Como evitar rachaduras nos mamilos durante a amamentação

Fissuras quase sempre são desencadeadas pela pega errada do bebê ou pela sucção ineficiente. Conheça a seguir algumas medidas para que isso não aconteça.

No início da amamentação, os mamilos podem ficar avermelhados, sensíveis e com pequenas rachaduras. Essas lesões, conhecidas como fissuras, são um incômodo para as mulheres, pois causam dor e dificuldades na hora de alimentar o bebê. Quase sempre elas são desencadeadas pela pega errada da criança ou pela sucção ineficiente. Alguns cuidados podem ajudar a evitá-las. Saiba como:

– Posicione o bebê corretamente durante a amamentação;

– Não lave o mamilo com frequência. A água pode retirar a proteção natural da pele;

– Evite usar cremes e sabonetes sobre o mamilo. “A mãe pode até usar algum creme, geralmente, à base de semente de uva, para evitar estrias na mama. Porém nunca no mamilo”, orienta a enfermeira Márcia Regina da Silva, encarregada do curso para gestantes do Hospital e Maternidade São Luiz, em São Paulo;

– Após a mamada, tire o bebê do peito com cuidado. Se ele estiver dormindo e você puxá-lo, o pequeno poderá morder o mamilo por reflexo. “O indicado é colocar o dedo no canto da boquinha, entre a língua e o mamilo, e depois tirar delicadamente a criança”, ensina Márcia Regina.

A fissura já apareceu?

A recomendação é continuar amamentando e, após cada mamada, passar o próprio colostro no mamilo e na aréola, deixando-os secar ao ar livre. Se o tempo estiver frio ou úmido, você pode usar outra fonte de luz, como uma lâmpada de 40W, a 30 cm de distância. “O colostro tem uma ação bactericida e hidratante e manter os mamilos secos é fundamental para a boa cicatrização”, explica a consultora em amamentação Lívia Teixeira, do Consultório de Aleitamento Materno, na capital baiana.

Conchas e bicos de silicone

“As conchas evitam o atrito com o tecido do sutiã, o que pode causar dor e dificultar a cicatrização”, acrescenta a especialista. Atenção: elas devem ter a base de silicone para não machucar e furos para garantir a ventilação dos mamilos. Banhos de sol de 10 a 15 minutos, das 7 às 10 horas e após as 15 horas, são indicados tanto para prevenir como para tratar as fissuras. Já o uso de protetores de silicone (bicos de plástico colocados sobre o mamilo) é contra-indicado. Segundo os médicos, além de não serem eficientes para evitar a fissura, atrapalham a pega do bebê, que pode passar a sugar menos leite.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s