10 brincadeiras de festa junina pra fazer em casa com a família

Saudades, arraial! 2020 pode não ter tido festas juninas, mas isso não quer dizer que você não possa trazer as brincadeiras para dentro de casa.

Junho e julho costumavam ter festas juninas pipocando por todo o país. Nas escolas, clubes e reuniões de amigos, o tema caipira dominava, não é mesmo? Ai, que saudade! Este ano, porém, nada de bandeirinhas e camisas xadrez. Apesar da reabertura do comércio em algumas cidades, ainda é prudente manter o isolamento e a aglomeração não é recomendada. Ou seja, adeus, quermesses!

Mas isso não quer dizer que as crianças precisem ficar sem um arraial este ano! Que tal inventar uma tarde de brincadeiras, música e comidinhas típicas com a família?

Primeiro, chame todo mundo para providenciar a decoração. As tradicionais bandeirolas podem ser feitas com o material que você tiver em casa mesmo. Lembre-se que a graça é todo mundo participar e se divertir, sem exigir perfeição no resultado, hein? Depois, é só improvisar um figurino, resgatando a camisa ou o vestidinho xadrez do ano passado e o chapéu.

 

Ah! Não pode faltar também uma playlist recheada de grandes clássicos juninos. Separamos grandes hits aqui pra você não ter que perder tempo procurando. Ei, quem sabe vocês não se animam a dançar uma quadrilha?

E claro, que nenhuma festinha fica completa sem as tradicionais barraquinhas de brincadeiras. Selecionamos algumas ideias para você montar aí na sua casa. O bacana é que dá pra preparar os itens com alguns dias de antecedência, o que também já garante horas das crianças entretidas em atividades de artesanato.

Com tudo pronto e planejado, arme barraquinhas ou estações de brincadeira no quintal ou na sala mesmo! Se a sua turminha for bem animada, vale até fazer “fichas” para cada atração e distribuir prendas, que podem ser desenhos feitos pela família, comidas ou brinquedinhos. O que vale é se divertir! Vamos lá!

Pescaria

Não existe festa junina sem pescaria, vamos combinar! Com copos ou potinhos descartáveis dá pra improvisar peixinhos bem maneiros. Neste caso, melhor fazer um dia antes pra dar tempo de pintar e a tinta secar. Desenho olhos e boquinha para ficar ainda mais fofo! O ganchinho pode ser feito com papelão ou arame encapado de cozinha, assim como o anzol.

Outra ideia é usar feltro e clipes nos peixinhos e um anzol com imã na ponta. Nem precisa ficar tão perfeitinho como estes da foto. Recortes em formato de peixe no feltro já dão a ideia!

Para os menores, pescar patinhos e outros objetos de borracha pode ser mais simples, mas não menos divertido! Se não tiver uma redinha de peixe (facilmente encontrada em lojas de animais), você pode improvisar com uma peneira de cozinha.

Acerte a lata

Outra brincadeira tradicional dos arraiás por aí. Escolha latinhas com o mesmo tamanho e certifique-se de que estejam limpas e sem partes cortantes. Para dar uma graça, vale encapar ou pintar com carinhas divertidas. Depois, é só pegar uma bolinha de meia, de tênis ou de borracha para mirar e atirar!

Caixa Secreta

Apesar de não ser muito clássica nas festas juninas, esta brincadeira pode fazer muito sucesso entre as crianças. Faça um buraco em uma caixa e coloque dentro alguns brinquedos e itens da casa. Peça pra criança colocar a mão no furo e tentar adivinhar com o tato um dos objetos. Se ela acertar, ganha uma prenda!

Argola

Mais uma atividade lúdica feita em duas partes. Primeiro, faça furos em pratos de papelão, transformando-os em argolas. Depois, separe um rolo de papel toalha, alumínio ou higiênico para fazer o pino. E use da imaginação para decorar as peças. Prontinho!

Garrafas cheias de água (para ficarem mais pesadas e não caírem com facilidade) também podem ser usadas como pinos. Olha como fica legal!

Pula fogueira

Pula a fogueira iaiá, pula a fogueira ioiô, cuidado para não se queimar… Tradicionalmente, a brincadeira pode ser bem perigosa, mas na nossa versão, todo mundo pode jogar. Basta separar uns rolos de papel toalha ou papelão enrolado (para fingir ser a lenha) e investir em papeis celofane em tons de vermelho e amarelo para simular o fogo. Aí é só preparar seu melhor salto e…pular!

