Mãe descobre Síndrome de Down da filha no parto

Até aquele momento, a única surpresa seria o sexo do bebê, desconhecido até então.

Dizem que intuição de mãe não falha. Superstição ou não, a americana Amber Rojas, grávida pela terceira vez, sentia que alguma coisa estava diferente. Para Fernando, seu marido, essa sensação vinha da decisão de esperar o nascimento do bebê para descobrir o sexo. Pais de dois meninos e duas meninas – Xavier, de 10 anos, os gêmeos Kaydence e Zayden, de 8, e a pequena Evra, com quase 2 – eles optaram pela surpresa.

Assim que os primeiros sinais do trabalho de parto começaram, às duas da manhã, a família correu para a maternidade, pois os pais gostariam que todos estivessem juntos na chegada do novo bebê. E logo que Amber deu à luz percebeu que acabava de ganhar mais uma linda menina. No mesmo instante, ela notou que a pequena tinha Síndrome de Down. “Quando eu a tirei da água eu pude literalmente ver, pude ver isso em seu rosto. Eu olhei para baixo e pensei ‘Oh meu Deus, nossa bebê tem Síndrome de Down’”, contou a mãe em entrevista ao Buzzfeed, relatando ainda que nada tinha sido observado nos exames do pré-natal.

 (Birth Unscripted/Facebook)

Embora ninguém tenha falado nada sobre isso na sala de parto, logo os pais foram informados sobre alguns sinais que Amadeus – carinhosamente chamada de Ami – apresentava, e que ela deveria ser levada ao hospital para uma avaliação mais completa. Os exames apontaram um problema cardíaco, comum em crianças que apresentam a síndrome, e que deveria ser corrigido cirurgicamente em breve. Porém, antes da operação, Ami contraiu uma infecção respiratória que a fez passar 20 dias no hospital. “Para mim isso foi o mais assustador – ver sua filha lutando tão duro para respirar e ainda ter um problema no coração”, contou a mãe.

Mas Ami venceu a batalha e seguiu para a cirurgia que resolveu seu defeito cardíaco. A pequena pôde finalmente ir para casa e, agora, a maior expectativa é ver a mais nova integrante da família sorrir. “Ela está indo tão bem. É incrível vê-la como o bebê que ela realmente deveria ser (…). Ela ainda não sorriu, mas mal podemos esperar. Nós demos muito duro para ter esses sorrisos”, comemora Amber.

Assista, a seguir, o vídeo que registra com muito amor a chegada da pequena Ami ao mundo:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s