Signo do bebê: conheça as características da criança de câncer

Vai um abraço quentinho aí? O pequeno canceriano é emocionalmente intenso e apegado à família, mas pode precisar de ajudinha para lidar com os sentimentos.

Por Flávia Antunes 21 jun 2021, 15h46

Estão sentindo a temperatura cair por aí? O inverno está chegando, mas os pais que darão à luz um canceriano não precisam se preocupar, pois o filho nascido entre 21 de junho e 22 de julho – data que varia de acordo com o ano – chegará com um abraço quentinho para acalentar toda a família.

Por serem regidas pelo elemento Água, as crianças deste signo costumam ser apegadas aos pais e bastante intensas emocionalmente. Mais do que isso, é possível notar uma relação de ainda mais proximidade do pequeno com a mãe.

“O signo de câncer é regido pela Lua, que na astrologia é um símbolo do sagrado feminino e também do nosso aspecto materno. Isso faz com que o canceriano tenha um apego maior com a mãe, como se fosse uma identificação, mesmo sendo menino”, explica a astróloga Vivi Pettersen.

E é aí que entram os principais pontos fortes do canceriano. Por conta da ligação intensa com as pessoas que ama, ele tende a querer protegê-las a qualquer custo e, tanto na infância quanto na adolescência, a formar “pequenas famílias” por onde passa.

Intuição também entra na listinha de qualidades do filho de Câncer, capaz de captar o clima dos lugares e de saber se sente-se confortável ou não em cada espaço. “Costumo brincar que essas crianças são como ‘esponjas’ que absorvem a energia do ambiente”, comenta a astróloga. Por isso, não costumam ir facilmente com todos os adultos”, completa ela.

Pontos que os pais devem ficar atentos!

Se por um lado a intensidade emocional aproxima as pessoas queridas, ela pode ser prejudicial para o canceriano que não trabalha suas mágoas e sentimentos ruins. “O seu principal ponto fraco é a questão do ressentimento. Podem ser, desde a primeira infância, crianças que acabam guardando emoções que não são legais por muito tempo e que podem fazer chantagem emocional para conseguir o que desejam”, pontua Vivi.

Neste sentido, a principal dica para os pais é que trabalhem o emocional dos filhos desde cedo, estimulando para que falem o que sentem e acolhendo esse lado intenso. “Os cuidadores devem ser um porto seguro para essa criança, porque os nativos de Água geralmente têm medo do julgamento, não se expressam totalmente por achar que estão incomodando”, aconselha a astróloga.

Mesmo a família sendo prioridade para o pequeno, a especialista ressalta a importância de que o canceriano conduza as relações com equilíbrio e cuidado, para que não coloque as necessidades dos outros na sua frente e para que chegue à vida adulta de forma mais leve, psicologicamente falando.

Continua após a publicidade

Publicidade