Quais os lugares mais arriscados para ir com crianças durante a pandemia

Associação norte-americana divulgou um gráfico ranqueando várias atividades de acordo com o perigo que cada uma oferece de contrair a Covid-19.

Por Flávia Antunes Atualizado em 13 jul 2020, 17h46 - Publicado em 13 jul 2020, 17h37

Mesmo que o avanço do novo coronavírus ainda não tenha sido contido, algumas cidades já estão flexibilizando a quarentena e reabrindo gradualmente o comércio. Em São Paulo, por exemplo, bares e restaurantes foram autorizados a retomarem as atividades no dia 6 de junho, e na segunda-feira (13), parques e academias voltaram a funcionar.

Mas, afinal, será que já é seguro sair com as crianças? Sabemos que, apesar de os pequenos serem na maioria das vezes assintomáticos para a doença, a recomendação geral ainda é de esperar a pandemia desacelerar e, se decidir sair, tomar bastante cuidado – ainda mais se for visitar os avós, viu?

  • Muitas cidades ao redor do mundo também estão no mesmo fluxo de reabertura, cada uma levando em consideração a sua realidade. E foi pensando nisso que a a organização norte-americana Texas Medical Association elaborou, no início do mês, um gráfico ranqueando algumas atividades comuns, com base no tamanho do risco de infecção por Covid-19 que elas representam.

    A imagem, que recebeu o nome de “Conheça o seu risco”, classifica cada item de 1 a 10 – sendo os números mais baixos aqueles de menor risco e os mais altos os que possuem perigo maior – considerando um panorama em que os participantes das atividades elencadas estão seguindo os protocolos de segurança quando possível.

    Vale deixar claro que os níveis foram organizados de acordo com a situação dos Estados Unidos, com dados coletados com a contribuição dos médicos da Força-Tarefa COVID-19 da TMA e de seu Comitê de Doenças Infecciosas. Apesar de não serem reflexo da situação no Brasil, vale pensar num paralelo com nossa realidade. 

    Por lá, entre as atividades de baixo risco, temos:

    • receber delivery de comida
    • jogar tênis
    • acampar

    Já nas de risco moderado baixo, estão inclusas:

    O perigo aumenta para risco moderado em situações como:

  • Na faixa de risco moderado alto, a associação alerta para:

    • ir aos salões de beleza e barbearias – que também já estão abertos na capital paulista desde o dia 6
    • comer em restaurantes com salão fechado
    • jogar basquete ou futebol
    • viajar de avião
    • ir à casamentos
    • abraços e apertos de mão

    Por fim, o maior alerta vai para locais como:

    • cinema
    • igrejas
    • restaurantes self-service
    • parques de diversões
    • estádios de futebol e grandes shows

     

    Juliana Pereira/Bebê.com.br
    Continua após a publicidade
    Publicidade