10 brincadeiras antigas que ajudam no desenvolvimento da criança

De amarelinha a jogo de bafo, elas criam laços afetivos dos pequenos com os pais e trabalham raciocínio, consciência corporal e muito mais.

Não tem laptop, celular ou mesmo televisão que faça sumirem algumas brincadeiras infantis, como amarelinha, esconde-esconde e bafo. Sai geração, entra geração, elas sempre têm espaço nos momentos de lazer das crianças. Isso ocorre porque, mesmo sem querer, nós, adultos, temos um ímpeto de perpetuar algumas de nossas experiências por meio de nossos filhos.

Marganne Dubrule, psicóloga e sócia do espaço Cadê Bebê (SP), explica: “É por meio das brincadeiras que se constroem nossos laços afetivos. As tradicionais ligam as crianças aos antepassados, com elementos históricos e culturais que fazem com que ela seja parte de uma sociedade”. Convivência e criatividade são elementos importantes nessa jornada.

Para a psicopedagoga Ana Regina Caminha Braga, especialista em educação e educação especial, “a criança precisa experimentar, ousar, tentar e conviver com as mais diversas situações ao brincar com outras crianças, com adultos, com objetos e com o meio”. O brincar tem um papel fundamental para o crescimento psicossocial infantil e para o desenvolvimento e o explorar de personalidade, fantasias, medos e desejos.

A seguir, as especialistas sugerem dez brincadeiras do tempo dos nossos avós (ou até antes) e explicam por que elas ajudam, e muito, no desenvolvimento das crianças. Tem opções para fazer dentro de casa ou ao ar livre. Aproveite!

1. Amarelinha

A criança deve marcar a casa em que não poderá pisar jogando nela uma pedrinha. Pulando, ela atravessará o desenho feito no chão, desviando da casa marcada, e retornará, desta vez recolhendo a pedrinha. Primeiro é escolhida a casa com o número 1, depois o número 2 e assim por diante. Se a criança perder o equilíbrio ou pisar nas linhas, volta para o começo. Ganha quem marcar as dez casas primeiro.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque a amarelinha trabalha o equilíbrio e as noções básicas de matemática das crianças.

2. Esconde-esconde 

 (FlairImages/Thinkstock/Getty Images)

Uma criança fica com os olhos fechados contando até o número que a turma decidir enquanto todos os outros se escondem. Quando acaba a contagem, ela sai à procura dos amigos. Ao encontrar algum, deve encostar nele e voltar correndo para o lugar da contagem. Se conseguir chegar lá antes do amigo encontrado, ele é quem deverá contar e encontrar os amigos na próxima rodada; se o amigo chegar antes, a criança deve procurar outra pessoa escondida e tentar mais uma vez – ou duas, ou três, ou quantas forem necessárias.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque o esconde-esconde reforça as noções matemáticas e faz com que a criança ative com mais força o sentido da audição ao tentar encontrar os amigos escondidos.

3. Caça ao tesouro

Um adulto esconde um “tesouro” (que pode ser qualquer coisa, desde um brinquedinho de uma das crianças o até um saco de frutas ou doces) e elabora pistas que levarão os pequenos a encontrá-lo. As pistas devem ter a ver com o caminho que deverá ser feito até chegar a ele. Juntas, as crianças seguem as pistas e trocam ideias caso haja dúvidas. No final, encontram o tesouro e brincam ou lancham todas juntas.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque a caça ao tesouro trabalha o raciocínio lógico, a sagacidade, a atenção a detalhes e a paciência – podem ser necessárias muitas dicas até chegar o tesouro, e as crianças precisam entender que nem tudo cai no nosso colo na hora em que queremos.

4. Passa anel

Uma criança fica com o anel entre as mãos enquanto as outras permanecem sentadas uma ao lado da outra e todas com as palmas das mãos unidas. A criança com o anel passa suas mãos pelas mãos dos amiguinhos e solta o anel nas mãos de um deles, sem que os outros notem. Quando acaba, pergunta para um dos participantes (que ela escolhe) com quem ele acha que está o anel. Se ele acertar, será o próximo a passar o anel; se errar, passará o anel quem o tiver recebido.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque o passa anel desenvolve o trabalho em equipe e o respeito ao próximo, já que todos têm que se adequar ao tempo que a criança com o anel leva para fazer sua parte.

5. Jogos de cartas

 (Madhourse/Thinkstock/Getty Images)

Pode ser 21, buraco, rouba monte… Fica à escolha do adulto que for acompanhar e das crianças. O importante é explicar para a criança os naipes do baralho e como é a escala de valor de cada carta, de acordo com o jogo escolhido.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque os jogos de cartas estimulam o raciocínio matemático linear, as estratégias e a organização.

6. Stop

Em conjunto, os participantes escolherão as categorias que farão parte do jogo e montarão uma tabela com todas elas. Em seguida, todos levantam uma das mãos com quantos dedos levantados desejar. Contam-se os dedos levantados e encontra-se a letra correspondente no alfabeto (o A é 1, B é 2, C é 3 e assim por diante). Esta será a letra da rodada, e todos deverão escrever palavras começando com ela em suas tabelas. Quando alguém acaba, grita STOP e todos devem parar de escrever. São reveladas as respostas categoria por categoria; palavras repetidas valem 5 pontos e palavras inéditas, 10. Vence quem tiver mais pontos na soma das rodadas.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque o stop trabalha a interação e a comunicação ao escolher as categorias, o raciocínio e a memória ao buscar as respostas, e a matemática ao contar o alfabeto e também ao marcar os pontos de cada rodada.

7. Bolinha de gude

Cava-se um buraquinho no chão ou cria-se um “ninho” com um pouco de tecido – é a “poça”. Quem acerta a bolinha de gude dentro da poça ganha o direito de jogá-la contra as dos adversários. Se acertar, ele pode pegar a bolinha atingida para si. Se errar, passa a vez. O jogo acaba quando algum dos participantes ficar sem bolinhas.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque a bolinha de gude aborda a lateralidade, as habilidades matemáticas e ajuda a lidar com a frustração (quando se perde uma bolinha ou outra ou todas).

8. Jogos de sombras

 (Artfoliophoto./Thinkstock/Getty Images)

Com as luzes principais apagadas, acende-se uma luz indireta – como um abajur, uma vela ou uma lanterna – e começa a brincadeira. Cada pessoa projetará na parede, com as duas mãos, formatos de animais e objetos, para que os outros adivinhem o que é.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque os jogos de sombra estimulam a criatividade para inventar as sombras e a imaginação para adivinhar o que o outro inventou.

9. Pular elástico

Duas crianças ficam afastadas a aproximadamente dois metros uma da outra, segurando um elástico nos tornozelos, formando um retângulo. Uma terceira criança se posiciona no centro do elástico e começa a torcê-lo com as pernas, de acordo com orientações de alguém que estiver de fora. Se errar, troca de lugar com uma das crianças que estão segurando o elástico e ele sobe para as panturrilhas. E vai subindo para os joelhos, para as coxas, para a cintura até chegar aos pescoços. De um ponto em diante, podem ser usado os braços para torcer o elástico ao seguir as orientações.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque ajudam na consciência corporal, na flexibilidade e na mobilidade.

10. Bafo

Cada criança entra no jogo com suas figurinhas. São colocadas algumas por vez no centro da roda e as crianças vão batendo as mãos sobre as figurinhas, tentando virá-las. Quando conseguir virar alguma, essa figurinha passa a ser de quem a virou. O jogo acaba quando uma das crianças fica sem figurinhas.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque colecionar figurinhas é o um projeto que pode ser compartilhado com os pais. E jogar bafo estimula a consciência corporal (das mãos e dos braços, principalmente) e o desenvolvimento de técnicas para conseguir virar as figurinhas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s