7 famosas que apoiaram a Semana Mundial do Aleitamento Materno

Tais Araújo, Fernanda Machado e Kelly Key são algumas das celebridades que contaram as suas histórias e incentivaram publicamente a amamentação.

Desde 1992, a Semana Mundial do Aleitamento Materno é comemorada entre os dias 1 e 7 de agosto. Neste ano, o tema da campanha é “trabalhar juntos para o bem comum” – reforçando a importância da rede de apoio para o sucesso da prática. Com o intuito de comemorar a data, mães famosas têm compartilhado nas redes sociais as experiências que tiveram amamentando os seus filhos. Conheça essas histórias e emocione-se.

1. Andressa Suitaa mamãe do Gabriel, de apenas um mês de vida, fez um texto para falar sobre as dificuldades que enfrentou no início do processo. “Ele não conseguia pegar o peito direito, meu seio machucou muito. Além da dor das fissuras era desesperador ver meu filho querer mamar sem sucesso. Eu me sentia insegura e incapaz”, confessou a modelo.

View this post on Instagram

Hoje começam as comemorações da semana Mundial da amamentação, isso me enche de alegria porque amamentar sempre foi um desejo muito forte no meu coração. Poucos sabem mas o início não foi fácil, a minha história também é a história de muitas mulheres e envolve amor e superação. Essa travessia teve início ainda na gestação quando me indicaram o trabalho das doulas, confesso que não sabia o que o termo significava – a doula é uma mulher que auxilia outras mulheres na gestação, no parto e no pós parto com suporte emocional e físico trazendo leveza a esse momento – mais do que acompanhantes na hora do nascimento nos ajudam na compreensão do que é a maternidade. Foi assim que conheci a @kellysantosdoula , ela me acompanhou na gestação e no parto, e fez muita diferença nessa história às vezes me oferecia o ombro amigo, em outras me encorajava a encontrar dentro de mim a força de que precisava para trazer o Gabriel ao mundo. Através dela que conheci outra doula que também é consultora em amamentaçao e me apoiou no pós parto, @shantaladanimesquita , que auxiliou com na amamentação com carinho e informação. Quem ve essa imagem minha amamentando o Gabriel tão plenamente não sabe das dificuldades que passamos: o meu leite demorou pra descer e quando desceu, empedrou. Ele não conseguia pegar o peito direito, meu seio machucou muito, além da dor das fissuras era desesperador ver meu filho querer mamar sem sucesso, eu me sentia insegura e incapaz. Se não fosse o ajuda, a e o encorajamento dessas mulheres e da minha amada mãe @suelysuita , eu não sei se consiguiria,  estava fragilizada precisava de incentivo  para acreditar que era capaz. Ser mãe, é um aprendizado, meu filho me ensina todos os dias , juntos estamos superando as dificuldades com amor e com a alegria das inúmeras conquistas.Tivemos um parto respeitoso e sou capaz de nutri-lo com meu leite, isso me fortalece para os próximos desafios que sei que virão. Um recadinho pra você que está passando por desafios na gestação ou na amamentação: você não está sozinha, busque ajuda, informe-se e acredite você é capaz. #agostodourado #euapoioaamamentação #smam2017 #amamentar #livredemanda #DêLeiteMaterno

A post shared by Andressa Suita (@andressasuita) on

2. Tais Araújo: a atriz revelou que foi amamentada até os seis anos de vida e disse teve experiências completamente diferentes com os filhos João Vicente e Maria Antônia. “Quando me tornei mãe, amamentar era a minha grande missão, e na primeira gravidez foi cumprida com sucesso. Na segunda gestação, a decepção: não consegui amamentar. Fiquei doente na semana do parto e as medicações me impediram”, relatou a artista.

