Como oferecer tubérculos para as crianças? Veja 6 receitas apetitosas!

A cenoura, a batata e as outras comidinhas do grupo das raízes podem ser oferecidas a partir dos seis meses, mas o ideal é que comecem in natura.

Por Flávia Antunes Atualizado em 10 jun 2021, 14h00 - Publicado em 1 jun 2021, 17h19

Batata, cenoura, mandioca, inhame… Só de listarmos os integrantes do grupo dos tubérculos, já sentimos o cheirinho apetitoso daqui! Esses alimentos, além de terem presença garantida no cardápio dos brasileiros, são familiares aos pequenos logo cedo – e por isso tantos sabores de papinhas têm os ingredientes em sua composição.

“Os tubérculos são excelentes para o começo da alimentação complementar, tanto pela textura quanto pelo formato, porque são grandes e o bebê consegue agarrar e comer”, reforça a nutricionista materno infantil Katia Cilli.

Eles são carboidratos – portanto, fonte de energia -, ricos em vitaminas e minerais, e auxiliam na promoção da saúde, desenvolvimento e crescimento saudável dos bebês.

Por conta dos tantos benefícios, todas as comidinhas dessa classe podem ser oferecidas desde o início da introdução alimentar, a partir dos seis meses de idade, sempre observando os sinais de prontidão do bebê.

Qual a melhor forma de oferecer?

Sabemos que a vontade de fazer o pequeno sentir o sabor de um bolinho de mandioca ou de um nhoque de batata é grande, mas os especialistas recomendam que as receitinhas esperem um pouco mais. “No início da introdução alimentar, os alimentos devem ser ofertados in natura“, diz Katia.

“Os tubérculos podem ser oferecidos cozidos no vapor, assados, em palitos ou rodelas grandes, e é importante lembrar que, a textura deve ser macia, ‘al dente’, para que os bebês consigam manipulá-los, explorá-los e levá-los até a boca”, recomenda a nutricionista.

Outra dica, desta vez da nutricionista do Hospital San Gennaro, Viviane Gomes, é evitar a mistura de muitos tubérculos – até mesmo nas papinhas -, para que a criança conheça o sabor deles separadamente e vá construindo seu paladar.

“Não devemos esquecer que a papinha não pode ser liquidificada. Os alimentos devem ser apenas amassados com um garfo, para que contenham pedacinhos e para que exercitem a mastigação”, indica Viviane. Por isso, a recomendação de que os ingredientes sejam bem cozidos antes do preparo. 

Depois que o seu filho já tiver explorado e conhecido os tubérculos em sua forma natural, as receitas já podem ser introduzidas, o que acontece geralmente a partir dos nove meses.

  • Algum tubérculo deve vir antes?

    São tantos alimentos dentro do grupo, que podemos ficar na dúvida de qual oferecer antes para a criança. Mas como tranquiliza Katia, não há ordem certa ou errada e todos os tubérculos podem ser ofertados aos seis meses. “Dentro dos alimentos naturais, não há restrição. Por muitos anos, complicamos a alimentação dos bebês e hoje caminhamos para menos regrinhas e mais liberdade dentro da alimentação saudável”, afirma.

    A mandioca, que antes entrava na categoria das comidas que deveriam esperar um pouco mais por conta dos “fiapos”, já não aparece mais como vilã. “O que provoca engasgo são os líquidos e alimentos pequenos e duros, que devem ser evitados no começo da alimentação complementar – como grãos, sementes, tomatinho… Os tubérculo não entram nisso”, comenta a nutricionista.

    Claro que os pais devem prestar atenção na procedência do alimento e supervisionar as refeições do pequeno neste comecinho, mas não é preciso excluir determinado tubérculo do cardápio.

  • Vamos colocar as mãos na massa? Veja 6 receitinhas apetitosa com tubérculos:

    * Consulte o pediatra para confirmar se os alimentos a seguir estão liberados na dieta do seu pequeno. 

