Entenda o que é a gravidez ectópica

Também conhecida como tubária, ela acontece em 1% das gestações. Veja a explicação da especialista.

Por Redação Bebê.com.br Atualizado em 27 abr 2017, 17h16 - Publicado em 30 jun 2015, 14h07

O que é gravidez ectópica ou tubária?

Quem esclarece a questão é a Dra. Jacqueline Leme Lunardelli, Ginecologista e Obstetra, com Mestrado em Tocoginecologia no curso de Pós Graduação da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. “A gravidez ectópica é toda gravidez em que o ovo fecundado se implanta em outro local além do fundo da cavidade do útero. Como as trompas ou tubas uterinas, ovários, colo uterino e cavidade abdominal. A gravidez ectópica ocorre em 1% das gestações e, geralmente, ela é ocasionada por uma lesão nas trompas, o que causa o estreitamento e/ou obstrução e impede a passagem do ovo fecundado para o útero. Em geral, os sintomas aparecem entre a 6ª e 10ª semana de gestação, os quais podem incluir: atraso menstrual, dor pélvica, sangramento vaginal, náuseas, tonturas e diarréia. Se a gravidez estiver avançada, a trompa pode romper e causar complicações como hemorragia interna. Neste caso, o tratamento deve ser realizado com cirurgia de emergência devido o risco de vida para a mãe. Por isso, é fundamental o diagnóstico precoce através de dosagens de beta HCG (hormônio da gravidez) e pela ultrassonografia endovaginal. É importante ressaltar que a gravidez ectópica não pode seguir adiante, pois o feto não conseguirá crescer e se desenvolver”, explica a médica.

Publicidade