View this post on Instagram

Fui amamentada até os 6 anos. Nem preciso dizer que minha relação com amamentação, com a minha mãe, com o peito é de amor e gratidão. Lembro de puxar a blusa da minha mãe em qualquer lugar para receber aquele carinho e suprir a dependência. Qdo me tornei mãe, amamentar era a minha grande missão, e na primeira gravidez foi cumprida com sucesso: exclusivamente no peito, nem água, até os 6 meses, e até 1 ano e 2 meses com outros alimentos, até durante as gravações de "Cheias de Charme". Só parei quando ele não quis mais. E ainda fiquei mal, pq lá no fundo desejava repetir a história da mamãe. Na segunda gestação, a decepção: não consegui amamentar. Fiquei doente na semana do parto e as medicações me impediram. Sinceramente, não contava com essa peça que a vida me pregou. Fiquei triste, chorava noite e dia, tinha culpa, me sentia incapaz, morria de medo de não conseguir estabelecer uma relação com ela. Bom, a solução que eu achei foi dar todas as mamadeiras, pq mesmo que eu não pudesse amamentar, esse momento do olho no olho, de alimentar e acordar de 3 em 3 horas deveria ser meu. Qdo, finalmente, pude amamentar, ela não queria mais o meu leite. Mais choradeira, mais decepção, mais frustração. Foi qdo a minha irmã, ginecologista e obstetra, me chamou pra realidade, dizendo que eu deveria virar essa chave e me fortalecer, pq a relação entre mãe e filho se estabelece de várias maneiras. Ouvi, obedeci, me fortaleci e, consequentemente, fortaleci a minha família. Bom, tudo isso é pra lançar aqui uma reflexão: nem toda gravidez é igual, nem toda amamentação é igual. Por que nos cobramos tanto? Pq não aceitamos o que é possível pra cada uma de nós? Essa é a semana da amamentação. Amamentar é muito importante! Dói, machuca o peito, cansa. Não vou mentir. Mas é delicioso e nos dá a plena sensação da maternidade. Mas, se por qualquer motivo, vc não conseguir, siga firme. Seus filhos são seus filhos e por mais lindo que seja amamentar, existem outras maneiras de estabelecer essa relação que, acredito, está muito além da amamentação. Essa relação se estabelece no dia a dia, até quando não estivermos mais aqui pra eles. 😍😍 #worldbreastfeesingweek Arte by Tamara Adams

A post shared by Taís Araujo (@taisdeverdade) on

3. Fernanda Machadoela amamentou o pequeno Lucca até ele completar 2 anos e um mês – e contou com uma rede de apoio. “Incentive, motive, apoie, ajude as mães ao seu redor, para que elas consigam amamentar e oferecer aos seus filhos um dos maiores presentes da vida”, comentou a atriz.

View this post on Instagram

Hoje começa a Semana mundial do aleitamento materno 2017, e é claro que eu apoio essa campanha. Amamentar é algo que somente a mãe pode fazer pelo filho, mas muitos ao seu redor podem e devem apoiar essa mãe pra que isso aconteça. Eu tenho certeza que eu e Lucca só completamos 2 anos e 1 mês de amamentação, porque eu tive todo apoio e suporte necessário pra chegar até aqui! Incentive, motive, apoie, ajude as mães ao seu redor, pra que elas consigam amamentar e oferecer aos seus filhos um dos maiores presentes da vida! E pra seguir as comemorações desse mês dourado, do aleitamento materno, eu volto com uma nova temporada no meu canal do YouTube, uma temporada inteirinha dedicada a amamentação, contando como foi a nossa jornada até aqui, todos os desafios, superações, dores e maravilhas que eu vivi nessa extraordinária jornada de 2 anos de amamentação. Acompanhe!!!! #semanamundialdoaleitamentomaterno #worldbreastfeedingweek #amamentação #breastfeeding #normalizebreastfeeding #realfemachadotv

A post shared by Fernanda Machado (@realfemachado) on

4. Kelly Key: mãe de três filhos, a cantora aparece com frequência nas redes sociais amamentando o caçulinha Arthur, de 6 meses. Para celebrar o Dia Mundial da Amamentação, ela postou uma foto alimentando o pequeno no avião. “Quando somos um só ❤️ #Amamente”, incentivou a artista.

5. Ana Furtado: a apresentadora e atriz da Rede Globo compartilhou uma foto ao lado da filha, que hoje tem 10 anos. “Sabiam que amamentei a Isabella até os nove meses? Era a principal declaração de amor à minha filha”, escreveu a mãe na legenda.

6. Maria Cecília: a cantora da dupla Maria Cecilia e Rodolfo foi mãe recentemente, já que Pedro veio ao mundo em maio de 2017. “É um prazer imenso amamentá-lo e sentir essa sensação única de produzir o alimento para o meu filho. E o olhar dele quando está mamando? Meu Deus, é indescritível!”, declarou no Instagram.

7. Thaís Pacholek: a atriz, casada com o cantor sertanejo Belutti, deu à luz em abril. “Um dos maiores medos que se transformou em um dos maiores orgulhos. Gente… O aleitamento materno é muito importante”, escreveu a mamãe do Luís Miguel.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s