    1. Papinha de batata e cenoura

    Ingredientes:

    • 1 batata média
    • 1/2 cebola pequena
    • 1/2 cenoura
    • 1 colher de óleo de girassol
    • 1 pitada de sal
    • Água suficiente para cozinha

    Modo de preparo:

    Coloque para cozinhar os ingredientes e, quando os tubérculos estiverem bem cozidos, amasse com um garfo. Depois é só servir!

    * Receita sugerida pela nutricionista Viviane Gomes.

    2. Escondidinho de batata com carne

    escondidinho-de-batata-doce

    Ingredientes:

    • 8 batatas doce cozidas
    • 500g de carne moída
    • 1 cebola picada
    • 1 dente de alho picado
    • Temperos naturais a gosto
    • Azeite e sal a gosto

    Modo de preparo:

    Continua após a publicidade

    Cozinhe as batatas e amasse em forma de purê. Reserve. Refogue no azeite a cebola e o alho até dourar, acrescente a carne, cozinhe e finalize com temperinhos a gosto (cominho, salsinha, cebolinha…).

    Em um refratário, coloque uma camada de purê de batata, uma camada de carne moída e outra de purê e carne. Leve ao forno médio pré-aquecido até dourar. Rende 8 porções.

    * Receita sugerida pela nutricionista Katia Cilli.

    3. Papinha de abóbora e mandioquinha

    Ingredientes:

    • 1 pedaço de abóbora
    • 1 mandioquinha média
    • 1 pedaço pequeno de músculo (aproximadamente 300 gramas)
    • 1 colher (sobremesa) de óleo de girassol
    • 1 colher (sobremesa) de salsinha picada
    • 1 pitada de sal
    • Água suficiente para cozinhar

    Modo de preparo:

    Continua após a publicidade

    Cozinhe bem o músculo e depois acrescente os tubérculos. Quando estiverem bem cozidos, amasse com um garfo e é só servir. 

    * Receita sugerida pela nutricionista Viviane Gomes.

    4. Bolinho de batata doce ou mandioca

    bolinho-batata-doce
    Katia Cilli/Arquivo Pessoal

    Ingredientes:

    • 6 colheres de sopa de batata doce ou mandioca cozida ou assada
    • 1 colher de sopa de óleo de coco
    • 1 ovo
    • 2 colheres de sopa de chia
    • 3 colheres de sopa de água
    • 6 colheres de sopa de polvilho azedo
    • 7 colheres de sopa de polvilho doce
    • Sal a gosto

    Modo de preparo: 

    Misture bem todos os ingredientes, se necessário acrescente mais polvilho doce ou azedo na mesma proporção até que a massa desgrude da mão. Modele em bolinhas e asse em forno pré-aquecido por aproximadamente 20 minutos. Rendimento: 15 unidades.

    * Receita sugerida pela nutricionista Katia Cilli.

    5. Brownie saudável

    Ingredientes:

    • 1/2 batata doce pequena cozida
    • 1 ovo
    • 1 colher de sopa de cacau em pó 100%.⠀
    • 1/2 colher de chá de fermento em pó

    Modo de preparo:

    Continua após a publicidade

    Misture tudo e leve em um refratário ao microondas por aproximadamente 2 minutos e 30 segundos.

    * Receita sugerida pela nutricionista Katia Cilli.

    • Para crianças a partir de dois anos: 

    6. Muffin de batata doce

    muffin-batata-doce

    Ingredientes: 

    • 100g de batata doce cozida (1 unidade média)
    • 4 ovos
    • 1 colher de sopa de óleo de coco
    • 4 colheres de sopa rasa de amaranto em flocos
    • 2 colheres de sobremesa de açúcar demerara
    • 1 colher de sopa cheia de canela em pó
    • 1 colher de chá de fermento em pó

    Modo de preparo:

    Continua após a publicidade

    Misture bem todos os ingredientes com um garfo e coloque em forminhas ou refratário. Asse em forno médio por aproximadamente 20 minutos e finalize com a canela em pó. Rende 8 unidades.

    * Receita sugerida pela nutricionista Katia Cilli.

    Continua após a publicidade
    Publicidade