Foto simboliza a dor e a alegria de mulheres que engravidam pela fertilização in vitro

A imagem mostra a bebê de uma mulher que ficou um ano e meio tentando realizar o sonho da maternidade por meio da técnica de reprodução assistida.

O procedimento não é simples. São quatro etapas: primeiro é feito o estímulo da ovulação; depois, aspira-se os óvulos com uma agulha introduzida no canal vaginal (processo feito com anestesia local e sedação); em seguida, são coletados os espermatozoides para fertilizar o óvulo em laboratório; e, por fim, se a última fase for bem sucedida, implanta-se o embrião no útero da mulher. E não pense que é só isso! Adicione aí boas doses de remédios e, principalmente, de ansiedade, medo, esperança e, às vezes, frustração.

Embora a fertilização in vitro (FIV) seja uma das técnicas mais indicadas para mulheres que não conseguem engravidar de forma natural, a taxa de gravidez é de 50%. Isso porque os resultados dependem de vários fatores, como a idade e as condições de saúde da paciente e a boa formação do embrião.

Por isso, é comum ver casais fazendo FIV atrás de FIV (e gastando muito dinheiro!) para conseguir gerar o tão desejado bebê. Mas, muitas vezes, o final dessa história é feliz. Para uma mãe americana, a Angela (ela não quis revelar o seu sobrenome), a persistência deu certo: depois de um ano e meio de tratamento em uma clínica de St. Louis, nos Estados Unidos, ela agora tem em seus braços uma adorável menina.

No dia 5 de outubro de 2015, a instituição onde essa mãe fez os procedimentos publicou uma foto da bebê recém-nascida rodeada por seringas, que simbolizam apenas uma parte de todos os medicamentos que Angela teve que tomar ao longo desse período para realizar o desejo da maternidade. “As agulhas foram a parte fácil. O que pegou mesmo foi a luta emocional, os altos e baixos”, revelou a mamãe ao canal de TV americano ABC News. “Eu sou solteira e esperei um longo tempo para encontrar um marido. E quando isso aconteceu, vi que seria difícil engravidar”, contou. A mensagem que ela deixa para aqueles que estão na mesma batalha é “não desistam”. 

Wow, what a photo. Thank you to Sher Fertility St. Louis and Dr. Dayal patient Angela, who shows the true definition of love that went into making this gorgeous new baby girl.

Posted by Sher Institutes on Segunda, 5 de outubro de 2015

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s