4ª temporada de PJ Masks está ainda mais divertida e aqui estão os motivos

Em entrevista exclusiva, o produtor Olivier Dumont adiantou que podemos esperar novos vilões, episódios especiais e até um herói inédito para a equipe.

Por Flávia Antunes 8 mar 2021, 17h45

De dia, eles são crianças que vão à escola normalmente. Mas quando as luzes da cidade se apagam… os melhores amigos Connor, Amaya e Greg vestem seus trajes de pijama e se tornam os PJ Masks! O desenho, que já é um hit entre a criançada e conquistou uma legião de fãs por todo o mundo, continua reinventando-se para trazer novas aventuras eletrizantes às telinhas e chega agora a sua quarta temporada.

A continuação, que estreia no Disney Junior na segunda-feira, 8 de março, promete vilões inéditos, episódios especiais e até um personagem candidato a se tornar queridinho entre os pequenos. E garantimos: apesar da estrutura narrativa similar – em que Corujita, Lagartixo, Menino Gato usam seus poderes (e criatividade) para enfrentar os adversários e garantir a segurança de todos -, a animação consegue não cair no óbvio e contagiar quem assiste.

Para sabermos o que esperar da nova temporada, conversamos com um dos produtores executivos do seriado e presidente do Entertainment Family Brand, Olivier Dumont. Em entrevista exclusiva ao Bebê.com.br, ele nos contou várias novidades quentinhas e um pouco sobre a fórmula que garante tanto sucesso à animação, mesmo depois de anos no ar. Confira:

1. Especiais e enredos mais longos

A sequência da animação continuará explorando o tema do céu e do espaço sideral. Mas com uma novidade no formato: de acordo com o produtor da série, a temporada contará com um especial de quatro episódios chamado de “Heróis do Espaço” (Hero’s of the Sky) e classificado por ele como “a aventura mais épica” até então.

E você acha que para por aí? Que nada! Além do citado por Olivier, mais quatro programas especiais com dois episódios cada entram para a lista de estreias dentro da nova temporada, e permitirão aos criadores explorar enredos mais longos e maiores participações de alguns personagens.

2. Novos vilões? Temos!

O cientista maluco Romeo, a Garota Lunar e as Crianças Lobinhos são alguns dos vilões com os quais as crianças já estão familiarizadas. Mas além das carinhas conhecidas, Olivier garante: teremos novos oponentes para os PJ Masks, com habilidades muito especiais.

Octobella, por exemplo, é uma menina agitada que se parece com um polvo e vive embaixo d’água, nos canais da cidade. Já Pharaoh Boy, é classificado pelo produtor como um “megalomaníaco que insiste que todos obedeçam a ele”. Isso porque o pequeno rei do antigo Egito, que emerge de dentro do museu, tem estranhos poderes e a convicção de que nasceu para governar.

Por fim, temos Munki-Gu, um macaquinho brincalhão que passou 1.000 anos preso dentro de uma pedra por ser muito travesso. O trio de amigos precisarão ser cuidadosos, porque o animal tem a capacidade de se esquivar e enganar qualquer um que o encontra.

  • 3. Super-herói um pouquinho diferente…

    Não estamos dizendo para desapegar da agilidade do Menino Gato, da super visão da Corujita ou do poder de camuflagem do Lagartixo, viu? Mas nesta nova temporada, conheceremos um novo super-herói, que chegará para ajudar a equipe nas batalhas e acrescentar na trama com sua personalidade diferente das demais – além de trazer representatividade para a história, como o primeiro herói negro do seriado.

    “Newton Star é um herói que fica mais em sua própria bolha. Ele não rejeita a companhia dos PJ Masks, mas gosta de fazer pesquisas e coisas sozinho. É uma nova dinâmica que quisemos mostrar, de um personagem que tem uma personalidade mais introvertida”, conta Olivier.

    O pequeno, que é fascinado pelos livros durante o dia, se torna à noite um protetor do espaço. E apesar de não ter asas como Corujita, ele voa com a ajuda de asteroides que deslizam pelo espaço, dando uma força extra nas missões. Enquanto não temos o vídeo em português, conheça o novo integrante nesta prévia curta: 

    4. Nem totalmente bons, nem totalmente maus

    Diferente de muitos programas infantis que seu filho deve assistir, em PJ Masks não existe vilão totalmente maldoso ou herói sem defeitinhos. Pelo contrário: o “bom” e o “mau” são elementos presentes em todos os personagens da trama, deixando o seriado ainda mais condizente com a vida real.

    “Nós nos asseguramos de que os heróis e vilões tenham várias camadas de personalidades, para que as crianças se sintam refletidas na tela. Assim, os vilões possuem qualidades que compensam seus defeitos – sendo que os PJ Masks sempre vão evidenciar aos vilões como eles podem superar os seus problemas – e, da mesma forma, os heróis também têm problemas pessoais que tentam resolver ao longo dos episódios”, explica o produtor.

    5. Confiança para os pequenos em tempos difíceis

    Segundo Olivier, a série pode ser uma boa ferramenta para os menores neste período em que vivemos, já que preenche o desejo deles por ação e inspira-lhes confiança, para que consigam lidar melhor com as atividades do dia a dia. “Notamos que as crianças assistem ao desenho e depois querem brincar de PJ Masks com a família e amigos, o que as ajuda a se sentirem confiantes e empoderadas“, comenta Olivier.

    “Sabemos que o mundo externo pode ser um pouco assustador e ter essa confiança pode ajudá-los no cotidiano, principalmente neste momento em que sentem que não têm controle sobre o que se passa ao redor”, enfatiza.

  • O segredo de tanto sucesso

    Além do diferencial que mostra às crianças que todos têm seus lados positivos e negativos, Olivier aponta outros elementos que contribuem para o tamanho sucesso da animação. O primeiro deles diz respeito aos valores que o desenho consegue transmitir.

    “O foco do programa são três melhores amigos que trabalham juntos para o bem, apesar de suas diferenças. Eles aprendem que combinando suas habilidades, tornam-se invencíveis”, comenta o produtor. Ele lembra que, para várias crianças, o programa também é a primeira introdução ao mundo dos super-heróis, algo universal e que aparece em várias gerações.

    “PJ Masks ainda inspira brincadeiras imaginativas, o trabalho em equipe e valores morais importantes, que se encaixam no universo pré-escolar”, afirma.

    Uma última proposta bacana, principalmente para as famílias, é a forma sutil com que os ensinamentos são transmitidos para quem está do outro lado da telinha. “Os pais não são representados no programa – a conexão deles é com os valores que o desenho entrega”, esclarece o produtor. “Na vida de um pré-escolar, os pais estão dizendo constantemente ‘você deve fazer isso’ ou ‘você não deve fazer isso’. O programa não cobre isso de um jeito tão óbvio”, conclui. 

    Anota aí!

    A quarta temporada de PJ Masks estreia em 8 de março, segunda-feira, às 19h45 no Disney Junior. Os novos episódios vão ao ar de segunda a sexta-feira no mesmo horário e, enquanto o trailer dublado não está disponível, deixamos aqui uma versão com áudio original para matar a curiosidade: 

    Continua após a publicidade
    Publicidade