6 livros infantis para estimular a contação de histórias na sua casa

Era uma vez... Uma seleção de bons títulos para ler em família e estimular a bonita atividade de passar uma história adiante.

Por Fernanda Tsuji Atualizado em 17 mar 2022, 17h38 - Publicado em 20 mar 2022, 10h00

Existe um poder escondido no “senta aqui que eu vou te contar uma coisa…”. E ele é tão potente que, a cada “era uma vez” que é dito no mundo, crianças (e adultos) de todas as idades param o que estiverem fazendo para escutar. Afinal, quem é que não gosta de uma boa história?

E tudo fica ainda mais gostoso se quem estiver narrando possuir este dom de entreter e transmitir a trama com vivacidade e energia. Através de interpretações emocionantes, modulação da voz e pausas nos momentos certos, a história pode ganhar ainda mais cor. Foi pensando nestas pessoas incríveis que, no dia 20 de março, se comemora o Dia Internacional do Contador de histórias.

Assim como numa lenda, dizem que a data foi criada em 1991 na Suécia, com o intuito de incentivar este ofício tão bonito a se espalhar pelo mundo. E ainda que você não seja um ou uma profissional, nada impede que possamos tentar fazer o nosso melhor para contar uma história da maneira mais emocionante que conseguirmos. Isso ajuda a criança a mergulhar na trama, se envolver com os personagens e, claro, se aproximar dos livros.

Para dar “material” para a contação de histórias caseiras, separamos alguns livros com contos, fábulas e crônicas do mundo todo que vão agradar a família. Se a criança já estiver alfabetizada, vale até propor a brincadeira de, a cada noite, um integrante da família ser o contador. Que tal?

Se gostar de algum livro, basta clicar no link para ser redirecionado para a compra, ok? Vamos lá…

… E era uma vez…

1. A contadora de histórias e outros contos de encantar – Clara Haddad

Este bonito livro foi escrito justamente por uma contadora de histórias, Clara Haddad, que se especializou nesta arte. Na obra que trata de temas universais, as crianças – as maiores provavelmente irão se conectar melhor com as tramas – poderão acompanhar histórias vindas de sete países, como Líbano, Índia, México e, claro, Brasil.  Repare também nas ilustrações de Anabela Dias, delicadas e cheias de subjetividade.

Preço: R$ 34,31

2. Contos africanos para crianças brasileiras – Rogério Andrade Barbosa

Lançado há 18 anos, este livro ganhador do Prêmio ABL de Literatura Infanto-juvenil (2005), da Academia Brasileira de Letras, continua agradando. Nele, o autor pinçou dois contos africanos depois de estudar sobre o universo da literatura tradicional do continente: um sobre a eterna luta entre gato e rato e outro sobre o porquê dos jabutis terem os cascos rachados.

A ideia é expandir o repertório dos pequenos e mostrar toda a pluralidade e diversidade cultural do mundo. E para quem curtir, o livro ainda possui mais um volume, “Outros contos africanos para crianças brasileiras”. 

Preço: R$ 23,94

3. Contos de animais do mundo todo – Naomi Adler

Mais um livro organizado por uma contadora de histórias profissional. Naomi Adler reuniu contos tradicionais de diversas culturas para trazer uma narrativa viva e fascinante da vida dos animais. Do Quênia, ela traz a história de um macaquinho que quase caiu numa cilada de um crocodilo. Do Brasil, ela mostra um conto muito bonito vindo da Floresta Amazônica e da Tailândia vem uma aventura de um pelicano guloso.

Continua após a publicidade

São nove contos bacanas e perfeitos para serem lidos em voz alta, viu? No fim do livro, a autora conta como ficou sabendo de cada uma destas histórias. Bem interessante!

Preço: R$ 41,90

4. Lute como uma princesa: Contos de fadas para crianças feministas – Vita Murrow

A desconstrução em cima dos contos de fadas não é um tema novo, apesar de sempre ser bom reforçar as problemáticas envolvidas nos clássicos das princesas. Atentos à isso, uma nova leva de livros busca revisitar os conceitos ultrapassados e recontá-los para crianças desta geração.

É o que propõe esta obra, onde os pequeno ficam conhecendo um novo lado de suas heroínas favoritas em 15 contos de fadas que ressignificam o termo princesa. Aqui vamos encontrar, por exemplo, Cinderela lutando pelos direitos trabalhistas, Ariel atuando como ambientalista e a Rapunzel usando suas habilidades de arquiteta para ajudar a comunidade dela.

As historinhas são focadas em empatia, cidadania e propósito, com as protagonistas mudando seus destinos e os das pessoas ao redor.

Preço: R$ 52,77

5. Histórias de índio – Daniel Munduruku


Com mais de 25 edições e mais de 100 mil cópias vendidas, esta obra foi a primeira de muitas do autor Daniel Munuruku, ganhador do Prêmio Jabuti de Literatura, e pode ser uma boa apresentação da cultura indígena aos pequenos.

A primeira história nele contida é um conto dos munduruku, etnia indígena da qual o escritor pertence. Em “O menino que não sabia sonhar”, o garotinho Kaxi é escolhido como sucessor do pajé, que começa a prepará-lo para assumir o posto. O livro ainda conta com experiências da vida do escritor, além de desenhos de crianças indígenas e fotos de aldeias mundurukus.

Preço: R$ 37,47

6. Histórias à brasileira, vol. 2 – Ana Maria Machado

Histórias à brasileira, vol. 2- Ana Maria Machado

Sabe aqueles causos que a gente escuta dos nossos pais, que por sua vez ouviram de seus avós, e cada um aumento um ponto? A autora Ana Maria Machado resolveu compilar algumas narrativas famosas no Brasil em um livro, contado, claro, com as suas palavras.

Assim nasceu a obra “Histórias à brasileira”, que possui quatro volumes ilustrados – aqui indicamos o segundo por conter algumas das histórias que marcaram a infância dos pais. Neste, Ana traz dez histórias, sendo três delas com o personagem Pedro Malasartes – sim, aquele famoso da sopa de pedra que já escutamos diversas vezes!

Preço: R$ 30,89

*A redação escolheu produtos no mês de março de 2022, cujos valores estão sujeitos a alteração. Nós podemos receber uma comissão por compras realizadas na Amazon.

Continua após a publicidade

Publicidade