Grávidas com placenta prévia podem ter relações sexuais?

A ginecologista e obstetra Paula Fettback dá a resposta e explica por que é preciso ter cuidado.

Por Redação Bebê.com.br Atualizado em 27 jun 2017, 12h56 - Publicado em 27 jun 2015, 15h03

Estou com 8 semanas de gravidez e meu médico disse que a minha placenta está baixa e que, por isso, tenho de evitar esforço físico e relações sexuais. Devo apenas diminuir a frequência ou deixar mesmo de ter relações durante a gestação?

“O diagnóstico de placenta prévia, ou seja, quando a placenta se insere parcial ou totalmente no segmento inferior do útero, só pode ser confirmado entre a 26ª e 28ª semanas de gestação. Na oitava semana é muito comum que a placenta esteja inserida mais baixa e não necessariamente o caso irá evoluir para placenta prévia. No entanto, alguns fatores de risco e sintomas — como sangramento vivo e indolor — podem estar presentes. Neste caso, a conduta preventiva está correta. Se a suspeita clínica for realmente de placenta prévia e se a gestante estiver com sangramento vaginal, ela deve evitar completamente as relações sexuais. Esta recomendação é ideal até que ocorra uma melhor elucidação diagnóstica”, explica a Dra. Paula Fettback, ginecologista e obstetra da Clínica Mãe, de São Paulo.

Publicidade