5 dicas básicas de como lavar uniforme das crianças para que ele dure mais

Os cuidados vão desde a hora da lavagem na máquina até a forma de organizar as roupas dentro do armário para se ter mais praticidade.

Tinta, massinha, terra… As diferentes texturas e cores são grandes aventuras para as crianças, especialmente na primeira infância, quando estão descobrindo o que é o mundo. Com a entrada da escola, esse processo de rolar para lá e para cá sem medo se intensifica ainda mais – afinal, se sujar faz parte de aprender, não é? Só que esse pode ser um grande dilema para os pais, especialmente quando o assunto é fazer os uniformes durarem mais.

Além do fator crescimento, em que naturalmente o baixinho vai perdendo as peças conforme os anos vão passando, a forma de limpá-las também influencia na preservação do tecido. Quem explica melhor o assunto é Lucy Mizael, facilitadora doméstica e personal organizer.

Com o intuito de ajudar os pais que não sabem nem por onde começar, separamos cinco dicas básicas de como limpar o uniforme do pequeno de um jeito completo, prático e que pode fazê-lo durar mais tempo dentro do armário. Seu bolso agradece!

Confira:

1. Faça o teste da cor

Na primeira lavagem do uniforme do pequeno, a dica de Lucy é que se faça um teste de cor nas peças com detalhes coloridos, como os uniformes brancos com logos azuis. Esse processo é importante para saber se eles não soltarão tintas e mancharão outras roupas que forem lavadas junto.

“Para isso, coloque um pouco de água, esfregue na mão, e esprema para ver se vai sair a cor. Se acontecer, isso significa que é uma peça que tem fragilidade e precisa de outros cuidados na lavagem”, detalha a personal organizer.

A primeira precaução que pode ser tomada é incluir sal no processo da lavagem, pois ele dificulta da água dissolver o corante da roupa e, consequentemente, impede que ele se desprenda da peça.

Outro recurso que pode evitar as manchas é usar paninhos destinados a isso. Sem muitos segredos, ele é como uma flanela que, ao ser colocado junto à remessa de roupas a serem limpas, absorve a tinta liberada e a impede de chegar até os outros tecidos.

2. Aposte na pré-lavagem

Para que a roupa do pequeno não fique com sujeiras profundas, Lucy enfatiza a importância da pré-lavagem. “Pegue a peça e olhe para ver se tem alguma mancha excessiva. Se tiver, o ideal é passar um sabão, esfregar e deixar de molho para depois proceder com a lavagem. Se não fizer isso, o uniforme vai encardindo”.

Nesse momento, o sabão pode ser um específico para manchas ou o comum branco em barra. Já o tempo de molho indicado pela profissional é de duas a seis horas para que já se tenha tirado o grosso da peça antes de colocá-la na máquina.

3. Evite pregadores sempre que puder

Na hora de secar o uniforme do pequeno, prefira não usar pregadores ao estendê-lo, pois eles marcam as peças. “Depois, com o ferro, você não consegue tirar. E, normalmente, em uniformes, não se pode passar muito quente porque ele enruga”.

Já sobre o uso de secadoras, Lucy alerta que tudo depende do tipo de tecido da roupa. E para isso, você precisa estar atento às instruções que aparecem na etiqueta da peça.

O mesmo vale para quando for a hora de usar o ferro de passar. “O que determina a temperatura dele é o tipo de tecido, por isso também é preciso olhar na etiqueta do uniforme para ver se pode temperaturas mais altas ou mais baixas. Geralmente, os tecidos que têm mais poliéster, a temperatura precisa ser mais fria”.

4. No inverno, afaste-se dos amaciantes

Com a queda dos termômetros, a personal organizer indica que os pais deixem de lado os amaciantes. Mesmo com o cheirinho agradável tão característico, eles acabam dificultando o processo de secagem – que já é mais demorado por si só no inverno.

Outro conselho de Lucy é substituir o sabão tradicional por um shampoo neutro e de cor branca durante a estação amena. Ele evita o odor desagradável que pode ficar nas roupas quando elas não secam completamente. Já sobre quanto usar, a medida indicada é a mesma do sabão líquido.

5. Guarde todo o uniforme junto

Além dos cuidados detalhados de como levar o uniforme do pequeno para que ele dure mais, o modo de organizá-lo também é importante. Desta maneira, você estabelece um cronograma de lavagem, não gasta tempo procurando o uniforme espalhado e pode até mesmo economizar uma grana ao ter a consciência exata de quantas peças a criança tem e precisa.

Para isso funcionar, o conselho de Lucy é concentrar todas as peças em único local. “O ideal é você fazer uma gaveta, ou um espaço no guarda-roupa, onde se tenha todas as peças reunidas. Por exemplo, em uma gaveta, você faz uma pilha de shorts, uma de blusa, de manga longa… Tudo isso depende do volume, pois tem escolas em que se tem um volume enorme de uniformes, o que exigirá mais gavetas”.

A especialista ainda cita as divisórias conhecidas como colmeias para organizar as peças dentro das gavetas, especialmente as menores (como é o caso das roupas de crianças) e que amassam menos. Ainda é possível colocar uma etiqueta em cada divisão para que o processo fique mais prático.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s