Ivete Sangalo fala sobre a saudade que sente da mãe: “Eu converso com ela”

No programa Altas Horas, a cantora abriu o seu coração para falar da figura materna e do caminho que percorreu para ter filhos.

Por Luísa Massa Atualizado em 13 Maio 2018, 20h28 - Publicado em 13 Maio 2018, 17h11

No último sábado, 12, o programa Altas Horas, exibido pela Rede Globo, preparou uma edição especial em comemoração ao Dia das Mães. O apresentador Serginho Groisman bateu um papo sobre maternidade com a jornalista Glória Maria, mãe das pequenas Maria e Laura, a atriz Sheron Menezzes, que deu à luz Benjamin em outubro de 2017 e a cantora Ivete Sangalo, mãe do Marcelo, de 8 anos, e das gêmeas Marina e Helena, de 3 meses.

Em um dos momentos da conversa, Veveta abordou as lembranças que tem da sua mãe, que faleceu em 2001. Emocionada, a artista disse que faz orações silenciosas e sempre que está sozinha pensa nela. “Eu converso com ela, eu digo: ‘mãe, é isso mesmo? Eu estou indo pelo caminho certo? Minha mãe, me ajude que hoje eu não estou no meu melhor dia’. E ela me aproxima, me aproxima dela, do melhor dela”, comentou.

  • A cantora também falou com carinho sobre a figura materna que, para ela, sempre foi sinônimo de força. “Eu percebo nas minhas atitudes, quando penso que eu não vou aguentar, fazer ou suportar alguma coisa, quando eu vejo, já passou e eu já suportei, já vivi. Isso eu devo muito a ela. Ao meu pai também, que foi um cara muito especial pra mim”, afirmou Ivete.

    Outros temas

    No bate-papo, Veveta disse que sempre teve vontade de ser mãe, mas só resolveu dar esse passo quando conheceu o nutricionista Daniel Cady. Em outubro de 2009, a cantora deu à luz Marcelo, o seu primeiro filho. Anos depois, o desejo de ter outra criança surgiu e foi quando ela percebeu que teria que lutar contra o seu relógio biológico e, por isso, surgiu a ideia congelar os óvulos.

    “Como eu falei para a Poliana no Fantástico, eu engravidei e perdi porque não foi adiante, não era para ser aquela hora, embora eu quisesse. Mas aí o tempo foi passando e, mesmo o tempo urgindo, hoje estou com 45 anos, eu não falei assim: ‘vai ser em outubro de [tal data]’. Não. Eu acordei e falei: ‘vou no doutor’“, revelou a artista.

    Veveta contou, ainda, que ficou extremamente feliz quando soube que estava grávida pela segunda vez e que outras boas notícias surgiram. “Para a minha surpresa, g��meos. E aí, vai ser o que? Passou um tempo e… Duas meninas. Embora tudo leve a crer no planejamento, porque para isso você precisa se planejar, foi tudo entregue na mão de Deus”, afirmou a cantora.

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade