Vítima de bullying, menino adota gato “gêmeo” e especial como ele

Os dois nasceram com fissura labial e fenda palatina, além de terem cada olho de uma cor diferente.

As cicatrizes de uma cirurgia para correção de fissura labial e fenda palatina bilaterais, popularmente conhecidas como lábio leporino e goela de lobo, nunca haviam incomodado Madden Humphreys. Ter um olho verde e o outro azul também não era um problema para o menino de 7 anos de Oklahoma, nos EUA – ao menos até 2017. No ano passado, o garotinho começou a sofrer bullying na escola por causa dessas características.

“Ele sempre foi o mais corajoso e determinado da família. Normalmente, ele é cheio de vida e alegria e uma companhia divertida”, disse sua mãe, Christina, ao Today Show. “Ele não era inseguro até as outras crianças começarem a fazer graça disso [suas características físicas] e então falarem coisas não muito legais para ele”.

Chateada com a tristeza do filho, mas sem saber muito bem o que fazer para ajudá-lo, Christina um dia se deparou no Facebook com um gatinho para adoção, Moon, que tinha exatamente as mesmas características que o filho: um olho verde e o outro azul e uma fissura labial.

“Só os olhos já seriam interessantes. Quando vi a fissura labial, conversei com ele sobre como era incrível os dois terem nascido tão especiais”, contou.

Christina, é claro, decidiu adotar o gatinho com o filho. O único problema era que Moon estava em um abrigo em Minnesota, a 22 horas de carro de distância. O abrigo exigia uma visita da dupla para dar andamento à adoção e o gasto com gasolina e hotel era demais para eles.

Só que quem tem amigos tem tudo! Um grupo fez uma vaquinha e conseguiu o dinheiro de que mãe e filho precisavam para viajar – e lá foram eles!

“Madden e Moon se identificaram na hora. Era nosso destino amar aquele gato”, lembrou. A adoção foi efetivada e eles voltaram para casa.

 (Instagram @maddenandmoon/Reprodução)

Agora, Madden e Moon são fiéis companheiros. Quando fica assustado, Moon corre para o garoto; quando Madden se sente triste por lembrar do bullying, o gato é seu refúgio. “Eu sempre disse a Madden que ele é mágico e acho que Moon ajuda a fazê-lo perceber o quão especial é”, comentou a mãe.

O post em que Christina conta essa história já teve mais de 5 mil reações e mais de 1600 compartilhamentos. A comoção foi tão grande que, atendendo a pedidos, ela criou um perfil no Instagram para continuar contando essa história: @maddenandmoon.

E o que a deixa feliz é a onda de amor gerada. “Conscientizar sobre diferenças craniofaciais e sobre bullying é absolutamente incrível. Amo que essas duas coisas estejam chamando a atenção. Estou maravilhada com o quão maravilhosas as pessoas têm sido”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s