Receba newsletters grátis!

Faça o cadastro e receba por e-mail informações sobre sua gravidez e filhos

  • Gravidez
  • 1º ano
  • 2º ano
  • 3º ano
  • 4º ano
  • 5º ano
  • 6º ano

Navegue pela linha do tempo do seu filho

Comportamento

20 maneiras para fazer o bebê parar de chorar

Cristiane Ballerini Atualizado em 21.03.2014
Cláudia Bebê
choro-bebe-saiba-identificar-04
Getty Images

O choro do bebê nos primeiros meses testa a paciência dos pais. Antes de se desesperar, tente uma das técnicas que levantamos com pediatras e mamães experientes.

Seu filho já mamou, está de fralda limpa, não tem febre, assaduras, frio nem qualquer mal-estar aparente… Mesmo assim, faz uso da garganta que a natureza lhe deu e chora sem parar. Rostinho vermelho, olhos apertados e um ar de desespero, que fazem você se sentir incapaz de cuidar de um bebê. Calma! Você não é a primeira mãe a passar por isso. A criança nasce com o reflexo do choro e o usa para expressar suas necessidades e emoções. Só com muita observação e experiência – em geral, do terceiro mês em diante –, é possível distinguir um choro do outro.

Inspiração para inúmeros estudos e pesquisas, o choro do bebê é atribuído por alguns especialistas como uma reação ao ambiente. Já se sabe, entre outras coisas, que trocar a segurança e o conforto do útero pelo mundo externo – com seu bombardeio de cheiros, cores, sensações e sons – é assustador para o bebê. Um dos defensores dessa tese é o pediatra Harvey Karp, professor da Escola de Medicina da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e conhecido no Brasil pelo livro O bebê mais feliz do pedaço (Editora Anasoft). Os adeptos dessa corrente propõem a “cura do choro pelo aconchego”, que consiste em proporcionar ao bebê estímulos que o lembrem da vida uterina, ajudando-o a fazer uma transição suave para sua nova realidade.

 


Rede MdeMulher
Publicidade