Tiro ao alvo

Bem simples: corte furos em uma caixa de papelão e pinte a pontuação de cada um. Só lembre de deixar os buracos com tamanhos que sejam compatíveis com a bolinha que vocês vão brincar e com a idade da criança. Afinal, quanto maior o alvo, mais fácil fica.

Agarre o porquinho

Os bebês também podem participar da festa! Esta brincadeira costuma deixá-los felizes e entretidos por muito tempo. Encha bexigas e faça desenhos de porquinhos em cada uma. Delimite uma área e coloque todos os balões. Quanto mais bexigas, melhor! Depois é só soltar o pequeno no meio do “curral” pra ele fazer a festa. Prepare a câmera do celular, porque rende fotos bem fofinhas!

Boca do palhaço

Mais uma “barraquinha” que não pode faltar! Aqui a ideia é usar materiais reciclados. Separe dois galões de água usados e recorte grandes bocas neles. As bolinhas também podem ser improvisadas com papel alumínio ou recortes de revista e restos de cartolina.

Bingo

Não existe festa junina sem um bom bingo, não é mesmo? Para as crianças menores, que ainda não estão alfabetizadas, os números podem ser trocados por desenhos de bichinhos e objetos que eles conheçam. Uma boa dica é usar feijões para marcar as figuras que forem sorteadas e poder reaproveitar as cartelinhas outras vezes.

Correio elegante

Originalmente, os correios elegantes eram maneiras de paquerar alguém na festa. Na nossa versão, no entanto, a ideia é mandar recadinhos carinhosos pra todo mundo da casa. Recorte corações e peça que os pequenos preencham com desenhos e palavras de amor pros avós, tios, irmãos…Guarde e entregue depois que a quarentena passar. Eles vão amar!

E a comida?

Não é possível uma festa junina sem os quitutes, óbvio! Como a ideia é ter uma tarde gostosa de jogos e brincadeiras, ninguém quer passar o dia na cozinha. Uma ou duas receitas temáticas já dão o clima da data e matam a vontade de ir a uma quermesse. Veja estas duas sugestões que separamos e se quiser conferir outras receitas, clique aqui. 

Bolo de fubá com goiabada

 (PauloVilela/Thinkstock/Getty Images)

Ingredientes:

– 1 ovo
– 200 ml de leite
– 2 xícaras de chá de fubá
– 2 xícaras de chá de farinha de trigo
– 1 colher de chá de fermento em pó
– 1 xícara de chá de açúcar mascavo
– 100 ml de óleo de girassol
– 600 g de goiabada em pedaços
– Manteiga para untar a forma

Modo de preparo:

Misture no liquidificador ovo, farinha de trigo, leite, fermento, óleo, açúcar e fubá. Bata bem. Despeje a massa em uma forma untada com manteiga e farinha e acrescente uma camada de goiabada. Repita este processo até preencher toda a forma. Preaqueça o forno e leve ao fogo médio por aproximadamente 45 minutos.

Rendimento: 10 pedaços

Mini cuscuz

 (Pequeno Gourmet/Reprodução)

Ingredientes:

– 1 lata de sardinha
– 1/4 xícara de chá de azeitona sem caroço
– ½ xícara de chá de ervilha fresca
– 2 xícaras de chá de caldo de legumes
– 1 ovo cozido picado
– 1 cebola picada
– 1 dente de alho amassado
– 1 ½ colher de sopa de azeite de oliva
– 1 ½ xícara de chá de farinha de milho amarela em flocos
– 1/4 xícara de chá de tomate pelado
– 2 colheres de sopa de salsinha e cebolinha
– Sal e pimenta do reino a gosto
– Ovinhos de codorna para decorar

Modo de preparo:

Em uma panela, refogue o alho e a cebola no azeite. Coloque a sardinha, a ervilha e a azeitona e mexa devagar em fogo baixo. Adicione o caldo de legumes e, quando ele estiver aquecido, comece a despejar a farinha de milho aos poucos, sem parar de mexer. Assim que a massa do cuscuz ficar consistente, coloque o ovo picado, a salsinha e a cebolinha e misture tudo. Quando começar a desgrudar da panela é hora de desligar o fogo. Unte as forminhas com um pouco de azeite e coloque o cuscuz com a ajuda de colher de chá. Espere esfriar e desenforme na hora de servir. Descasque e corte os ovinhos de codorna em rodelas e adicione em cima dos mini cuscuz. Se você não for servir na hora, cubra com plástico filme para não ressecar e deixe na geladeira.

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.