7 dicas preciosas para cuidar do cabelo cacheado do seu filho com carinho

É hora de descobrir como fazer com que o pequeno não se estresse na hora de arrumar o cabelinho e como definir os cachos de um jeito prático.

“Qual será a cor do olho dele? E o formato da boca? Será que o cabelinho será liso ou cacheado?”. Essas são algumas das perguntas que passam pela mente dos pais ao descobrir que um bebê está a caminho. Quando ele nasce, a ansiedade acaba e as dúvidas dão lugar, pouco a pouco, aos cuidados e descobertas. No caso dos cabelinhos, por exemplo, os fios podem nascer de uma maneira e mudar ao longo do tempo. Para muitos pais, pode ser uma surpresa quando lisos começam a cachear. E aí vem a dúvida: como cuidar dos fios enroladinhos e manter o cabelo saudável?

Muitas vezes, a falta de informação detalhada sobre como cuidar dos cachos faz com que as pessoas repassem um discurso de que eles são difíceis de serem cuidados e, por isso, demandam mais tempo do que o esperado. Mas não precisa ser assim.

Em uma conversa com Alexandre Finozzi, cabeleireiro e fundador do salão Corte Kids, separamos sete dicas preciosas para ajudar a tornar a hora de arrumar os fios dos baixinhos mais prática.

Vamos lá:

1. O corte não é inimigo, mas amigo!

Antes de tudo, Alexandre explica que há dois tipos de cabelo cacheado quando estamos falando especificamente de bebês. “Existem cabelos de bebê que são por natureza cacheados e existem os que estão cacheados provisoriamente. Isso acontece porque o fio do bebê é muito fino e quando ele passa um tempo sem cortar, aquela pontinha vai ficando muito fina, se desgasta, e acaba formando um cacho”.

Por isso, o primeiro conselho do especialista é a ida a um cabeleireiro para que ele possa cortar, pelo menos, essa pontinha. Isso ajudará os fios a se estruturarem, os pais a entenderem como é o cabelo do filho e, principalmente, a reduzir a possibilidade de machucá-lo na hora de pentear, pois ele embaraçará menos.

Para conseguir manter essa linha de atenção com os fios, o cabeleireiro pede para que os pais levem os filhos ao salão uma vez a cada três meses e peçam para o profissional cortar “um dedinho”, o que corresponde a um centímetro. “Com isso, ele vai fazer um modelo de corte que vai ficar bonitinho e não vai remover o cacho, facilitando o tratamento no dia a dia e evitando o estresse da criança”, detalha Alexandre.

Veja também

2. Prefira shampoo e condicionadores hidratantes

Depois de preparar os cachinhos com o corte, é preciso de atenção com a lavagem. O profissional indica o uso de shampoo e condicionadores específicos para crianças, mas que indiquem que são mais hidratantes e para cabelos enrolados.

Junto com essa dica, ele pede para que os pais evitem as linhas exclusivas de bebês, pois elas costumam fazer uma limpeza muito profunda nos fios e retirar a oleosidade natural do cabelo – o que faria com que os cachos ficassem secos e embaraçados.

3. Só nas pontas!

Além da atenção para o uso de produtos específicos para crianças, pois isso significa que eles passaram por todos os testes para preservar a segurança dos baixinhos, há também o alerta de como manuseá-los.

Enquanto que o shampoo é aplicado na raiz do pequeno para lavá-la, com o resto do produto descendo para limpar o comprimento do cabelo, o condicionador deve ser aplicado apenas nas pontas, massageando-as delicadamente.

O cuidado em específico com o final dos fios é pelo o que já citamos anteriormente: é ela quem mais embaraça e precisa de uma mãozinha extra para conseguir se desprender.

4. Atenção com a textura do creme para pentear

Após a limpeza dos fios, é hora dos cuidados fora do banho. Para que a criança não sofra com o desembaraçar e possa curtir os cachos ganhando forma na secagem, Alexandre lembra da importância do uso de um creme para pentear.

Como o nome dá a entender, ele é um facilitador no momento de passar a escova (ou o pente) nos cachinhos e pode ser deixado nos fios ao longo do dia. Só é preciso entender qual textura é a melhor para o tipo de cabelo do seu filho.

“Quando o cabelo é pouquinho e fininho, eu indico que seja um desembaraçador e um encacheador em spray, porque ele vai deixar o cabelo com uma aparência mais leve, saudável. Quando o cabelo é bastante cacheado e é pesado, eu aconselho a usar um desembaraçador em creme, para dar uma textura melhor para os fios. Ele também vai abaixar o volume e evitar de embaraçar”, detalha o profissional.

Ele também faz um alerta de que é importante entender que apenas os cremes para pentear podem ser deixados no cabelo da criança. Isso significa que se você já ouviu adultos falarem que deixam o condicionar no cabelo para finalizá-lo, o mesmo não deve ser feito com os pequenos.

5. A lavagem depende

Ao passar o creme de pentear no cabelo do pequeno, Alexandre aconselha os pais a não deixarem com que ele durma com o produto nos fios. A ideia é sempre lavá-los no fim do dia e secá-los bem para não ir para a cama com eles úmidos.

Já para os cachos que não recebem nenhum produto de finalização, o cabeleireiro explica que não é necessário lavá-los todos os dias. “Pode lavar cerca de 2 a 3 vezes por semana ou intercalar dia sim, dia não”, detalha o profissional. Isso ajuda a faz com que eles não ressequem ao não retirar a oleosidade saudável dos fios.

É claro que em dias de calor ou quando a criança transpire muito, a lavagem não deve ser descartada. Na dúvida, sempre vale a pena consultar o pediatra.

6. Secador? Só quando necessário!

Assim como adultos são alertados para não abusarem no uso do secador, o mesmo é reforçado para as crianças. Ele é indicado para os dias de inverno, com o intuito de evitar com que a criança saia de casa com o cabelo úmido, e também para as lavagens feitas no fim do dia para não dormir com os fios molhados.

Agora, como usá-lo? “Sempre em temperatura e força média, com uma distância de pelo menos 15 centímetros da cabeça da criança”, explica Alexandre.

7. E os penteadinhos?

Se na hora da finalização dos fios, você quiser tentar algo diferente, Alexandra indica que os penteadinhos sejam feitos com elásticos macios e/ou de silicone para que os cachos não sejam machucados.

Os pedidos mais populares no salão são os coques, as tranças e os torcidinhos na lateral do cabelo para que atrás os cachos ganhem todo o destaque.

Dá uma olhada nas ideias:

 (@estudiosapienza/Divulgação)

 (@estudiosapienza/Reprodução)

 (@estudiosapienza/Reprodução)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s