam pagando a língua durante a gestação, né? 😂  É cada momento precioso do crescimento da barriga que dá vontade de registrar tudinho! Com este editor, é só fazer o clique ou importar a imagem do rolo de câmera e personalizá-la como quiser: com ilustrações delicadas, números indicando a semana da gravidez e muito mais.

Ah, e não para por aí! O aplicativo pode ser aproveitado como um diário de fotos também quando o bebê já estiver nascido. Vale criar colagens fofíssimas com do pequeno, capturar os seus primeiros passinhos ou comemorar o seu mesversário – e depois compartilhar o resultado com a família inteira, claro!

6. Yoga pré-natal | Down Dog

Quando o assunto é yoga, o aplicativo Down Dog é bastante conhecido. Ao contrário de outros que disponibilizam vídeos pré-gravados, o aplicativo fornece sequências variadas e de diferentes práticas de yoga para evitar a monotonia na hora da atividade.

Nesta versão especial para as gravidinhas, é possível ter acesso a posições apropriadas para cada trimestre da gestação e – melhor de tudo – focar em exercícios que trabalharão necessidades específicas de cada pré-natal: fortalecimento do assoalho pélvico, preparação para o trabalho de parto e alívio da dor lombar são alguns deles.

7. Treino para grávidas

Sabemos bem dos benefícios que a atividade física traz para a mulher durante a gravidez, mas também temos consciência que na rotina corrida que antecede a chegada do bebê nem sempre sobra tempo para se exercitar. Por isso, se a ideia é movimentar o corpo – nem que seja por 10 minutinhos – sem sair de casa, este aplicativo pode ser uma escolha bacana.

Os treinos são divididos por grupos musculares, duração e a mulher pode decidir o nível de dificuldade que deseja para a sua prática. Assim, mesmo quem é iniciante pode desfrutar das vantagens de se movimentar durante os nove meses. Bacana, né?

8. Lista de Enxoval – The Mammys

Montar o enxoval pode ser uma tarefa e tanto especialmente para as mães de primeira viagem. Para não pecar por exageros e saber o que ainda falta comprar, este aplicativo oferece uma lista completa com os itens essenciais separados por categorias (enxoval do bebê, higiene, passeio, alimentação e por aí vai).

Bônus: as roupinhas e acessórios são selecionadas de acordo com a estação do ano do nascimento do pequeno e você pode marcar o que já garantiu por tamanho para manter tudo organizado. E se precisar de uma ajudinha extra, confira aqui alguns produtinhos que não podem faltar para receber o novo integrante da família.

9. GentleBirth

Além de cumprir a tabela de exames e preparar o enxoval para a chegada do pequeno, a preparação para se tornar mãe é também emocional. Neste sentido, mulheres que já tem a meditação como parte da rotina ou que pretendem começar a desfrutar dos benefícios da prática, podem curtir o GentleBirth.

Criado por uma especialista em parto positivo e obstetriz, o programa de hipnoterapia combina sessões de meditações curtas, hipnobirthing, técnicas de respiração e mindfullness. Navegando pelo aplicativo, a futura mãe pode encontrar listas de reprodução específicas para ajudá-la a dormir, a lidar com a ansiedade e que possam inclusive prepará-la para manejar os sentimentos durante o trabalho de parto.

10. WeMoms

Compartilhar experiências com outras pessoas que estão vivendo o mesmo que você pode ser muito enriquecedor. Nessa espécie de comunidade virtual, a mulher se cadastra identificando se já é mãe ou se pretende ser e selecionando quais são seus temas de interesse (por exemplo: teste de gravidez, amamentação, insônia, etc.).

Em seguida, é possível interagir com publicações de outras mulheres, dar alguma dica de ouro sobre vivências que você já passou e perguntar algo que deseja saber. Mas cuidado com os pitacos que, como em toda rede social, podem aparecer…

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s