Desmame gentil: saiba como encerrar o aleitamento sem traumas

Médica dá dicas para as mães que desejam finalizar a fase da amamentação gradualmente.

Por Luísa Massa Atualizado em 31 jan 2018, 19h41 - Publicado em 29 jan 2018, 18h04

“O meu filho já completou 2 anos e eu gostaria de desmamá-lo. Qual é a melhor maneira de fazer isso sem traumatizá-lo?”

“O desmame é o processo de redução da frequência das mamadas. Se possível, ele deve ser gradual. É importante lembrar que o aleitamento materno exclusivo é recomendado até os 6 meses de idade – sem que sejam ofertados sucos, água e chás nesse período. A partir do sexto mês, com a introdução alimentar, naturalmente inicia-se o desmame, que pode se estender até 1, 2 anos de vida ou mais.

  • Aos 2 anos, uma criança já deve estar recebendo outras refeições completas como almoço, jantar e lanches. Para desmamar nesta fase, deve-se tentar pular mamadas e distraí-la com seus brinquedos preferidos. Alguns pequenos se ajustam melhor a essa nova realidade se, no horário do aleitamento materno, a mãe não estiver por perto e o alimento for oferecido por outra pessoa. Pode-se, ainda, tentar modificar a rotina pedindo para que essa pessoa coloque o bebê para dormir (no caso, se os pais desejam retirar a mamada da madrugada)”, orienta Monica Vilela Carceles, neonatologista da Maternidade Pro Matre Paulista, de São Paulo.

    Publicidade