Veja os preços do Disney+ que está chegando ao Brasil

Com o desembarque previsto para o dia 17 de novembro, a nova plataforma de streaming já anunciou o valor da mensalidade.

Prepare a carteira porque mais uma nova plataforma de streaming vai entrar no seu orçamento. O Disney+ desembarca no país no dia 17 de novembro, mas já conta com um pré-lançamento a partir desta terça-feira (3).

Inicialmente, suspeitava-se que a assinatura da plataforma custaria em torno de R$ 28,99 (ou 289,99 no plano anual) no país, mas a atual promoção traz um desconto maior. Com a compra realizada até o dia 16 de novembro, o público da América Latina (incluindo o Brasil) pagará R$ 237,90, o que equivale a R$19,82 por mês.

Após esse período, o valor padrão será de R$27,90 mensalmente ou R$279,90 por ano (correspondendo a R$23,32 por mês).

Para acessar ao conteúdo da plataforma, o aplicativo poderá ser baixado tanto na Apple Store quanto na Play Store, além de outros dispositivos conectados à internet, como as televisões inteligentes. Mas o mais legal é a quantidade de logins ligada a segurança. De acordo com a empresa, quatro aparelhos poderão ser conectados ao Disney+ ao mesmo tempo, e sete perfis diferentes podem ser criados, com a garantia dos infantis apropriados para cada faixa etária.

E se ainda há dúvidas sobre o catálogo, saiba que ele promete. Além de trazer seus clássicos como “Frozen” e “Dois Irmãos”, a plataforma de streaming será palco de estreias que não puderam acontecer nos cinemas, como o live-action de Mulan e “A Dama e o Vagabundo”. E além de produções da queridíssima Walt Disney Studios, os assinantes terão acesso também à exclusividades da Marvel, Pixar, Star Wars e National Geographic. 

Por aqui, nós já conferimos exclusivamente os curta-metragens “Loop” e “Float”, que trazem protagonistas autistas e que, com certeza, deixarão o coração de toda a família quentinho com tanta representatividade (e fofura). Clique aqui para saber mais sobre eles!

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.