Chega de bagunça! 5 truques simples pra organizar os brinquedos

É jogo pra cá, boneca pra lá... Separamos dicas simples e uma seleção de produtinhos para ajudar na hora de organizar os pertences do pequeno!

É pelúcia no sofá, blocos de montar no chão e jogos que – mesmo com muita força de vontade – não cabem mais em nenhuma gaveta… Claro que a função da criança é brincar e temos que incentivar o contato com o lúdico desde cedo, mas não podemos negar que às vezes bate aquele desespero de não conseguir manter os brinquedos no lugar, né?

E com a chegada do Dia das Crianças, o cenário fica mais desafiador. Afinal, ganhar presentes significa ter que arrumar mais espaço no quartinho ou remanejar todos os pertences do pequeno. O primeiro passo, claro, é sempre um consumo consciente, onde se avalia a necessidade, a repetição de itens e desestimula-se o acúmulo de brinquedos. Feito isso, partimos para a organização do que se tem. E para te ajudar a passar pela tarefa com tranquilidade, buscamos as dicas de especialistas, que dividem a seguir truques simples de arrumação. Confere só:

1. Categorize os brinquedos

O primeiro passo é separar os objetos por categorias, mas a ação não precisa partir só dos pais, viu? A recomendação da personal organizer Rosângela Reis é que os pequenos participem desde o comecinho. “Para iniciar a organização de brinquedos, sempre envolva as crianças no processo. Assim, elas já desenvolvem a visão da organização de forma lúdica, a criatividade e do comprometimento, além de permitir que memorizem onde seus pertences estão”, diz ela.

Com os brinquedos em mãos, Rosângela indica que eles sejam divididos em três categorias:

  • Aqueles que não são mais utilizados ou que estão fora da faixa etária da criança e que podem ser doados;
  • Aqueles que estão quebrados ou com peças faltando e devem ser descartados ou levados para o conserto;
  • Aqueles que ficam e devem ser higienizados e organizados.

2. Separe por “famílias”

Depois de juntar os brinquedos que a criança gosta e ainda usa, vem o momento de setorizar – que nada mais é do que separá-los em “famílias”. “Por exemplo: pegue os carrinhos, bonecas, jogos, Lego, entre outros e coloque cada um em um lugar, para depois organizá-los”, comenta a personal organizer. 

3. Escolha os recipientes

Passada fase da separação, os adultos devem escolher como e onde colocar os brinquedos. Mas com tantas opções no mercado, como saber a que funciona melhor para você? A dica de Rosângela é optar por caixas organizadoras de preferência transparentes, já que permitem que a criança veja o que tem dentro e facilitam na hora de escolher o brinquedo. “Também podem ser utilizados potes plásticos e sacos plásticos com fechamento superior para peças pequenas como quebra-cabeça e Lego”, acrescenta ela.

A profissional ainda reforça a importância de deixar os itens em um lugar de fácil acesso, para que os pequenos já comecem a desenvolver autonomia na hora de brincar. “Se no quarto houver uma estante, deixe os brinquedos da idade da criança nas prateleiras mais baixas para que ela pegue sozinha”, recomenda. “Outra ideia é apostar em baús e ‘gavetões’, que podem ficar na varanda ou no rack da sala, por exemplo”, complementa.

E quando o assunto é livros, a organização segue o mesmo raciocínio. “O ideal é que as prateleiras estejam em um local que as crianças alcancem e que possam guardá-los depois corretamente”, diz a arquiteta Thaísa Bohrer.

Sua dica valiosa é que os pais aproveitem os cantinhos mais escondidos do quarto dos filhos. “Se tiver um balcão suspenso, é possível usar o espaço que fica embaixo dele. Neste caso, os cestos de rodinha funcionam bem, pois eles podem ser levados para onde quiser e depois é só guardá-los no local certo”, explica.

“Os cestos de tecidos também são ótimas soluções, porque além de fácil manuseio, as crianças podem brincar na sala e depois devolvê-los para o quarto”, lembra a arquiteta. O bônus, segundo ela, é que o item é tanto funcional quanto belo. “Ele possui diversas estampas e cores, podendo também enriquecer a decoração do espaço”, afirma.

4. Identifique o que tem dentro

Tudo no devido lugar? O passo final é separar etiquetas divertidas ou adesivos e usá-los para identificar quais categorias de brinquedos estão em cada espaço. Isso facilitará muito na hora de localizar os materiais e vale até convidar os pequenos para que escolham como cada nicho vai se chamar.

5. Para manter a organização por mais tempo…

Ok, o quartinho está enfim arrumado, mas sabemos que basta piscar os olhos para que bonecas e carrinhos se percam pela casa, né? Claro que a bagunça é inevitável, mas estas dicas da personal organizer podem ajudar os pais na tarefa de manter a organização por mais tempo:

  • Explique para a criança, de forma lúdica, que cada brinquedo tem uma casinha e no fim da brincadeira ele deve voltar para o seu devido lugar;
  • Na hora de guardar os brinquedos, faça competições saudáveis pra ver quem recolhe mais itens espalhados ou guarda primeiro tudo dentro do cesto.
  • Tente finalizar uma brincadeira antes de começar outra. Se a criança estiver desenhando, por exemplo, oriente que ela primeiro guarde os lápis de cor para depois partir para a atividade seguinte;
  • Incentive a doação dos itens que seu filho não usa mais. “Excesso de brinquedo e bagunça tiram o foco da criança na brincadeira e podem gerar confusão mental e estresse”, explica Rosângela.

Alguns produtinhos que podem ajudar:

Caixa organizadora grande, PROTÊA, R$49,37 

Caixa organizadora infantil com tampa, Dolce Home, R$65

Organizador de brinquedos montessoriano, Organibox, R$250

Organizador infantil com alça, Adoleta Bebê, R$30,34

Organizador retangular, 3 Sprouts, R$259,90

Cestos organizadores de brinquedos, Grão de Gente, R$98,59

Caixa organizadora com rodinhas, Curver, R$98,70

Sacos de armazenamento de malha, Wakects, R$63,69

Adesivo organizador colorido, Tilibra, R$1,90

Saquinhos organizadores reutilizáveis, Loja Fornecedor Mundial, R$109,54

*A redação selecionou produtos em setembro de 2020. Nós podemos receber uma comissão por compra realizada na Amazon. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s