Por que Kate Middleton voltou rápido para casa após dar à luz?

Entenda a recuperação da duquesa de Cambridge depois do nascimento da filha e saiba por que o segundo parto normal costuma ser mais fácil.

Duquesa que é duquesa acaba de dar à luz e sai do hospital maquiada, penteada e linda! Brincadeiras à parte, o retorno de Kate Middleton ao Palácio de Kensington menos de 10 horas após o parto impressionou muita gente que duvida até mesmo das notícias divulgadas sobre o nascimento da pequena Charlotte. Tablóides mundo afora questionaram a boa aparência de Kate, com depoimentos de quem acredita que a nova princesinha não pareceria um bebê recém-nascido – vale lembrar que a menina nasceu na 41ª semana de gestação, com 3,7 Kg. A verdade é que essa saída a jato da maternidade não é resultado de truques da realeza ou de dribles na mídia. De fato, o segundo parto normal costuma ser mais rápido.

“Quando a mulher já passou pela experiência de ter um filho por parto normal, fica realmente mais fácil quando isso acontece uma segunda vez – mas não é regra. O que acontece é que o organismo guarda uma memória, facilitando não só a passagem do bebê, mas até a recuperação da mãe”, explica a Dra. Erica Mantelli, ginecologista, obstetra e sexóloga, especialista pós-graduada pela Universidade de São Paulo. É importante destacar que desta vez até mesmo o trabalho de parto de Kate foi mais rápido e, segundo especialistas, essa duração realmente tende a diminuir a partir do segundo filho. Para se ter uma ideia, em 2013, foram mais de 10 horas desde a internação até o nascimento do pequeno George. Agora, a duquesa deu entrada no hospital St. Mary, em Londres, apenas duas horas e meia antes da filha Charlotte vir ao mundo.

Outra questão que conta a favor da mulher do príncipe William é que estamos falando da realeza britânica, ou seja, “voltar para casa” significa retornar a um palácio com suporte, possivelmente muito bem preparado para receber uma mulher que acabou de dar à luz e um bebê recém-nascido. “O tempo ideal de observação após um parto normal é de, pelo menos, 24 horas. Nesse período, é importante observar se a mulher tem algum sangramento, se há queda de pressão, tontura… Mas no caso da Kate Middleton, certamente ela tem uma estrutura em casa com médicos e enfermeiros, então essa saída do hospital é natural”, ressalta a médica.

Além da preocupação em relação à mãe, é imprescindível que o recém-nascido seja observado durante essas 24 horas. Deve-se avaliar se as mamadas estão regulares, se ele consegue sugar, se não apresenta hipoglicemia e se consegue manter a temperatura corporal – o que provavelmente está sendo feito com a nova princesa de Cambridge.

E para quem achou imprudente sair com um bebê que nasceu há poucas horas e posar para as fotos, a Dra. Erica afirma que não é aí que está o perigo: “O problema é levar um recém-nascido a um ambiente fechado com muitas pessoas, porque ele ainda não tem sistema imunológico formado, o que não foi o caso da Kate”. Mas se você nem se importou com isso depois de ver que a duquesa estava de salto alto, não se anime, pois isso, sim, é contraindicado. “O ideal é não usar salto tão rapidamente, pois as articulações da grávida se afrouxam (até para ajudar no trabalho de parto), inclusive as do tornozelo. Então, para evitar acidentes e torções, é bom ir voltando aos poucos e começar por saltos mais baixos”, finaliza a médica.

Por que nos impressiona tanto?

No Brasil, é quase inimaginável voltar para casa menos de 10 horas após dar à luz. Por aqui, o tempo de internação no caso de parto normal é de 48 horas (e em torno de 72, em casos de cesáreas) e o nosso acesso a atendimentos de emergência não é tão simples e ágil quanto em outros países – principalmente na Europa, onde, muitas vezes, a mulher recebe uma atenção domiciliar nos primeiros dias após a alta. Dessa forma, mães e bebês tendem a permanecer mais tempo no hospital após um parto normal para assegurar que, se houver algum problema, o atendimento será realizado o mais rápido possível. No caso de Kate Middleton, desde o nascimento do primeiro filho a duquesa ficou na maternidade menos tempo do que estamos acostumados a ver no Brasil – foram cerca de 24 horas até ela retornar ao Palácio de Kensington com o pequeno George nos braços.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s