Grupo de motoqueiras leva leite materno a bebês que precisam

De maneira voluntária, as mulheres do Sirens Women's Motorcycle Club, de Nova York, estão ajudando a salvar vidas.

Por Júlia Warken Atualizado em 31 jan 2017, 10h06 - Publicado em 1 dez 2016, 23h58

Esqueça qualquer tipo de preconceito que você possa ter contra mulheres tatuadas, lésbicas, que pilotam motos e usam aquelas típicas jaquetas de couro. Esse grupo de motoqueiras de Nova York está mostrando que a solidariedade pode unir todos nós e isso é lindo!

De maneira voluntária, as garotas da “gangue” intitulada Sirens Women’s Motorcycle Club percorrem as ruas com agilidade para entregar leite materno a mamães que não conseguem amamentar seus filhotes – ou a mulheres com filhos prematuros na UTI. Esse trabalho é realizado junto ao The New York Milk Bank, uma ONG que recolhe doações de leite materno e redistribui entre as mães que precisam.

motoqueiras2

O clube das Sirens tem cerca de 50 membras e, quando a presidente do banco de leite, Julie Bouchet-Horwitz, pediu a ajuda da mulherada a adesão foi unânime. Em entrevista ao The New York Post, as motoqueiras contaram que é maravilhoso poder ajudar tantos bebês e, ao mesmo tempo, quebrar esteriótipos a respeito de mulheres como elas. Duronas sim, mas sem perder a ternura! 

Continua após a publicidade
Publicidade