Brasileira ganha prêmio internacional por foto sensível de bebê empelicado

Além do clique vencedor, outros três receberam menção honrosa. O Brasil foi o único país da América Latina a compor a lista de ganhadores.

Por Flávia Antunes 7 fev 2020, 12h12

Sabia que existe uma competição internacional de fotos de parto? Pois é! A “Birth Photography Image Competition”, realizada pela associação norte-americana IAPBP – International Association of Professional Birth Photographers, premia todos os anos as melhores imagens em categorias como “pós-parto” e “trabalho de parto”.

A novidade é que, na edição deste ano, uma fotógrafa brasileira venceu a categoria de melhor “detalhe de nascimento”, com sua foto batizada de “bebê Noah empelicado”. Jana Brasil capturou a cena do pequeno chegando ao mundo dentro da bolsa amniótica, que não se rompeu previamente. É um tipo raro de nascimento, mas que não costuma trazer maiores implicações para a mãe ou para o bebê.

O registro já havia repercutido em 2019, quando a profissional inicialmente divulgou em suas redes sociais. O clique impressionou os internautas não só pelo ocorrido na cesárea, como também pela expressão do recém-nascido, que parece estar fazendo “biquinho”.

E não para por aí! Jana também ganhou menção honrosa pelo clique denominado “Milagre da Vida”, que mostra o corpinho de outro bebê empelicado.

A segunda brasileira que recebeu destaque na premiação foi a carioca Daniela Justus, que capturou a bebê Nina empelicada, instantes antes de perceber que tinha nascido. Reparem na serenidade de seu rostinho! 😍

Continua após a publicidade

Barbara Aviz teve menção honrosa pelo clique “Amor que Transborda”, que mostra a reação dos pais ao conhecerem o filho.

Dentre cerca de 1100 participantes de 52 países, o Brasil foi o único da América Latina a compor o pódio da competição. A lista trouxe também fotógrafos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Holanda.

Para escolher os vencedores, os jurados levaram em conta critérios como técnica, iluminação, composição, impacto emocional, criatividade e narrativa.

O primeiro lugar foi ocupado pela holandesa Jessica Vink, com seu registro chamado “Um Momento de Silêncio”. A fotógrafa foi capaz de captar com delicadeza os momentos do pós-parto domiciliar de uma mãe, que segura seu bebê aliviada.

 

Continua após a publicidade

Publicidade