Por que este mês passou a ser chamado de Agosto Dourado?

Instituído no Brasil em 2017, o mês celebra o leite materno como alimento de ouro para a saúde dos bebês.

Por Raquel Drehmer Atualizado em 1 ago 2018, 02h05 - Publicado em 1 ago 2018, 01h56

Há muito tempo somos habituados a meses com cores que marcam a importância da conscientização sobre questões de saúde que atingem determinados grupos de pessoas. O Outubro Rosa lembra a importância da prevenção do câncer de mama, enquanto o Novembro Azul, por exemplo, foca na atenção ao câncer de próstata.

E, mais recentemente, passamos a ter uma nova data especial no calendário: o Agosto Dourado que, por sua vez, é um mês que fala com quase toda a população, pois é dedicado à amamentação. E a maioria das pessoas teve o leite materno como primeiro alimento.

  • Agosto Dourado: um mês brasileiro

    Para marcar a 25ª Semana Mundial da Amamentação, em 2017, o Congresso Nacional Brasileiro instituiu, por meio da lei número 13.435, o Mês do Aleitamento Materno: o Agosto Dourado.

    A partir daí, o oitavo mês do ano é todinho dedicado a informar e debater sobre a importância de amamentar os bebês.

    Por que a escolha do dourado para o mês de agosto?

    O dourado faz alusão à definição da OMS (Organização Mundial da Saúde) para o leite materno: alimento de ouro para a saúde dos bebês.

    A lei brasileira sugere que prédios públicos sejam iluminados com a cor dourada em homenagem à amamentação.

    Continua após a publicidade
    Publicidade