Recém-nascidos sentem muita dor durante procedimentos feitos na maternidade, alerta AAP

A Academia Americana de Pediatria atualizou o seu posicionamento em relação às intervenções hospitalares realizadas naqueles que acabaram de chegar ao mundo.

Exames de sangue, intubações e drenos: essas são algumas das intervenções a que os bebês são submetidos logo após chegarem ao mundo. No caso dos prematuros, isso é ainda mais frequente. E pode até parecer que não, mas eles sofrem com a dor que esses procedimentos provocam. Pensando nisso, a Academia Americana de Pediatria (AAP) decidiu atualizar o seu posicionamento em relação à necessidade dessas medidas e às alternativas para minimizar os problemas que elas podem causar aos recém-nascidos.

O documento – que será publicado na edição de fevereiro do periódico científico Pediatrics – se baseia em estudos que mostram que a exposição frequente à dor no início da vida pode prejudicar, ao longo de toda a infância, o desenvolvimento cerebral e as respostas do corpo ao estresse. A recomendação da AAP é que as maternidades busquem alternativas para as intervenções que possam ser dolorosas e que monitorem e tratem a dor dos pequeninos com recursos não farmacológicos, de preferência.

Os especialistas alertam para o uso rotineiro, nos hospitaos americanos, de sacarose e glicose para reduzir a dor. Apesar de eficientes, não há evidências de que o uso frequente dessas técnicas seja seguro. Inclusive, suspeita-se que possam causar danos ao desenvolvimento neurológico dos pequenos. De acordo com os experts da AAP, recursos como o contato pele a pele e a amamentação ainda são pouco utilizados enquanto métodos de alívio da sensação dolorosa.

Outras recomendações da academia incluem a educação de pais, médicos e enfermeiros para saber como amenizar a dor nos recém-nascidos e a necessidade de mais pesquisas científicas para desenvolver ferramentas de identificação desse incômodo. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s