Enquanto amamenta a filha, senadora apresenta proposta de lei

“Pela primeira vez eu tive que expor uma moção no Senado durante a amamentação”, afirmou a australiana.

Por Luísa Massa Atualizado em 26 jun 2017, 13h30 - Publicado em 23 jun 2017, 20h23

Não é novidade que o leite materno é o alimento mais completo e saudável que o bebê pode receber nos primeiros meses de vida. Apesar disso, muitas pessoas ainda criticam a amamentação em público. Nesta semana, uma mãe foi humilhada por amamentar a filha em uma piscina e, recentemente, a cantora Kelly Key também recebeu julgamentos ao oferecer o peito para o seu bebê em um restaurante.

Na última quinta-feira, 22, o tema voltou a ser discutido após a senadora Larissa Water, da Austrália, aprovar um projeto de lei ao mesmo tempo em que amamentava a filha de três meses. “Pela primeira vez eu tive que apresentar uma moção no Senado durante a amamentação”, afirmou a profissional em seu perfil do Twitter.

Essa não foi a única vez em que a pequena esteve presente no Parlamento. Em maio, Alia Joy também recebeu leite materno no local de trabalho da sua mãe e o caso ganhou destaque na mídia. “Estou tão orgulhosa da minha filha Alia ser o primeiro bebê a ser amamentado no Parlamento. Nós precisamos de mais mulheres e pais no Parlamento”, declarou Larissa.

Reprodução/Twitter

  •  

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade