22 momentos que as mães enfrentam durante a amamentação

Ilustrações retratam as situações mais inusitadas - e dolorosas - que as lactantes precisam encarar no processo do aleitamento materno. Confira!

Amamentar é uma incrível e difícil missão! Nada como o carinho entre mãe e filho durante esse momento de tanta entrega. Mas, infelizmente, não é só o afeto que surge nessa relação: os palpites de familiares, amigos (e até de desconhecidos) também dão as caras. Seja porque a mãe optou pela amamentação prolongada, seja porque ela parou de dar de mamar – ou porque não vê problema algum em oferecer o peito para o seu bebê em lugares públicos. Não tem escapatória: quem está no período da lactação se sente bombardeada de comentários maldosos seja qual for a sua escolha!

E para mostrar que você não está sozinha nessa tarefa desafiadora, selecionamos imagens que ilustram as dores e delícias que as mães enfrentam durante a fase do aleitamento materno. Veja com quais delas você mais se identifica:

1. Quando você descobre que amamentar dá uma fome de leão e fica se perguntando se você é a única mãe na face da Terra que não emagreceu amamentando:

2. Se não bastasse a fome, você também descobre que dar de mamar dá MUITA sede e vai desejar andar por aí com uma garrafa d’água – ou até querer que alguém possa te servir enquanto amamenta:

(Oh, droga… Eu me acomodei antes de me servir de alguma bebida e agora estou morrendo de sede!… Eu mal posso me mover! De repente, você me traria um grande copo de groselha? Com limão e folhas de hortelã, por favor… E um canudinho… E um pequeno guarda-chuva de papel)

3. Quando você se desespera nos primeiros dias de amamentação, diante do tamanho das rachaduras nos mamilos, e imagina que seus peitos nunca mais voltarão ao normal. Calma, mamãe, é só uma fase! Mas se continuar machucando, procure orientação médica:

4. Quando o seu bebê testa as habilidades dele de malabarista e você acaba acaba ganhando alguns tapinhas, chutes e arranhões de presente enquanto está alimentando o seu pequeno:

Baby's got moves #drawing #illustration #cartoon #comics #momlife #breastfeeding

A post shared by bonnie (@bonniekimmerly) on

(#1 Unhas afiadas na boca / #2 Pontapés no queixo)

5. Outras vezes, são as mamães que precisam bancar as malabaristas para alcançar objetos ~que insistem em ficar longe~ durante as mamadas:

6. E você vai sentir como é incrível a alegria ao alcançar o objeto desejado sem despertar o bebê. YES!

7. Quando você se torna uma grande amiga das madrugadas e começa a navegar na internet. Às vezes dá até tempo de fazer umas comprinhas online:

8. Quando você está tão exausta que adormece ao lado do seu pequeno – nesse momento, lembrar-se de guardar o peito após a mamada é um mero detalhe:

9. Outras vezes, você será a primeira a pegar no sono – e, ao despertar atordoada dessa soneca de poucos segundos (ou minutos), questionando o que aconteceu, verá que seu filho continua lá: olhando pra você e mamando sem parar:

(Ser mãe é… Ser a primeira a dormir)

10. Quando nascem os primeiros dentinhos do bebê você sente até calafrios ao imaginar em receber uma abocanhada daquelas:

#nathaliejomard #illustration #humour #allaitement #maman #bebe

A post shared by Nathalie Jomard (@nathaliejomard) on

(Eu amo amamentação! É tão deliciosa essa comunhão entre mãe e bebê…)

11. Quando você passa horas ordenhando o leite e ele ~simplesmente~ cai todinho no chão. Impossível não se desesperar:

Quadrinhos Maternidade

(Quem quer que tenha falado nunca chore pelo leite derramado… Nunca amamentou)

12. Quando você se assusta nas primeiras noites de amamentação ao acordar toda molhada de leite materno:

Leaky nights #drawing #illustration #momlife #leakyboobs

A post shared by bonnie (@bonniekimmerly) on

13. E depois acaba se acostumando a ver suas roupas manchadas de leite em qualquer lugar que você esteja – até mesmo no trabalho:

Note to self: Ta med ekstra klær på jobb. 💦 #melkespreng #lekkasje #ammefri #breastfeeding #ab_bel

A post shared by ✨Ab & Bel✨ (@ab.bel) on

14. Quando você precisa alimentar seu filho durante uma longa viagem de avião – afinal, a criança não escolhe a hora para ter fome – e você recebe olhares de reprovação:

15. Por mais que que seja um direito garantido à mulher, infelizmente a amamentação em público ainda é tabu e não faltam casos de mães que se sentem censuradas pelos homens:  

16. E, lamentavelmente, de mães que também são criticadas por outras mulheres! Triste realidade:

17. Às vezes, algumas mães se sentem tão constrangidas que, ao invés de dar de mamar onde bem entendem, acabam recorrendo a qualquer canto para alimentar seus filhos – até um banheiro público. O que há de saudável nisso?:

Mulher Amamentando no Banheiro

18. Quando você percebe que os palpites podem ser infinitos e que eles surgem de todas as partes. “Não seja fraca”, “Insista mais”, “Já não está na hora de tirar ele do peito?”… Ah, apenas parem!

19. Quando você aprende a identificar o porquê das lágrimas do pequeno, até mesmo pelo tamanho que seus peitos estão. Ufa, parou o chororô:

20. Quando você se dá conta de que o leite materno é um dos líquidos mais preciosos e se sente orgulhosa ao ver o filhote crescendo forte e saudável:

21. E, depois de inúmeros desafios, insegurança e dúvidas, você nota o encanto que é poder amamentar o seu pequeno, especialmente quando ele lança aquele olharzinho meio de lado, todo satisfeito por estar no aconchego do seu colo. Aí não tem jeito e você se derrete toda:

22. Quando você quer que chegue logo a fase do desmame, após tanto cansaço e noites mal dormidas, mas no fim percebe que tudo valeu a pena e morre de saudades quando o filhote finalmente larga o peito. É aí que, muitas vezes, você se sente pronta pra começar tudo de novo!

(Sabe, Wren, depois que você desmamar, meus dias de amamentação terão chegado ao fim… UHUL! ~Soluço~ Como você pode ver, eu tenho sentimentos confusos sobre esse assunto)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s