Gravidez

Como cuidar da pele na gestação para evitar estrias

.

Diferentes fatores mostram que dificilmente mulheres chegarão ao final da gestação sem nenhuma marquinha. Mas alguns cuidados (e produtos) podem ajudar a amenizá-las.

Poder parar em frente ao espelho para ver as mudanças diárias da barriga acaba se tornando um momento de carinho e aconchego entre mãe e filho durante a gestação. Só que especialmente no final dos nove meses, essa observação e até mesmo o toque do próprio corpo podem mostrar para a gestantes que novas marcas surgiram, as estrias.

“A nossa pele tem propriedades elásticas, que esticam e voltam conforme crescemos e engordamos, só que essa flexibilidade tem um limite. Quando a distensão ocorre de forma muito rápida, como na gestação, a pele não consegue acompanhar esse ritmo de expansão e lesa as fibras elástica da pele. Isso faz com que se formem como se fossem cicatrizes, que são as estrias”, explica Karina Tafner, ginecologista e obstetra.

Entretanto, a especialista detalha outros motivos que podem levar a esse crescimento e consequentemente o aparecimento das estrias. “Por exemplo, em gestações gemelares, ou quando a mulher tem muito líquido amniótico, ou o bebê é muito grande e pesado ou quando grávida engorda muito e isso faz com que a barriga distenda não só por causa do bebê, mas pelo acúmulo de gordura na região”.

Os aspectos genéticos também contam no aparecimento das estrias. Karina pontua que se a mãe da gestante relatar que teve estrias durante a sua gravidez, as chances são maiores do mesmo acontecer com a filha. Esse reflexo também vale para o próprio histórico da grávida: se ela apresentar estrias antes de gestar, é provável que os nove meses tragam mais algumas.

Mulheres mais novas e magras também tendem a ter mais estrias na gravidez, pois a pele se mostra mais rígida no desenvolvimento da barriga. O contrário também conta. Mães mais velhas ou que já tiveram outras gestações, as marcas tendem a ser menores porque o corpo já tem registrado as mudanças trazidas pelo estiramento anterior.

Além da barriga, outras regiões também podem apresentar estrias, como as mamas que se preparam para o aleitamento materno, o interior das coxas e quadris. Dependendo do ganho de peso da mãe, os braços e costas também.

É hora de cuidar das marquinhas!

Com tantos fatores que somos incapazes de controlar, é importante ter em mente que dificilmente as estrias serão evitadas por completo durante a gestação. Mas alguns cuidados simples durante o dia a dia são boas investidas para que seja gostoso e confortável sentir a pele durante os nove meses da gravidez, sem incômodos como ardência ou coceira que são comuns durante o aparecimento de novas estrias.

O controle de peso conforme o necessário para a gestação e a ingestão de líquido continuam a ser conselhos básicos dos especialistas. Mas outros entram para a lista. A dermatologista Lilian Odo, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Academia Americana de Dermatologia, explica que os cuidados devem começar já na água do chuveiro. 

“Nós temos que inibir todos os fatores que poderiam deixar a pele ressecada. Não adianta se besuntar de hidratante e tomar um banho quente que irrita e agride a pele, deixando-a ressecada, principalmente no inverno“. Portanto, é preciso que a água do banho seja morna e a gestante evite sabonetes adstringentes que ressecam a pele com mais facilidade.

A especialista também reforça que não é indicado que as regiões com maiores chances de estrias sejam esfregadas com forca, porque isso pode eliminar a camada hiprolipídica que protege a pele da perda excessiva de água e possível ressecamento. O atrito excessivo de quando a mulher coça as estrias que estão nascendo também deve ser evitado para que elas não venham a piorar.

Não estranhe caso as estrias ganhem aspectos diferentes conforme o decorrer da gestação. Karina esclarece que elas podem crescer tanto de largura quanto de comprimento, além de ter aparências diferentes conforme “amadurecem”. Elas tendem a começar rosa, evoluem para o tom arroxeado até embranquecerem. Quando a mulher não está gestando, a intervenção dos especialistas com ácidos tende a ser ainda na fase rosa, já que é o período com mais efetividade para a estria diminuir e até mesmo sumir.

-

(Pekic/Getty Images)

Mas atenção aos produtos, tá?

Após os cuidados na hora do banho, chegou o momento de dar atenção à hidratação. Assim como Lilian, a recomendação da dermatologista Adriana Vilarinho, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, é hidratar as regiões com tendência à estrias ainda com o corpo úmido. 

Adriana orienta suas pacientes a cuidarem da pele de manhã e de noite, sempre após o banho, com hidratantes que tenham óleos na composição. “Eles aumentam a retenção de água sobre a pele, facilitando que ela fique mais tempo hidratada”, explica a dermatologista. Os óleos recomendados são de girassol, calêndula, abacate, rosa mosqueta e pantenol.

Vale lembrar que mulheres com doenças como eczema ou dermatite atópica precisam redobrar a hidratação no período da gestação, pois elas por si só já causam mais sensibilidade na pele e possível ressecamento.

Outros produtos que podem ajudar na gestação e também no cuidado com as estrias são meias elásticas, que através de uma leve compressão ajudam na circulação do sangue evitando o inchaço nas pernas, além de cintas que auxiliam na sustentação da barriga. Entretanto, a compra dos dois produtos precisa ser discutida com o obstetra que está acompanhando a sua gravidez.

Para ajudar na escolha dos hidratantes, selecionamos algumas opções destinadas às gestantes. Para comprá-las, é só clicar na imagem ou no preço, ok?

Confira:

 

1. Creme de massagem para estrias, Palmers Cocoa Butter Formula, R$79,90

2. Hidratante para corpo, loção cremosa, Umiditá Gestantes, R$97,90

3. Creme corporal com fragrância suave, Payot, R$55,90

4. Óleo prevenção de estrias para gestantes de rápida absorção, Mustela Maternité, R$97,90

-

(Americanas/Reprodução)

5. Hidratante corporal para gestantes, UR Materno, R$81,00

-

(Americanas/Reprodução)

6. Loção hidratante intensiva para gestantes, Proctermilk, R$36,02

-

(Carrefour/Reprodução)

7. Creme para gestantes antiestrias gravidinha, Phytobeauty, R$121,90

-

(Carrefour/Reprodução)

8. Loção hidratante para gestantes, Veromed, R$35,99

*A redação selecionou produtos em setembro de 2020. Nós podemos receber uma comissão por compra realizada nas lojas citadas.