Linda, filha de Adriana Sant’Anna e Rodrigão, fica 5 dias internada em UTI

A pequena contraiu uma enfermidade comum nessa época do ano: o vírus sincicial respiratório, que evoluiu para uma bronquiolite.

Poucas coisas deixam os pais mais aflitos do que ver os filhos doentes, não é mesmo? Rodrigão e Adriana Sant’Anna, ex-BBB’s, passaram por essa experiência com a filha caçula Linda. A pequena, que chegou ao mundo em janeiro, ficou 5 dias internada na UTI porque contraiu o vírus sincicial respiratório, conhecido como VSR, que evoluiu para uma bronquiolite

Nas redes sociais, os pais comemoraram nesta segunda-feira, 09, a alta da filha e aproveitaram para agradecer a atenção da equipe médica e dos outros profissionais de saúde. A mamãe também revelou os detalhes: “Tudo começou com uma gripe do Rodrigo [filho]. Ele ficou bem gripado. E aí, com o tempo, Linda começou com o nariz escorrendo e de madrugada eu sentia que ela dava um ‘gemidinho’. Gravei vídeo, mandei para a pediatra e ela falou para a gente ir para a emergência”.

No hospital, a garotinha fez o exame de sangue que detectou o VSR. A partir disso, os médicos explicaram para os pais que ela seria internada e, como é muito pequena, ficaria na UTI em observação. “Dizem que esse vírus é bem comum nessa época do ano. Mas como a gente morava no Rio, eu nunca estive em um hospital com o Rodrigo… Foi tudo muito novo”, comentou Adriana.

Ela contou que a caçula enfrentou o pico da doença no hospital e agora está curada. E a modelo também falou sobre como está se sentindo depois de tudo o que passou: “Agora a gente está em casa, eu estou feliz da vida, agradeço a Deus, minha fé inabalável, me mantive firme o tempo inteiro. Chorei alguns momentos, questionei Deus em alguns momentos, mas eu acreditava muito que logo a gente estaria em casa”.

Veja também

Vírus Sincicial Respiratório

Estima-se que, até os 3 anos de idade, aproximadamente 90% dos pequenos entrarão em contato com ele. “O vírus causa infecção do aparelho respiratório inferior, o que leva à diminuição do diâmetro dos bronquíolos – que são ramificações dos brônquios, por onde passa o ar que respiramos”, comenta a pediatra Sandra Vieira, professora do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Chiado no peito, espirro, tosse, coriza, febre e dificuldade para mamar são os principais sintomas da enfermidade. Vale destacar que o vírus é facilmente transmitido e que os pais devem entrar em contato com o pediatra ao identificar esses indícios.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s