Fotógrafa de parto se surpreende ao saber por que o pai estava chorando

“Homens, por favor, entendam o poder da empatia” diz relato emocionante.

Kirstie Perez, fotógrafa de parto norte-americana, está acostumada a registrar a emoção de papais e mamães no momento em que o bebê vem ao mundo. Mas em um desses nascimentos, as lágrimas do marido não foram causadas pela felicidade de conhecer o filho.

Não é por isso que eu estou chorando”, revelou o pai, que explicou em seguida: “essa é a primeira vez que a vejo sorrir em 10 meses”. A mãe clicada por Kirstie teve hiperêmese gravídica, condição caracterizada por enjoos severos, vômitos, perda de peso e distúrbios metabólicos, e sofreu com esses efeitos ao longo de toda a gestação.

Intrigada pela declaração do pai, a fotógrafa quis entender melhor essa experiência do casal e soube que ele esteve ao lado da esposa durante toda a gravidez, incluindo as quatro vezes em que ficou hospitalizada por desidratação, sempre com um olhar de muita empatia.

Sem poder fazer nada, ele cuidou dela enquanto ela vomitava muito por mais de 285 dias (…). Ele comeu muitos jantares nos degraus da varanda porque qualquer cheiro a deixava enjoada”, relatou Kirstie em sua conta no Instagram, onde compartilhou algumas fotos daquele momento.

Homens, por favor, entendam o poder da empatia. Para todas as mães que tiveram uma gravidez traumática e ainda assim encontraram um jeito de sorrir… Obrigada por se sacrificarem e por persistirem em trazer ao mundo sua preciosa criança. Essa não é uma tarefa fácil”, finaliza a fotógrafa.

Confira o post completo e, em seguida, a sua tradução:

View this post on Instagram

HG & Preeclampsia Births: He helplessly watched his wife vomit profusely for 285+ days. He witnessed her lose 30 pounds in pregnancy not being able to nourish herself due to Hyperemesis Gravidarum & preeclampsia. She was hospitalized 4 times for dehydration throughout her pregnancy. Ate more dinners on the front steps of their home than he could count because any scent literally made her ill. After months of simply being there for her as much as possible, he supported her during birth. I told him I captured him crying seeing his son and he said, "That's not why I was crying." Puzzled, I asked what he meant. He teared up again and said, "This is the first time I have seen her smile in 10 months." _____ Men, please understand how powerful your empathy can be. To all of the mothers who have traumatic pregnancies and still find a way to smile…thank you for sacrificing yourself and enduring to bring your precious child into the world. That is no easy feat. ________ • • • • #empoweredbirthproject #birthbecomesher #motherhoodrising #birth #birthphotography #birthwithoutfear #dontforgetdads #fathersday #stopcensoringmotherhood #ig_motherhood #rockstarbirthmag #empowerwomen #birthuncensored #motherhood #thebirthhour #momswithcameras #birthyourway #pregnancy #HG #preeclampsia #fatherhood #dallasbirthphotographer #birthstories #birthbumpandbeyond #thelanguageofbirth #tribedemama

A post shared by Kirstie Perez (@kpphotoinc) on

Sem poder fazer nada, ele assistiu sua esposa vomitar muito por mais de 285 dias. Ele assistiu à perda de mais de 13 quilos durante a gravidez, pois ela não conseguia se alimentar por causa da hiperêmese gravídica e da pré-eclâmpsia.

Ela foi hospitalizada quatro vezes por desidratação ao longo da gestação. Ele comeu muitos jantares nos degraus da varanda porque qualquer cheiro a deixava enjoada. Depois de meses estando simplesmente ao lado dela o máximo possível, ele esteve lá para apoiá-la durante o parto.

Eu disse que tirei uma foto em que ele chorava ao ver seu filho e ele respondeu: “não é por isso que eu estava chorando”. Intrigada, eu perguntei o que ele quis dizer. Ele começou a chorar de novo e disse: “essa é a primeira vez que eu a vejo sorrir em 10 meses”.

Homens, por favor, entendam o poder da sua empatia.

Para todas as mães que tiveram uma gravidez traumática e ainda assim encontraram um jeito de sorrir… Obrigada por se sacrificarem e por persistirem em trazer ao mundo sua preciosa criança. Essa não é uma tarefa fácil.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s