Signo do bebê: conheça as características do filho de touro

Taurinos são conhecidos por serem fiéis aos próprios valores e por praticar o autocuidado desde cedo. Mas podem precisar de ajuda para lidar com mudanças!

Por Alice Arnoldi Atualizado em 20 abr 2021, 18h36 - Publicado em 20 abr 2021, 13h29

Que rufem os tambores porque a época dos apaixonados pelos prazeres da vida chegou! Para os pais que esperam a chegada do bebê entre os dias 20 de abril e 20 de maio – datas que podem variar conforme o ano –, a família dará boas-vindas a um pequeno taurino.

Entre as características fortes deste signo do elemento Terra e regido pelo planeta Vênus, a astróloga Vivi Pettersen explica que a atenção voltada aos próprios princípios é a mais evidente. “Desde pequeno, o taurino aprende a dar valor àquilo que ele acredita”.

Ainda que a personalidade infantil envolva diferentes fatores para ser construída, quando a olhamos a partir da perspectiva do zodíaco, a criança taurina tende a ser menos agitada e adepta de práticas de autocuidado – termo com definição que varia com o entendimento da idade-, presentes de ser um signo regido por Vênus.

Dinheiro também pode ser um assunto que o pequeno taurino irá se interessar ao longo da vida, já que estamos falando do signo que rege esta casa no mapa astral. “Podem ser crianças que, desde cedo, demonstrem interesse sobre esse assunto – de querer saber um pouco mais e até mesmo ter uma educação dentro destes princípios”, detalha Vivi.

  • Alguns conselhos para os pais… 

    Já sobre a fama dos taurinos serem “teimosos”, saiba que existe uma explicação astrológica para isso. Vivi pontua que eles possuem dificuldades para encarar mudanças, já que são seres humanos que conduzem a vida por meio de uma linearidade e com planejamentos bem estabelecidos.

    Isso pode levar os pais a observarem que seus filhos não são grandes adeptos às mudanças. “Só que elas acontecem e, para o signo de Touro, pode ser um pouco mais difícil essa adaptabilidade, justamente porque são crianças que possuem essa formação de querer a planejar a vida inteira sem contar com os imprevistos”. Assim, os responsáveis pelo pequeno precisam iniciar, desde cedo, diálogos para explicar a importância das transformações dos trajetos da vida e como lidar melhor com cada uma delas.

    Outro fator que não passa despercebido por quem tem um nascido entre abril e maio em casa é a relação com a comida. Ah! E aqui temos uma exceção: quando o assunto é alimentação, os taurinos gostam de variar as opções e experimentar de tudo! Só que isso leva muitos a comerem por gula e não por fome.

    Para que eles consigam estabelecer uma relação saudável com as refeições, cabe aos pais acompanharem a situação de perto e ajudar os filhos a reconhecerem quando realmente estão com vontade de se alimentarem e quando já estão saciados, evitando problemas futuros como transtornos alimentares e até mesmo obesidade.

    Continua após a publicidade
    Publicidade