É verdade que os olhos e cabelo do bebê escurecem com o tempo? 

Quem nunca viu um pequeno saindo da maternidade com os olhos esverdeados que depois mudaram de cor? Entenda o porquê.

Por Flávia Antunes Atualizado em 2 dez 2020, 16h31 - Publicado em 2 dez 2020, 16h30

A mãe é morena de olhos castanhos, o pai também… Mas assim que o bebê sai da barriga, a família se depara com um pequenino de olhos e cabelos claros e todos ficam surpresos! Com o passar do tempo, porém, reparam que as características do filho já não estão como no nascimento e seus fios ou íris escureceram.

Magia? Que nada! Paulo Telles, pediatra pela Sociedade Brasileira de Pediatria, explica que o fenômeno é relativamente comum e sua explicação tem a ver com o mesmo pigmento que temos na pele, a melanina.

“A cor do olhos já está definida quando nascemos. Ela possui relação com a genética do pai e da mãe e acontece por um mecanismo complexo e determinado por vários genes. No entanto, o que também faz diferença é a quantidade de melanina que a criança tem na íris, que é a região do olho que dá a cor”, esclarece o médico.

Segundo ele, o bebê nasce com uma quantidade pequena de melanina. Mas se ele tiver em seu corpo as células responsáveis pela produção do pigmento, elas serão estimuladas com a exposição à luz, gerando o acúmulo da substância e, consequentemente, o escurecimento do olho. 

“Assim, crianças que nascem com a íris esverdeada ou acinzentada, podem receber este estímulo e ter os olhos escurecidos. Já os olhos geneticamente claros, como o azul, têm ausência de melanina. Desta forma, mesmo depois de entrar em contato com a luz, a cor não é alterada, pela falta de células que produzam melanina”, explica ele.

  • Com os cabelos, o que acontece é parecido: a luminosidade pode interferir na produção da melanina – pigmento que fica na região do folículo capilar -, fazendo com que os fios que nasceram loiros ou mais claros, mudem de tonalidade.

    Além da mudança de cor, o cabelo também pode ter seu aspecto e característica dos fios alterados. Por isso é tão comum observarmos crianças que nascem com fios ondulados e que vão ficando liso com o passar dos anos. Veja 7 dicas preciosas para cuidar do cabelo cacheado do seu filho.

    Em quanto tempo saberei a cor definitiva?

    O tempo é bastante variável, de acordo com o pediatra. “No caso dos olhos, a mudança na cor pode acontecer ao longo dos primeiros três meses, ou então ser gradual e lenta durante o primeiro ano de vida”, afirma Dr. Paulo.

    Já em relação à aparência dos cabelos, o especialista diz que até o fim dos dois anos é possível que os pais conheçam uma versão mais definitiva dos fios do filho, mas nada impede que ele tenha uma alteração ou outra com o passar do tempo.

    Continua após a publicidade
    Publicidade